Colégio Cruzeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Colégio Cruzeiro é uma das mais tradicionais escolas alemãs do Brasil, fundado em 1862 no Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. Não mantém vínculos com a Igreja Evangélica de Confissão Luterana nem nunca manteve, sendo uma escola laica.

História[editar | editar código-fonte]

A origem do Colégio Cruzeiro e da colônia alemã no Rio de Janeiro cruzam-se. Cerca de mil imigrantes por ano, a partir de 1840, chegavam à cidade. As dificuldades por eles encontradas levaram à fundação, em 23 de fevereiro de 1844, da Deuscher Hilfsverein (Sociedade Beneficente Alemã).

Um dos problemas era a educação. À Igreja Católica cabia a função de educar, mas as cobranças financeiras feitas à sociedade no que dizia respeito a mensalidades eram cada vez maiores. Em 18 de agosto de 1862, 75 dos 78 sócios da Sociedade Beneficente Alemã reunidos em assembléia resolveram fundar sua própria escola.

Deutsche Schule[editar | editar código-fonte]

Em 1 de setembro de 1862, a Deutsche Schule (Escola Alemã) entrava em funcionamento em imóvel alugado na Rua dos Inválidos, nº. 64 B.

Com 32 alunos, os responsáveis eram o Sr. Friedrich von Hagen e a Sra. Dörfler. O Título de Capacidade foi conferido ao colégio em 18 de abril de 1863 pelo inspetor geral.

Mudanças[editar | editar código-fonte]

A escola foi transferida para a:

  • Rua dos Arcos, nº. 21 (1864)
  • Rua dos Arcos, nº. 15 (1871), primeira sede própria
  • Rua do Rezende, nº. 114 (1903)
  • Rua Carlos de Carvalho, nº. 76 (1912, onde está localizado até hoje

Cinqüentenário[editar | editar código-fonte]

Ao completar 50 anos de existência, em 1912, a Deutsche Schule apresentava um corpo discente de 225 alunos. Em 2 de maio de 1912, era inaugurado um novo prédio, de dois andares. Em 2012, o colégio fez 150 anos.

Colégio Cruzeiro Jacarepaguá[editar | editar código-fonte]

Em 1998, a instituição construiu uma nova escola no Pechincha, na rua Retiro dos Artistas, 589, atendendo famílias da região de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e até bairros mais afastados.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]