Codex Fuldensis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Codex Fuldensis, páginas 296-297

O Codex Fuldensis, chamado de códice F, é um manuscrito do Novo Testamento baseado na Vulgata latina feito entre 541 e 546 d.C.[1] . Ele é considerado a segunda mais importante testemunha do texto da Vulgata e é também o mais antigo manuscrito completo do Diatessarão. Além disso, ele também é importante para atestar a autenticidade de 1 Coríntios 14:34-35[2] . É também um dos mais antigos manuscritos datados do Novo Testamento, tendo a sua correção terminado em 2 de maio de 546 d.C.[3] .

Descrição[editar | editar código-fonte]

O Codex Fuldensis contém o Diatessarão e 23 outros livros canônicos do Novo Testamento, além da Epístola aos Laodicenses e uma cópia do "Prólogo aos Evangelhos Canônicos" de Jerônimo de Estridão. Este manuscrito é um representante do tipo-texto italiano[4]

Os quatro evangelhos foram harmonizados em uma narrativa única e contínua, de acordo com a forma do Diatessarão de Tatiano[5] . O texto é similar ao do Codex Amiatinus[1] . O texto do evangelho harmonizado é precedido por uma lista de suas seções, com um sumário de cada uma, que foi copiado ipsis literis, de um exemplar latino antigo. Daí pode ser determinado que a fonte latina não continha a genealogia de Jesus (que Victor inseriu), mas ela já incluía a "Perícopa da adúltera".

A ordem dos livros no códice é: Diatessarão, as epístolas paulinas (Romanos; 1 e 2 Coríntios; Gálatas; Efésios; Filipenses; 1 e 2 Tessalonicenses; Colossenses; Laodicenses; 1 e 2 Timóteo; Tito; Filémon�; Hebreus), Atos dos Apóstolos, as epístolas católicas (na ordem habitual) e o Apocalipse.

1 Coríntios 14:34-35[editar | editar código-fonte]

A seção sobre 1 Coríntios 14:34-35 foi adicionada pelo escriba original na margem. Esta seção está destacada no Codex Vaticanus[6] . Diversos manuscritos de texto-tipo ocidental colocaram esta seção após 1 Coríntios 14:40 (manuscritos: Claromontanus, Augiensis, Boernerianus, itd, g). O minúsculo 88, que não é representativo deste tipo-texto, colocou também esta seção após 1 Coríntios 14:40. Um manuscrito da Vulgata faz o mesmo (Codex Reginensis)[2] . De acordo com Metzger, a evidência deste códice é ambígua. Talvez o escriba, sem de fato apagar os versículos 34-35 do texto, tenha pretendido que o liturgista os omitisse em suas aulas[7] .

História[editar | editar código-fonte]

Vítor de Cápua relata que ele encontrou uma antiga harmonia latina dos Evangelhos, que ele reconheceu como seguindo o arranjo de Tatiano do Diatessarão e substituiu o texto da Vulgata pela Vetus Latina, anexando o resto dos livros do Novo Testamento da Vulgata[1] . São Bonifácio adquiriu o codex e em 745 presenteou-o à biblioteca monástica, em Fulda, onde ele permanece até hoje (e daí o seu nome)[4] , e serviu de fonte para outras harmonias vernaculares em alto alemão antigo, franco oriental e saxão antigo.

O Codex Sangallensis 56 foi copiado, no século IX, do Diatessarão do Codex Fuldensis. Ele contém alguns extratos dos Atos dos Apóstolos.

O texto completo do códice foi publicado por Ranke em 1868[8] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Bruce M. Metzger, Bart D. Ehrman. The Text of the New Testament: Its Transmission, Corruption and Restoration (em ). New York - Oxford: Oxford University Press, 2005. p. 108.
  2. a b Philip B. Payne. (1995). "Fuldensis, Sigla for Variants in Vaticanus and 1 Cor 14.34-5" (em inglês). NTS (41): 251-262.
  3. Wikisource-logo.svg Este artigo incorpora texto do verbete Victor, Bishop of Capua no "Dicionário de Biografias Cristãs e Literatura do final do século VI, com o relato das principais seitas e heresias" (em inglês) por Henry Wace (1911), uma publicação agora en domínio público.
  4. a b Bruce M. Metzger, The Early Versions of the New Testament (Oxford 1977), p. 335.
  5. K. Aland & B. Aland. Der Text des Neuen Testaments, Deutsche Bibelgesellschaft (em ). Stuttgart: [s.n.], 1989. p. 197.
  6. Dykes, G. S.. Using the „Umlauts” of Codex Vaticanus to Dig Deeper. [S.l.: s.n.], 2006. . Veja também Codex Vaticanus Graece. The Umlauts (em inglês). Visitado em 14/05/2011..
  7. Metzger, Bruce M.. A Textual Commentary on the Greek New Testament (em ). [S.l.]: United Bible Societies, 1994. 499-500 pp.
  8. Ranke, Ernestus. Codex Fuldensis. Novum Testamentum Latine Interprete Hieronymo (em ). Lipsiae: [s.n.], 1868.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]