Colégio dos Cardeais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Colégio dos Cardeais, Colégio Cardinalício ou Sacro Colégio Pontifício é o nome dado ao grupo colegial constituído por todos os cardeais da Igreja Católica, que são responsáveis por assistir e aconselhar o Papa nas suas tarefas administrativas e religiosas.

O título de Cardeal foi reconhecido pela primeira vez durante o pontificado do Papa Silvestre I, de 314 a 335.

Significado[editar | editar código-fonte]

Em princípio, o título de Cardeal era atribuído genericamente a pessoas a serviço de uma igreja ou diaconia, reservando-o mais tarde aos responsáveis das igrejas titulares de Roma e das igrejas mais importantes da Itália e do exterior. Desde tempos do Papa Nicolau II, em 1059 e gradualmente até 1438 com o Papa Eugênio IV, este título adquiriu o prestígio que o caracteriza hoje.

Colégio Cardinalício[editar | editar código-fonte]

O Colégio Cardinalício foi instituído em sua forma atual em 1150: conta com um Decano, o Bispo de Ostia, que conserva a Igreja que tinha antes em título, e um Camerlengo, que administra os bens da Igreja quando a Sede de Pedro está vaga. O Decano é eleito dentre os cardeais de ordem episcopal que têm o título de uma Igreja suburbicária (Cânon 352, par.2), as sete dioceses mais próximas de Roma (Albano, Frascati, Ostia, Sabina-Poggio Mirteto, Palestrina, Porto-Santa Ruffina e Velletri-Segni).

Os cânones 349 a 359 descrevem as responsabilidades do Colégio Cardinalício. O cânon 349 afirma: Os Cardeais da Santa Igreja Romana constituem um Colégio especial cuja responsabilidade é prover à eleição do Romano Pontífice, de acordo com a norma do direito peculiar; assim mesmo, os Cardeais assistem o Romano Pontífice, tanto colegialmente quando são convocados para tratar juntos questões de mais importância, como pessoalmente, mediante as diversas funções que desempenham, ajudando sobretudo ao Papa em seu governo cotidiano da Igreja universal.

O Cânon 350, par. 1 afirma: O Colégio Cardinalício se divide em três ordens: o episcopal: a que pertencem os Cardeais aos quais o Romano Pontífice atribui como título uma Igreja suburbicária e os Patriarcas orientais destinados ao Colégio cardinalício, o presbiterial e o diaconal.

Como é criado um Cardeal?[editar | editar código-fonte]

O número de Cardeais variou até quase fins do século XVI e seguiu crescendo ao ritmo dos sucessivos desenvolvimentos dos assuntos da Igreja. Os Concílios de Constância, em 1414 a 1418 e Basileia 1431 a 1437, limitaram o número de cardeais a 24. Mas em tempos do Papa Paulo IV, em 1555 a 1559, o número aumentou a 70 e depois a 76 sob o Papa Pio IV, em 1559 a 1565. O Papa Sisto V, com a Constituição Apostólica Postquam verus, de dezembro de 1586, fixou o número de cardeais em 70.

Este número voltou a aumentar até alcançar 144, depois do Consistório de março de 1973. O Papa Paulo VI, no motu proprio Ad purpuratorum patrum, de 11 de fevereiro de 1965, estendeu o Colégio Cardinalício para incluir aos Patriarcas orientais. Os Patriarcas orientais que formam parte do Colégio dos Cardeais têm como título sua sede patriarcal (Cânon 350, par.3).

O Colégio Cardinalício tem se internacionalizado notavelmente nos últimos 30 anos. Os requisitos para serem criados são, mais ou menos, os mesmos que estabeleceu o Concílio de Trento em sua sessão XXIV do 11 de novembro de 1563: homens que receberam a ordenação sacerdotal e se distinguem por sua doutrina, piedade e prudência no desempenho de seus deveres.

Onde atuam?[editar | editar código-fonte]

Como conselheiros do Papa, os cardeais atuam colegialmente com ele através dos consistórios, que o Romano Pontífice convoca e se desenvolvem sob sua presidência. Os consistórios podem ser ordinários ou extraordinários. No consistório ordinário se reúnem os cardeais presentes em Roma, outros bispos, sacerdotes e convidados especiais. O Papa convoca estes consistórios para fazer alguma consulta sobre questões importantes ou para dar solenidade especial a algumas celebrações. Ao consistório extraordinário são chamados todos os cardeais e se celebra quando requerem algumas necessidades especiais da Igreja ou assuntos de maior gravidade.

Desde 1059, os cardeais têm sido os únicos eleitores do Papa a quem elegem em conclave, seguindo as últimas orientações da Constituição Apostólica do Papa João Paulo II, Universi Dominici gregis, de 22 de fevereiro de 1996. Durante o período de sede vacante, da Sede Apostólica, o Colégio Cardinalício desempenha uma importante função no governo geral da Igreja e, depois dos Pactos Lateranenses de 1929, também no governo do Estado da Cidade do Vaticano.

