Colégio Marista de Natal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Colégio Marista de Natal foi fundado em 1930 na cidade de Natal - RN. O colégio é o mais respeitado e tradicional da cidade.

História[editar | editar código-fonte]

Os Irmãos Maristas chegaram a Natal em 1929, após convite de D, Marcolino Dantas, então o bispo da cidade. De início, ficaram hospedados no prédio que havia sido do Colégio Diocesano, que se encontrava fechado, e então começaram a planejar a criação de um novo colégio na cidade.[1]

Com o objetivo de ajudar os Irmãos em seu projeto, o interventor federal Mário Leopoldo Pereira da Câmara publicou o decreto 930 em 7 de outubro de 1935, objetivando desapropriar várias propriedades para estender o terreno da futura escola.[1]

A planta foi desenhada pelo Irmão Alberto Thibon, e a direção dos trabalhos no canteiro de obras ficou a cargo dos Irmãos Ludovico e Leão Alberto.[2]

O prédio seria inaugurado em junho de 1938 e, no mês seguinte, as aulas seriam iniciadas. Naquele ano, a escola tinha 420 alunos e 20 professores. Desde então, o Colégio Marista (como se tornou mais conhecido em tempos recentes) se tornou a melhor instituição de ensino do estado.[2]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

O colégio possui uma biblioteca, laboratório de química, física, biologia, informática e matemática, um teatro,uma livraria,lanchonete com praça de alimentação, um ginásio de esportes, sala de aúdio visual, quadras de basquete e vôlei, campo oficial de futebol, pista de atletismo e duas piscinas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. a b Souza, 2008, p. 502.
  2. a b Souza, 2008, p. 504.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • SOUZA, Itamar. Nova História de Natal. 2 ed. Natal: Departamento Estadual de Imprensa, 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rio Grande do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.