Codex Gothanus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um Codex Gothanus (simplesmente significando um codex na biblioteca de Gota, Alemanha) é um codex do início do século IX escrito em Fulda [1] que foi promulgado por Eberhard do Friul, provavelmente por volta de 830, do estudioso Lupo Servato. O original foi perdido, mas o Codex Gothanus é uma das duas cópias existentes. [2] .

O manuscrito contém leis úteis na administração do Friul, precedido de um texto sobre a origem dos lombardos, provavelmente compilado antes da morte de Pepino I da Itália (810). De acordo com Walter Pohl[3] Ele foi escrito sob uma perspectiva carolíngia e cristã, substituindo o mito da origem dos lombardos relativo a Odin por um sentido de providência. O Monumenta Germaniae Historica versão (MGH SRL, pp 7-11) o denomina Historia Langobardorum Codicis Gothani.

A abertura e fechamento do Codex Gothanus são tão diferentes do Origo Gentis Langobardorum e de Paulo, o Diácono que Thomas Hodgkin, em Italy and Her Invaders (vol VI 1880:146, note B.) os imprimiu separadamente em vez tentar uni-los num todo coerente.

Outro Codex Gothanus em Gota contém extratos do Strategemata de Frontino.[4]

Notas e referências

  1. Agora na biblioteca de Gota, de onde vem seu nome.
  2. O outro está em Modena
  3. Pohl, "Memory, identity and power in Lombard Italy", in Yizthak Hen and Matthew Innes, The Uses of the Past in the Early Middle Ages (Cambridge University Press) 2000 p. 20f.
  4. "The manuscripts of Frontinus"