Universi Dominici Gregis[editar | editar código-fonte]

Até 14 de dezembro de 2000, formavam parte do Sagrado Colégio Cardinalício 141 membros, sendo que 44 deles tinham 80 anos de idade e segundo a Constituição Apostólica Universi Dominici Gregis, não podem participar do conclave para a eleição de um novo Pontífice. Os cardeais eleitores eram 98 e os vacantes 22. Além disso, existem dois cardeais que foram criados in pectore no consistório de 21 de fevereiro de 1998. Sua criação se faz efetiva somente se e no momento em que o Pontífice publica seus nomes.

Geralmente é pedido aos Cardeais que apresentem o pedido de renúncia dos cargos que ocupam quando cumprem os 75 anos de idade. Os Cardeais com mais de 80 anos de idade não podem participar no conclave e deixam também de ser membros da Cúria Romana cessando funções em todos os organismos e dicastérios da Santa Sé.

Formas de tratamento[editar | editar código-fonte]

Os Cardeais são tratados por Sua Eminência Reverendíssima ou Eminência Reverendíssima. Os que trabalham para a Cúria Romana e residem na Cidade do Vaticano ou em Roma são considerados cidadãos da Cidade do Vaticano, gozando assim de dupla nacionalidade.

O Conclave[editar | editar código-fonte]

Após a morte (ou renúncia) de um Papa os cardeais eleitores se reúnem em conclave para eleger o seu sucessor. No conclave os cardeais isolam-se na Capela Sistina para as votações e na Casa de Santa Marta (hospedagem) no Vaticano, permanecendo reunidos e incomunicáveis até que seja eleito um novo Papa. Até 1996 era preciso que o eleito obtivesse 2/3 dos votos de todos os cardeais eleitores presentes no conclave. Contudo nesse ano uma alteração promulgada pelo Papa João Paulo II ditou que inicialmente seria exigida a tradicional maioria de 2/3 mas, se após 34 votações não tivesse lugar a eleição, prevalecia a maioria absoluta (metade mais um do total de votos). Em 2007 o Papa Bento XVI decretou através de Motu Proprio que a maioria exigida é sempre a de 2/3 dos votos dos cardeais eleitores presentes no conclave. Em 2013 o Papa Bento XVI promulgou mediante Motu Proprio o preceito de que após 34 votações só são elegíveis nas votações seguintes os dois cardeais mais votados na eleição anterior, os quais, por sua vez, perdem o direito de voto, sendo no entanto mantida a exigência de maioria de 2/3 dos votos dos cardeais eleitores presentes no conclave.

O atual Colégio[editar | editar código-fonte]

A seguir a lista de cardeais vivos até 18 de março de 2015. Os cardeais aparecem em ordem de precedência, baseados na antiguidade da data de criação. Dom Paulo Evaristo Arns é o membro mais antigo do Colégio por tempo de serviço (o Protopresbítero) e o último sobrevivente do Consistório de 1973. Angelo Sodano tem a maior precedência como um cardeal-bispo e Decano do Colégio dos Cardeais. O mais idoso cardeal vivo é Loris Francesco Capovilla, nascido em 1915.

Dentro do Colégio dos Cardeais, existem três categorias, o mais alto de cardeais-bispos, seguido dos cardeais-presbíteros e finalmente cardeais-diáconos. Dentro de cada categoria, cardeais são classificados por antiguidade de nomeação para essa categoria. Apesar destes títulos, quase todos os cardeais são, desde o pontificado de Papa João XXIII (1958-1963), bispos. Qualquer um que não seja bispo quando da sua nomeação, geralmente é consagrado bispo antes de sua instalação formal, embora alguns cardeais-padres nomeados eméritos obtiveram permissão para não se tornar bispos.

A maioria dos cardeais são da igreja latina; aqueles que são das Igrejas orientais tem a sua igreja indicada.

