Colégio Humboldt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma foto do Colégio Humboldt.

O Colégio Humboldt é uma tradicional escola bilingüe[1] localizada em Interlagos, São Paulo, fundada por imigrantes de origem alemã.

A escola recebe vários descendentes de alemães. Propõe um currículo com aulas ministradas em alemão para os alunos que falam o alemão fluentemente ou que vêm diretamente da Alemanha, e também o currículo brasileiro que inclui aulas de inglês, francês e espanhol, além do alemão que é a matéria que recebe mais destaque no Colégio Humboldt. Tem cerca de 1300 [2] alunos. Seu nome é uma homenagem ao explorador e naturalista alemão Alexander von Humboldt. É mantido pela Sociedade Escolar Barão do Rio Branco.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Prédios do Colégio Humboldt

Fundação[editar | editar código-fonte]

O Colégio Humboldt foi fundado em 1916 por um grupo de imigrantes alemães de Santo Amaro que queriam que seus filhos pudessem ter ensino em sua língua.

A escola começou com 41 alunos. Seu nome era Sociedade Escolar Barão do Rio Branco. Quando o Brasil ingressou na Primeira Guerra Mundial, o colégio foi fechado pelo governo, sendo reaberto quatro anos depois.

O empresário Heinrich Grassmann doou um terreno para a sociedade escolar que administra o Colégio Humboldt em 1927. Esse terreno localizava-se na ladeira da matriz. Com a ajuda de Heinrich Grassmann, o Colégio Humboldt construiu o seu primeiro prédio. Um terreno extra foi comprado em 1928. A área total do colégio passou a ser 1 700 m²

Fechamento[editar | editar código-fonte]

A escola foi fechada novamente pelo governo no ano de 1942 durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1945, o Colégio Humboldt entrou com uma ação na justiça pela reintegração de posse dos imóveis.

Dez anos depois, a Sociedade Escolar Barão do Rio Branco readquiriu seus imóveis. Foi necessária uma reforma, pois os imóveis estavam em péssimo estado. O colégio voltou a funcionar em 1957. O colégio começou a crescer em 1958.

O Humboldt foi reconhecido como um ginásio, ou seja, uma escola de 5° a 8° série em 1960. O nome foi mudado para Ginásio Humboldt. O colegial começou em 1966. Seu nome foi mudado de Ginásio Humboldt para Colégio Humboldt.

Expansão[editar | editar código-fonte]

Em 1970, o Humboldt possuía 529 alunos. Seu contingente de professores era de 49. Depois de alguns anos, o número de alunos aumentou para 956 e o contingente de professores cresceu para 71.

Atual teatro do Colégio Humboldt

Com a arrecadação de doações, o terreno do Humboldt cresceu para 9 504 m² e a área ocupada por construções cresceu para 2 597m². O Humboldt começou a receber ajuda financeira do governo da Alemanha.[4]

Em 1979, o Humboldt criou classes comerciais e em 1982, foi instalado o curso IPFA, um curso profissionalizante.

Sede atual[editar | editar código-fonte]

A nova sede do colégio foi construída em 1998 em Veleiros (Socorro), na avenida Engenheiro Alberto Kuhlmann com a ajuda financeira do governo da Alemanha. Esse é o endereço atual do Colégio Humboldt. No ano de 2001, foi construído um teatro de grandes proporções no terreno da escola.

O colégio ganhou fama nacional após o Caso Richthofen. Suzane von Richthofen estudou da 1ª série do ensino fundamental até a 3ª série do ensino médio na instituição, e Andreas, seu irmão até a oitava série do ensino fundamental.[5]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]