Coleção de dados

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde fevereiro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde fevereiro de 2014).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pinguins-de-adélia são identificados e pesados cada vez que eles atravessam uma báscula automatizada, em seu caminho para/vindo do mar.[1]

Coleção de dados é o processo de coletar e mensurar informações em variáveis de interesse, numa metodologia sistemática estabelecida que permitam alguém responder perguntas de pesquisas apresentadas, teste de hipóteses e avaliar resultados. O componente de pesquisa da coleção de dados é comum a todos os campos de estudo, incluindo as ciências físicas, sociais, humanas, negócios, etc. Enquanto métodos variam por disciplina, a ênfase em certificar uma coleção acurada e honesta permanece a mesma.

Independente do campo de estudo ou preferencia da definição de dados (quantitativo,qualitativo), coleção de dados acurada é essencial pra manter a integridade de pesquisas. Ambas as seleções de instrumentos apropriados para a coleção (existentes, modificados, ou desenvolvidos recentemente) e instruções deliberadamente claras para o seu uso correto a fim de reduzir probabilidade de erros ocorrerem.

Um processo de coleção de dados formal é necessário para assegurar que os dados obtidos são tão bem definidos quanto acurados e que as decisões subsequentes em argumentos embasados nas informações achadas são válidas.[2] O processo gera uma base de referência na qual se deve medir-se e em certos casos um alvo em que se deve melhorar.

Consequências de uma coleção de dados impropria incluem:

  • Inabilidade de responder perguntas de pesquisas acuradamente.
  • Inabilidade de repetir e validar o estudo.

Resultados de buscas distorcidos resultam em recursos desperdiçados e podem desencaminhar outros pesquisadores em perseguir vias de investigação infrutíferas. Isso compromete decisões para políticas públicas, assim como causa danos aos indivíduos participantes destas.

Enquanto o nível do impacto de uma coleção de dados defeituosa pode variar entre disciplinas e natureza da investigação, há um potencial em causar perigos desproporcionais quando esses resultados são usados para auxiliar implementações de melhorias políticas.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. doi:10.1371/journal.pone.0085291
    Esta citação será automaticamente completada em poucos minutos. Você pode furar a fila ou completar manualmente
  2. Data Collection and Analysis By Dr. Roger Sapsford, Victor Jupp ISBN 0-7619-5046-X
  3. Weimer, J. (ed.) (1995). Research Techniques in Human Engineering. Englewood Cliffs, NJ: Prentice Hall ISBN 0-13-097072-7