Colégio de Cardeais
Consistório Nome País Nascimento Idade Título(s)
Cardeais da Ordem dos Bispos
Bispo-titulares das Sete Sés Suburbicárias
28 de junho de 1991 Angelo Sodano  Itália 23 de novembro de 1927 87 Bispo de Óstia e Albano, Decano do colégio dos cardeais, Cardeal Secretário de Estado Emérito
30 de junho de 1979 Roger Etchegaray  França 25 de setembro de 1922 92 Bispo de Porto-Santa Rufina, Vice-Decano do Colégio dos Cardeais, Presidente Emérito da Pontifício Conselho Justiça e Paz
21 de fevereiro de 2001 Giovanni Battista Re  Itália 30 de janeiro de 1934 81 Bispo de Sabina-Poggio Mirteto, Prefeito Emérito da Congregação para os Bispos
25 de maio de 1985 Francis Arinze Nigéria 1 de novembro de 1932 82 Bispo de Velletri-Segni, Prefeito Emérito da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos
21 de outubro de 2003 Tarcisio Bertone, S.D.B.  Itália 2 de dezembro de 1934 80 Bispo de Frascati, Camerlengo Emérito da Câmara Apostólica e Cardeal Secretário de Estado Emérito
21 de fevereiro de 2001 José Saraiva Martins, C.M.F.  Portugal 6 de janeiro de 1932 83 Bispo de Palestrina, Prefeito Emérito da Congregação para as Causas dos Santos
Patriarcas de Rito Oriental
28 de fevereiro de 1994 Nasrallah Pierre Sfeir Líbano 15 de maio de 1920 95 Patriarca Emérito de Antióquia (Igreja Maronita)
20 de novembro de 2010 Antonios I Naguib  Egito 18 de março de 1935 80 Patriarca Emérito de Alexandria (Igreja Católica Copta)
24 de novembro de 2012 Béchara Pierre Raï Líbano 25 de fevereiro de 1940 75 Patriarca de Antióquia (Igreja Maronita)
Cardeais da Ordem dos Presbíteros
5 de março de 1973 Paulo Evaristo Arns, O.F.M.  Brasil 14 de setembro de 1921 93 Arcebispo Emérito de São Paulo, Cardeal Protopresbítero desde julho de 2012
24 de maio de 1976 William Wakefield Baum  Estados Unidos 21 de novembro de 1926 88 Penitenciário-Mór Emérito
30 de junho de 1979 Franciszek Macharski  Polónia 20 de maio de 1927 88 Arcebispo Emérito de Cracóvia
2 de fevereiro de 1983
Michael Michai Kitbunchu  Tailândia 26 de janeiro de 1929 86 Arcebispo Emérito de Bangkok
Alexandre do Nascimento  Angola 1 de março de 1925 90 Arcebispo Emérito de Luanda
Godfried Danneels  Bélgica 4 de junho de 1933 81 Arcebispo Emérito de Malinas-Bruxelas
Thomas Stafford Williams  Nova Zelândia 20 de março de 1930 85 Arcebispo Emérito of Wellington
Joachim Meisner  Alemanha 25 de dezembro de 1933 81 Arcebispo Emérito de Colônia
25 de maio de 1985
Miguel Obando Bravo, S.D.B. Nicarágua 2 de fevereiro de 1926 89 Arcebispo Emérito de Manágua
Ricardo Jamin Vidal Filipinas 6 de fevereiro de 1931 84 Arcebispo Emérito de Cebu
Henryk Roman Gulbinowicz  Polónia 17 de outubro de 1923 91 Arcebispo Emérito de Wroclaw
Jozef Tomko  Eslováquia 11 de março de 1924 91 Presidente Emérito do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais
Paul Poupard  França 30 de agosto de 1930 84 Presidente Emérito do Pontifício Conselho para a Cultura
Friedrich Wetter  Alemanha 20 de fevereiro de 1928 87 Arcebispo Emérito de Munique e Frisinga
Silvano Piovanelli  Itália 21 de fevereiro de 1924 91 Arcebispo Emérito de Florença
Adrianus Johannes Simonis  Países Baixos 26 de novembro de 1931 83 Arcebispo Emérito de Utrecht
Bernard Francis Law  Estados Unidos 4 de novembro de 1931 83 Arcipreste Emérito da Basílica de Santa Maria Maior
Giacomo Biffi  Itália 13 de junho de 1928 86 Arcebispo Emérito de Bologna
28 de junho de 1988
Eduardo Martínez Somalo Flag of Spain.svg Espanha 31 de março de 1927 88 Camerlengo Emérito da Câmara Apostólica
Achille Silvestrini  Itália 25 de outubro de 1923 91 Prefeito Emérito da Congregação para as Igrejas Orientais
José Freire Falcão  Brasil 23 de outubro de 1925 89 Arcebispo Emérito de Brasília
Alexandre José Maria dos Santos, O.F.M.  Moçambique 18 de março de 1924 91 Arcebispo Emérito de Maputo
László Paskai, O.F.M.  Hungria 8 de maio de 1927 88 Arcebispo Emérito de Esztergom-Budapeste
Christian Wiyghan Tumi Camboja 15 de outubro de 1930 84 Arcebispo Emérito de Douala
28 de junho de 1991
Edward Idris Cassidy  Austrália 5 de julho de 1924 90 Presidente Emérito do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos
Nicolás de Jesús López Rodríguez República Dominicana 31 de outubro de 1936 78 Arcebispo de Santo Domingo, Primaz das Américas
Roger Mahony  Estados Unidos 27 de fevereiro de 1936 79 Arcebispo Emérito de Los Angeles
Camillo Ruini  Itália 19 de fevereiro de 1931 84 Vigário Geral Emérito da Diocese de Roma
Ján Chryzostom Korec, S.J.  Eslováquia 22 de janeiro de 1924 91 Bispo Emérito de Nitra
