Colbert Martins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde setembro de 2011).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Colbert Martins
Colbert Martins da Silva Filho
Nascimento 2 de setembro de 1952
Feira de Santana
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Secretário Nacional de Turismo[1]

Colbert Martins da Silva Filho (Feira de Santana, 2 de setembro de 1952) é um médico e político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Colbert Martins, político de Feira de Santana, na Bahia,onde exerceu por dua vezes o mandato de Prefeito, Colbert Martins foi candidato a prefeito de Feira de Santana em 2008,mas ficou em 2º lugar com 24%,perdendo para Tarcisio Pimenta que obteve 54% dos votos. Colbert Filho foi deputado federal em terceiro mandato pelo estado até 2011 e assumiu o cargo do Secretário Nacional de Turismo em maio de 2011. Em julho de 2011 confirmou a sua candidatura a prefeito de Feira de Santana pelo PMDB.[1] Foi preso em agosto de 2011 em uma operação da Polícia Federal que investigava desvio de dinheiro público destinado ao turismo.[2] Foi preso em agosto de 2011, durante a Operação Voucher, juntamente com outras 36 pessoas, que investigava denúncias de corrupção no ministério do turismo. Foi subsecretário e secretário da saúde na Bahia, no final da década de 1980.

Foi o criador do projeto para a criação da Região Metropolitana de Feira de Santana,[3] que foi sancionada pelo governador Jaques Wagner em 6 de julho de 2011 pela Lei Complementar nº 35, e entrou em vigor a partir do dia 7 de julho de 2011, dia em que o decreto foi publicado no Diário Oficial.[4] [5] .

Cargos eletivos[editar | editar código-fonte]

  • Deputado estadual, 1991-1995, BA, PMDB;
  • Deputado federal, 1997-1999, BA, PMDB;
  • Deputado federal, 2003-2007, BA, PPS;'
  • Deputado federal, 2007-2011, BA, PPS;

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.