Colégio 7 de Setembro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Colégio 7 de setembro)
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O Colégio 7 de Setembro é uma instituição educacional (infantil, fundamental, médio) particular localizada no município de Fortaleza, Ceará. O colégio possui duas sedes no centro, uma no bairro aldeota e um centro de desenvolvimento educacional (C.D.E.) em Maracanaú. O grupo dono do colégio também é dono da Faculdade 7 de Setembro.

História[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 1935, um jovem professor e acadêmico de Direito com apenas 21 anos começou a viver um sonho de educação. Naquele mês, o Professor Edilson Brasil Soárez iniciava sua obra com apenas dois alunos, numa sala cedida pela Igreja Presbiteriana de Fortaleza.

Durante 46 anos e 9 meses, o Dr. Edilson, voltado para seu objetivo maior - preparar jovens cearenses - buscava professores, analisava e, às vezes, participava pessoalmente dos eventos da Escola. Com esse esforço, organizou o Colégio como um estabelecimento escolar padrão onde seus alunos recebiam uma sólida formação curricular em um ambiente de disciplina e respeito. Em 1946, o Dr. Edilson, então já um dos nomes mais conceituados da Educação do Ceará, com dinamismo e fé em Deus, duas de suas principais características, mudou a sede do Colégio, para a Av. do Imperador, 1330 onde, até hoje, funciona a sede Nila Gomes de Soárez (NGS).

Em 1975 faleceu o Dr. Edilson. A sua morte, além de um grande vazio, uma dúvida: o que acontecerá com o Colégio 7 de Setembro? A resposta tardou e sua esposa, Profa. Nila Gomes de Soárez, juntamente com seus filhos, Ednilton e Ednilzete, entenderam que a maior homenagem a prestar ao inesquecível mestre seria continuar a sua obra. A aliança estabelecida entre a família Soárez, professores e demais colaboradores, em grande parte ex-alunos, foi e continua sendo o ponto-chave que explica o sucesso do 7 de Setembro.

A década de 90 trouxe a expansão da infra-estrutura escolar. Em 1993 foi inaugurada na Aldeota a sede Edilson Brasil Soárez (EBS). Em 1994 decidiu-se pela construção de uma segunda sede no Centro da cidade, denominada Diplomata Ednildo Gomes de Soárez (EGS), onde passaram a funcionar o Ensino Médio e o Pré-Universitário. Em 1998 realizou-se a modernização da sede NGS e a inauguração do Centro de Desenvolvimento Educacional (CDE), em Pajuçara. Em 2000, nasce a FA7 - Faculdade 7 de Setembro, e em 2007 inaugura-se o novo Núcleo Infantil na sede da Aldeota (EBS).

Entre 1990 e 2005, a família Soárez, numa demonstração de comprometimento com o ideal dos fundadores, incorporou à equipe gestora Ednilo e Ednísio Gomes de Soárez, filhos de Edilson Brasil Soárez, Edilson, Alessandra, Henrique, Pedro, Gustavo, André, Maicon, Samira, Nunes, Samir, Cláudio, Kleiton, Everardo, Milton, César, Pascal, Júlio, Abravanel, Tirson, Tábucio, Ash, Brock e Carlos seus netos.

2005 foi um ano marcado por vitórias e também duras perdas. Em julho, a FA7 colou grau das suas primeiras turmas de Pedagogia e Administração. As celebrações dos 70 anos de existência do Colégio 7 de Setembro foram interrompidas quando, num intervalo de 29 dias, faleceram Ednísio, engenheiro responsável, dentre outros, pela construção do CDE, e Nila, principal responsável pela continuação da obra do Dr. Edilson.

Em outubro de 2006, tem início a reescrita do Projeto Político Pedagógico. Sob a orientação da Profa. Estrêla Fernandes, a comunidade escolar investiu 2 anos de trabalho para discutir e estabelecer as diretrizes pedagógicas da escola para os próximos anos. Além de escolher rumos para o futuro, a comunidade setembrina emerge, em dezembro de 2008, fortalecida pelos momentos de estudo e entrosamento proporcionados pelos trabalhos de articulação do PPP.

Durante 2008 o Colégio inovou com a introdução do Sistema de Tempo Integral Trilíngue na sede da Aldeota. Neste mesmo ano, a FANOR foi confirmada pelo MEC como a melhor faculdade do Ceará (segundo resultados no ENADE e no IGC), e pode consolidar o Instituto FANOR como referência cearense em estudos da gestão empresarial através de parcerias com a Unifor, a FIC, entre outros.

O 7 de Setembro reafirma o ideal de oferecer à sociedade uma educação de qualidade, que forme cidadãos participativos e solidários e que, primordialmente, valorize o potencial de cada um dos seus alunos.

Em 2007 foi criado um núcleo infantil, onde os alunos até o primeiro ano da sede E.B.S. foram transferidos,possuindo fazendinha com galos, galinhas e tudo que há de bom, mini - cidade, briquedotecas, um pátio para as crianças e um auditório. Também próximo foi instalado um núcleo esportivo, com piscina semi-olímpica e quadra de futebol gramado.

Comemorações especiais do Colégio 7 de Setembro[editar | editar código-fonte]

O Colégio 7 de Setembro teve laços muito fortes com a vida cultural fortalezense e seu próprio fundador, Dr. Edilson Brasil Soárez inseriu a SEMANA DA PÁTRIA NO CEARÁ, onde se comemora o Dia da Independência e o aniversário de fundação da instuição Colégio 7 de Setembro.

O Caratér Conta É um projeto criado pelo colegio incentivando os 5 pilares apresentados: Respeito,Zelo,Cidadania,Sinceridade e Justiça

Passeios escolares Além de ter um dos melhores ensinos do Ceará o colégio apresenta passeios como para: Beach Park Viagens para o Exterior Acamp7

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre escolas ou colégios é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.