Henri Schwery Suíça 14 de junho de 1932 82 Bispo Emérito de Sion
26 de novembro de 1994
Miloslav Vlk  República Checa 17 de maio de 1932 83 Arcebispo Emérito de Praga
Carlo Furno  Itália 2 de dezembro de 1921 93 Grão-Mestre Emérito of the Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém e Arcipreste Emérito da Basílica de Santa Maria Maior
Julius Riyadi Darmaatmadja, S.J. Indonésia 20 de dezembro de 1934 80 Arcebispo Emérito de Jakarta
Jaime Lucas Ortega y Alamino  Cuba 18 de outubro de 1936 78 Arcebispo de San Cristóbal de la Habana
Gilberto Agustoni Suíça 26 de julho de 1922 92 Prefeito Emérito of the Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica
Emmanuel Wamala Uganda 15 de dezembro de 1926 88 Arcebispo Emérito de Kampala
William Henry Keeler  Estados Unidos 4 de março de 1931 84 Arcebispo Emérito de Baltimore
Adam Joseph Maida  Estados Unidos 18 de março de 1930 85 Arcebispo Emérito de Detroit
Vinko Puljic  Bósnia e Herzegovina 8 de setembro de 1945 69 Arcebispo de Vrhbosna (Sarajevo)
Juan Sandoval Íñiguez  México 28 de março de 1933 82 Arcebispo Emérito de Guadalajara
21 de fevereiro de 1998
Jorge Medina Estévez  Chile 23 de dezembro de 1926 88 Prefeito Emérito da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos
Darío Castrillón Hoyos  Colômbia 4 de julho de 1929 85 Presidente Emérito da Pontifícia Comissão Ecclesia Dei e Prefeito Emérito da Congregação para o Clero
James Francis Stafford  Estados Unidos 26 de julho de 1932 82 Penitenciário-Mór Emérito
Salvatore De Giorgi  Itália 6 de setembro de 1930 84 Arcebispo Emérito de Palermo
Serafim Fernandes de Araújo  Brasil 13 de agosto de 1924 90 Arcebispo Emérito de Belo Horizonte
Antonio María Rouco Varela Flag of Spain.svg Espanha 24 de agosto de 1936 78 Arcebispo Emérito de Madrid
Dionigi Tettamanzi  Itália 14 de março de 1934 81 Arcebispo Emérito de Milão
Polycarp Pengo  Tanzania 5 de agosto de 1944 70 Arcebispo de Dar-es-Salaam
Christoph Schönborn, O.P.  Áustria 22 de janeiro de 1945 70 Arcebispo de Viena
Norberto Rivera Carrera  México 6 de junho de 1942 72 Arcebispo do México
Marian Jaworski  Ucrânia 21 de agosto de 1926 88 Arcebispo Emérito de Lviv
Janis Pujats  Letônia 14 de novembro de 1930 84 Arcebispo Emérito de Riga
21 de fevereiro de 2001
Agostino Cacciavillan  Itália 14 de agosto de 1926 88 Presidente Emérito da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica
Sergio Sebastiani  Itália 11 de abril de 1931 84 Presidente Emérito da Prefeitura dos Assuntos Econômicos da Santa Sé
Zenon Grocholewski  Polónia 11 de outubro de 1939 75 Prefeito Emérito da Congregação para a Educação Católica
Crescenzio Sepe  Itália 2 de junho de 1943 71 Arcebispo de Nápoles
Walter Kasper  Alemanha 5 de março de 1933 82 Presidente Emérito do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos
Ivan Dias  Índia 14 de abril de 1936 79 Prefeito Emérito da Congregação para a Evangelização dos Povos
Geraldo Majella Agnelo  Brasil 19 de outubro de 1933 81 Arcebispo Emérito de São Salvador da Bahia
Pedro Rubiano Sáenz  Colômbia 13 de setembro de 1932 82 Arcebispo Emérito de Bogotá
Theodore Edgar McCarrick  Estados Unidos 7 de julho de 1930 84 Arcebispo Emérito de Washington
Desmond Connell  Irlanda 24 de março de 1926 89 Arcebispo Emérito de Dublin
Audrys Juozas Backis  Lituânia 1 de fevereiro de 1937 78 Arcebispo Emérito de Vilnius
Francisco Javier Errázuriz Ossa, Schönstatt  Chile 5 de setembro de 1933 81 Arcebispo Emérito de Santiago de Chile
Julio Terrazas Sandoval, C.SS.R.  Bolívia 7 de março de 1936 79 Arcebispo Emérito de Santa Cruz de la Sierra
Wilfrid Fox Napier, O.F.M. África do Sul 8 de março de 1941 74 Arcebispo de Durban
Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga, S.D.B. Honduras 29 de dezembro de 1942 72 Arcebispo de Tegucigalpa
Juan Luis Cipriani Thorne  Peru 28 de dezembro de 1943 71 Arcebispo de Lima
Francisco Álvarez Martínez Flag of Spain.svg Espanha 14 de julho de 1925 89 Arcebispo Emérito de Toledo
Cláudio Hummes, O.F.M.  Brasil 8 de agosto de 1934 80 Prefeito Emérito da Congregação para o Clero
Severino Poletto  Itália 18 de março de 1933 82 Arcebispo Emérito de Turim
Cormac Murphy-O'Connor  Reino Unido 24 de agosto de 1932 82 Arcebispo Emérito de Westminster
Lubomyr Husar, M.S.U.  Ucrânia 26 de fevereiro de 1933 82 Arcebispo Maior Emérito de Kiev e Halych (Igreja Greco-Católica Ucraniana)
Karl Lehmann  Alemanha 16 de maio de 1936 79 Bispo de Mainz
21 de outubro de 2003[1]
Jean-Louis Pierre Tauran  França 3 de abril de 1943 72 Camerlengo e Presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-Religioso
Julián Herranz Casado Flag of Spain.svg Espanha 31 de março de 1930 85 Presidente Emérito do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos
Javier Lozano Barragán  México 26 de janeiro de 1933 82 Presidente Emérito do Pontifício Conselho para a Pastoral no Campo da Saúde
Attilio Nicora  Itália 16 de março de 1937 78 Presidente Emérito da Autoridade de Informação Financeira
Angelo Scola  Itália 7 de novembro de 1941 73 Arcebispo de Milão
Anthony Olubunmi Okogie Nigéria 16 de junho de 1936 78 Arcebispo Emérito de Lagos
Bernard Panafieu  França 26 de janeiro de 1931 84 Arcebispo Emérito de Marseille
Gabriel Zubeir Wako Sudão 27 de fevereiro de 1939 76 Arcebispo de Khartoum
Carlos Amigo Vallejo, O.F.M. Flag of Spain.svg Espanha 23 de agosto de 1934 80 Arcebispo Emérito de Sevilha
Justin Francis Rigali  Estados Unidos 19 de abril de 1935 80 Arcebispo Emérito da Filadélfia
Keith O'Brien  Reino Unido 17 de março de 1938 77 Arcebispo Emérito de Santo André e Edimburgo
Eusebio Oscar Scheid, S.C.I.  Brasil 8 de dezembro de 1932 82 Arcebispo Emérito de São Sebastião do Rio de Janeiro
Ennio Antonelli  Itália 18 de novembro de 1936 78 Presidente Emérito do Pontifício Conselho para a Família
Peter Kodwo Appiah Turkson Gana 11 de outubro de 1948 66 Presidente do Pontifício Conselho Justiça e Paz
Telesphore Placidus Toppo  Índia 13 de outubro de 1939 75 Arcebispo de Ranchi
George Pell  Austrália 8 de abril de 1941 74 Prefeito da Secretaria para a Economia
Josip Bozanic  Croácia 20 de março de 1949 66 Arcebispo de Zagreb
Jean-Baptiste Phạm Minh Mẫn  Vietname 5 de março de 1934[2] 81 Arcebispo Emérito de Ho Chi Minh
Philippe Barbarin  França 17 de outubro de 1950 64 Arcebispo de Lyon
Péter Erdő  Hungria 25 de junho de 1952 62 Arcebispo de Esztergom-Budapest
Marc Ouellet, P.S.S.  Canadá 8 de junho de 1944 70 Prefeito da Congregação para os Bispos
Georges Marie Martin Cottier, O.P. Suíça 25 de abril de 1922 93 Arcebispo titular de Tullia, aposentou-se como Pro-teólogo da Casa Pontifícia e como secretário-geral da Comissão Teológica Internacional
24 de março de 2006
Agostino Vallini  Itália 17 de abril de 1940 75 Vigário Geral de Roma
Jorge Urosa  Venezuela 28 de agosto de 1942 72 Arcebispo de Caracas
Gaudencio Borbon Rosales Filipinas 10 de agosto de 1932 82 Arcebispo Emérito de Manila
Jean-Pierre Ricard  França 25 de setembro de 1944 70 Arcebispo de Bordeaux
Antonio Cañizares Llovera Flag of Spain.svg Espanha 15 de outubro de 1945 69 Arcebispo de Valência
Nicolas Cheong Jin-suk  Coreia do Sul 7 de dezembro de 1931 82 Arcebispo Emérito de Seul
Seán Patrick O'Malley, O.F.M. Cap.  Estados Unidos 29 de junho de 1944 70 Arcebispo de Boston
Stanisław Dziwisz  Polónia 27 de abril de 1939 76 Arcebispo de Kraków
Carlo Caffarra  Itália 1 de junho de 1938 76 Arcebispo de Bologna
Joseph Zen Ze-Kiun, S.D.B.  Hong Kong 13 de janeiro de 1932 83 Bispo Emérito de Hong Kong
24 de novembro de 2007
Seán Baptist Brady  Irlanda 16 de agosto de 1939 75 Arcebispo Emérito de Armagh
Lluís Martínez Sistach Flag of Spain.svg Espanha 29 de abril de 1937 78 Arcebispo de Barcelona
André Armand Vingt-Trois  França 7 de novembro de 1942 72 Arcebispo de Paris
Angelo Bagnasco  Itália 14 de janeiro de 1943 72 Arcebispo de Gênova
Théodore-Adrien Sarr Senegal 28 de novembro de 1936 78 Arcebispo Emérito de Dakar
Oswald Gracias  Índia 24 de dezembro de 1944 70 Arcebispo de Bombaim
Francisco Robles Ortega  México 2 de março de 1949 66 Arcebispo de Guadalajara
Daniel DiNardo  Estados Unidos 23 de maio de 1949 66 Arcebispo de Galveston-Houston
Odilo Pedro Scherer  Brasil 21 de setembro de 1949 65 Arcebispo de São Paulo
John Njue  Quênia 31 de dezembro de 1944[3] 70 Arcebispo de Nairobi
Estanislao Esteban Karlic  Argentina 7 de fevereiro de 1926 89 Arcebispo Emérito de Paraná
20 de novembro de 2010
Raúl Eduardo Vela Chiriboga Equador 1 de janeiro de 1934 81 Arcebispo Emérito de Quito
Laurent Monsengwo Pasinya  República Democrática do Congo 7 de outubro de 1939 75 Arcebispo de Kinshasa
Paolo Romeo  Itália 20 de fevereiro de 1938 77 Arcebispo de Palermo
Donald William Wuerl  Estados Unidos 12 de novembro de 1940 74 Arcebispo de Washington
Raymundo Damasceno Assis  Brasil 15 de fevereiro de 1937 78 Arcebispo de Aparecida
Kazimierz Nycz  Polónia 1 de fevereiro de 1950 65 Arcebispo de Varsóvia
Malcolm Ranjith Sri Lanka 15 de novembro de 1947 67 Arcebispo de Colombo
Reinhard Marx  Alemanha 21 de setembro de 1953 61 Arcebispo de Munique e Frisinga
José Manuel Estepa Llaurens Flag of Spain.svg Espanha 1 de janeiro de 1926 89 Ordinário militar Emérito da Espanha
18 de fevereiro de 2012
George Alencherry  Índia 19 de abril de 1945 70 Arcebispo Maior de Ernakulam-Angamaly (Igreja Católica Siro-Malabar)
Thomas Christopher Collins  Canadá 16 de janeiro de 1947 68 Arcebispo de Toronto
Dominik Duka, O.P.  República Checa 26 de abril de 1943 72 Arcebispo de Praga
Willem Jacobus Eijk  Países Baixos 22 de junho de 1953 61 Arcebispo de Utrecht
Giuseppe Betori  Itália 25 de fevereiro de 1947 68 Arcebispo de Florença
Timothy Michael Dolan  Estados Unidos 6 de fevereiro de 1950 65 Arcebispo de New York
Rainer Maria Woelki  Alemanha 18 de agosto de 1956 58 Arcebispo de Colônia
John Tong Hon  Hong Kong 31 de julho de 1939 75 bispo de Hong Kong
Lucian Mureşan  Roménia 23 de maio de 1931 84 Arcebispo Maior de Făgăraş şi Alba Iulia (Igreja Greco-Católica Romena unida com Roma)
24 de novembro de 2012
Baselios Cleemis Thottunkal  Índia 15 de junho de 1959 55 Arcebispo Maior de Trivandrum (Igreja Católica Siro-Malancar)
John Olorunfemi Onaiyekan Nigéria 29 de janeiro de 1944 71 Arcebispo de Abuja
Rubén Salazar Gómez  Colômbia 22 de setembro de 1942 72 Arcebispo de Bogotá
Luis Antonio Tagle Filipinas 21 de junho de 1957 57 Arcebispo de Manila
22 de fevereiro de 2014
Pietro Parolin  Itália 17 de janeiro de 1955 60 Cardeal Secretário de Estado
Vincent Gerard Nichols  Reino Unido 8 de novembro de 1945 69 Arcebispo de Westminster
Leopoldo José Brenes Solórzano Nicarágua 7 de março de 1949 66 Arcebispo de Manágua
Gérald Cyprien Lacroix, ISPX  Canadá 27 de julho de 1957 57 Arcebispo de Québec
Jean-Pierre Kutwa Costa do Marfim 22 de dezembro de 1945 69 Arcebispo de Abidjan
Orani João Tempesta, O. Cist.  Brasil 23 de junho de 1950 64 Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro
Gualtiero Bassetti  Itália 7 de abril de 1942 73 Arcebispo de Perugia-Città della Pieve
Mario Aurelio Poli  Argentina 29 de novembro de 1947 67 Arcebispo de Buenos Aires
Andrew Yeom Soo-jung  Coreia do Sul 5 de dezembro de 1943 71 Arcebispo de Seul
Ricardo Ezzati Andrello, S.D.B.  Chile 7 de janeiro de 1942 73 Arcebispo de Santiago do Chile
Philippe Ouédraogo  Burkina Faso 25 de janeiro de 1945 70 Arcebispo de Ouagadougou
Orlando Beltran Quevedo, O.M.I. Filipinas 11 de março de 1939 76 Arcebispo de Cotabato
Chibly Langlois Haiti 29 de novembro de 1958 56 bispo de Les Cayes
Loris Francesco Capovilla  Itália 14 de outubro de 1915 99 Prelado Emérito de Loreto
Fernando Sebastián Aguilar, C.M.F. Flag of Spain.svg Espanha 14 de dezembro de 1929 85 Arcebispo Emérito de Pamplona y Tudela
Kelvin Edward Felix  Saint Lucia 15 de fevereiro de 1933 82 Arcebispo Emérito de Castries
14 de fevereiro de 2015
Manuel Clemente  Portugal 16 de julho de 1948 66 Patriarca de Lisboa
Berhaneyesus Souraphiel, C.M.  Etiópia 14 de julho de 1948 66 Arcebispo de Addis Abeba (Igreja Católica Etíope)
John Atcherley Dew  Nova Zelândia 5 de maio de 1948 67 Arcebispo de Wellington
Edoardo Menichelli  Itália 14 de outubro de 1939 75 Arcebispo de Ancona-Osimo
Pierre Nguyễn Văn Nhơn  Vietname 1 de abril de 1938 77 Arcebispo de Hanói
Alberto Suárez Inda  México 30 de janeiro de 1939 76 Arcebispo de Morelia
Charles Maung Bo, S.D.B.  Myanmar 29 de outubro de 1948 66 Arcebispo de Yangon
Francis Xavier Kriengsak Kovithavanij  Tailândia 27 de junho de 1949 65 Arcebispo de Bangkok
Francesco Montenegro  Itália 22 de maio de 1946 69 Arcebispo de Agrigento
Daniel Fernando Sturla Berhouet, S.D.B. Uruguai 4 de julho de 1959 55 Arcebispo de Montevideo
Ricardo Blázquez Pérez Flag of Spain.svg Espanha 13 de abril de 1942 73 Arcebispo de Valladolid
José Lacunza Maestrojuán, O.A.R.  Panamá 24 de fevereiro de 1944 71 bispo de David
Arlindo Gomes Furtado Cabo Verde Cabo Verde 15 de novembro de 1949 65 bispo de Santiago de Cabo Verde
Soane Patita Paini Mafi  Tonga 19 de dezembro de 1961 53 bispo de Tonga
José de Jesús Pimiento Rodríguez  Colômbia 18 de fevereiro de 1919 96 Arcebispo Emérito de Manizales
Luis Héctor Villalba  Argentina 11 de outubro de 1934 80 Arcebispo Emérito de Tucumán
Júlio Duarte Langa  Moçambique 27 de outubro de 1927 87 bispo Emérito de Xai-Xai
Cardeais da Ordem dos Diáconos[4]
21 de outubro de 2003[1] Renato Raffaele Martino  Itália 23 de novembro de 1932 82 Presidente Emérito do Pontifício Conselho Justiça e Paz, Cardeal-protodiácono desde 12 de junho de 2014
24 de março de 2006
William Joseph Levada  Estados Unidos 15 de junho de 1936 78 Prefeito Emérito da Congregação para a Doutrina da Fé
Franc Rode, C.M.  Eslovênia 23 de setembro de 1934 80 Prefeito Emérito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica
Andrea Cordero Lanza di Montezemolo  Itália 27 de agosto de 1925 89 Arcipreste Emérito da Basílica de São Paulo Extramuros
Albert Vanhoye, S.J.  França 23 de julho de 1923 91 antigo secretário da Pontifícia Comissão Bíblica
24 de novembro de 2007
Leonardo Sandri  Argentina 18 de novembro de 1943 71 Prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais
Giovanni Lajolo  Itália 3 de janeiro de 1935 80 Presidente Emérito da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano
Paul Josef Cordes  Alemanha 5 de setembro de 1934 80 Presidente Emérito do Pontifício Conselho Cor Unum
Angelo Comastri  Itália 17 de setembro de 1943 71 Arcipreste da Basílica de São Pedro, Vigário Geral do Estado da Cidade do Vaticano e Presidente da Fábrica de São Pedro
Stanislaw Rylko  Polónia 4 de julho de 1945 69 Presidente do Pontifício Conselho para os Leigos
Raffaele Farina, S.D.B.  Itália 24 de setembro de 1933 81 Arquivista Emérito dos Arquivos Secretos do Vaticano e Bibliotecário Emérito da Biblioteca Vaticana
Giovanni Coppa  Itália 9 de novembro de 1925 89 Núncio apostólico Emérito na República Tcheca
20 de novembro de 2010
Angelo Amato, S.D.B.  Itália 8 de junho de 1938 76 Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos
Robert Sarah Guiné 15 de junho de 1945 69 Prefeito da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos
Francesco Monterisi  Itália 28 de maio de 1934 80 Arcipreste Emérito da Basílica de São Paulo Extramuros
Raymond Leo Burke  Estados Unidos 30 de junho de 1948 66 Patrono da Ordem Soberana e Militar de Malta
Kurt Koch Suíça 15 de março de 1950 65 Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos
Paolo Sardi  Itália 1 de setembro de 1934 80 Patrono Emérito da Ordem Soberana e Militar de Malta
Mauro Piacenza  Itália 15 de setembro de 1944 70 Penitenciário-Mór
Velasio de Paolis, C.S.  Itália 19 de setembro de 1935 79 Presidente Emérito da Prefeitura dos Assuntos Econômicos da Santa Sé
Gianfranco Ravasi  Itália 18 de outubro de 1942 72 Presidente do Pontifício Conselho para a Cultura
Elio Sgreccia  Itália 6 de junho de 1928 86 Presidente Emérito da Pontifícia Academia para a Vida
Walter Brandmüller  Alemanha 26 de janeiro de 1929 86 Presidente Emérito do Pontifício Comitê das Ciências Históricas
18 de fevereiro de 2012
Fernando Filoni  Itália 15 de abril de 1946 69 Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos
Manuel Monteiro de Castro  Portugal 29 de março de 1938 77 Penitenciário-Mór Emérito
Santos Abril y Castelló Flag of Spain.svg Espanha 21 de setembro de 1935 79 Arcipreste da Basílica de Santa Maria Maior
Antonio Maria Vegliò  Itália 3 de fevereiro de 1938 77 Presidente do Pontifício Conselho para a Pastoral dos Migrantes e Itinerantes
Giuseppe Bertello  Itália 1 de outubro de 1942 72 Presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano
Francesco Coccopalmerio  Itália 6 de março de 1938 77 Presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos
João Braz de Aviz  Brasil 24 de abril de 1947 68 Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica
Edwin Frederick O'Brien  Estados Unidos 8 de abril de 1939 76 Grão-Mestre da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém
Domenico Calcagno  Itália 3 de fevereiro de 1943 72 Presidente da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica
Giuseppe Versaldi  Itália 30 de julho de 1943 71 Presidente da Congregação para a Educação Católica
Prosper Grech, O.S.A.  Malta 24 de dezembro de 1925 89 Docente em várias universidades romanas e consultor da Congregação para a Doutrina da Fé
24 de novembro de 2012
James Michael Harvey  Estados Unidos 20 de outubro de 1949 65 Arcipreste da Basílica de São Paulo Extramuros
22 de fevereiro de 2014
Lorenzo Baldisseri  Itália 29 de setembro de 1940 74 Secretário Geral do Sínodo dos Bispos
Gerhard Ludwig Müller  Alemanha 31 de dezembro de 1947 67 Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé
Beniamino Stella  Itália 18 de agosto de 1941 73 Prefeito da Congregação para o Clero
14 de fevereiro de 2015
Dominique Mamberti  França 7 de março de 1952 63 Prefeito do Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica
Luigi de Magistris  Itália 23 de fevereiro de 1926 89 Pro-Penitentiário-Mór Emérito
Karl-Josef Rauber  Alemanha 11 de abril de 1934 81 Núncio apostólico (aposentado)

Cardeais da Itália ao longo do tempo (percentual)[editar | editar código-fonte]

Cardeais italianos em percentual do total do Colégio de Cardeais (1903–2013)
fevereiro de 2013 22.60
abril de 2005 17.09
outubro de 1978 22.50
agosto de 1978 22.80
1963 35.36
1958 35.80
1939 54.80
1922 51.60
1914 50.76
1903 56.25

Cardeais vs. distribuição geográfica de católicos[editar | editar código-fonte]

'
Região População Total Católicos  % Católicos  % total de católicos  % do Colégio de Cardeais
África 885,103,542 135,211,325 15.27% 12.57% 8.17%
Ásia e Oriente Médio 3,889,093,723 123,851,272 3.18% 11.51% 9.62%
Europa 750,072,510 283,916,457 37.85% 26.37% 57.65%
América Central 42,883,849 32,317,384 75.36% 3.00% 1.00%
América do Norte e Caribe 472,952,469 192,274,838 40.65% 17.88% 12.98%
América do Sul 371,363,897 299,570,011 80.66% 27.87% 10.58%
Oceania 30,686,468 7,747,654 25.24% 0.72% 1.92%

Cardeais por nacionalidade[editar | editar código-fonte]

Número de Cardeais Nationalidade
51 Itália
17 Estados Unidos
11 Espanha
10 Brasil, Alemanha
9 França
6 Polônia
5 Índia, México
4 Argentina, Canadá, Colômbia, Filipinas, Suíça
3 Chile, Nigéria, Portugal, Reino Unido
2 Austrália, Coreia do Sul, Eslováquia, Hong Kong, Hungria, Irlanda, Líbano, Moçambique, Nicarágua, Nova Zelândia, Países Baixos, Tailândia, República Tcheca, Ucrânia, Vietnã
1 África do Sul, Angola, Áustria, Bélgica, Bolívia, Bósnia e Herzegovina, Burkina Faso, Camarões, Cabo Verde, República Democratica do Congo, Costa do Marfim, Croácia, Cuba, República Dominicana, Egito, Equador, Eslovênia, Etiópia, Gana, Guiné, Haiti, Honduras, Indonésia, Letônia, Lituânia, Malta, Myanmar, Panamá, Peru, Quênia, Romênia, Santa Lúcia, Senegal, Sri Lanka, Sudão, Tanzânia, Tonga, Uganda, Uruguai, Venezuela

Referências

  1. a b Em 2003 o Papa João Paulo II anunciou que havia criado um cardeal secretamente (in pectore). Esta nomeação teria tido efeito se tivesse sido anunciada antes da morte do Papa. Houve especulação da imprensa de que era seu secretário pessoal sênior, Stanisław Dziwisz, ou um residente do continente da República Popular da China. Em 6 de abril de 2005 o porta-voz do Vaticano revelou que o Papa João Paulo II não havia anunciado o nome deste Cardeal diante de testemunhas antes de sua morte e que a nomeação ficou, portanto, sem efeito.
  2. Metropolitan Arcebispos of Thành-Phô Hô Chí Minh GigaCatholic.com
  3. "Cardeal Njue" at catholic-pages.com
  4. Cardeais-diáconos têm o direito de pedir para se tornar cardeal-presbítero, depois de dez anos como cardeal-diácono. Todos os que são cardeal-diácono eleitores fazem uso deste direito.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.