Colin Cherry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edward Colin Cherry
Engenharia eletrônica, ciência cognitiva
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Residência  Reino Unido
Nascimento 23 de junho de 1914
Local St Albans
Morte 23 de novembro de 1979 (65 anos)
Local Londres
Atividade
Campo(s) Engenharia eletrônica, ciência cognitiva
Instituições Centro de Pesquisa Hirst, Ministério da Produção de Aviões, Royal Signals and Radar Establishment, Universidade de Manchester, Imperial College London
Alma mater City University
Orientador(es) Norbert Wiener
Orientado(s) Bruce Sayers, Robert Eugene Bogner, John Hugh Westcott, Adrian Fourcin[1]
Prêmio(s) Prêmio Marconi (1978)

Edward Colin Cherry (St Albans, 23 de junho de 1914Londres, 23 de novembro de 1979) foi um engenheiro eletrônico britânico.

Foi professor de telecomunicações no Imperial College London e cientista cognitivo, cujas contribuições principais estiveram no campo da "atenção auditiva focalizada", especificamente a respeito do problema de separação das fontes. Isto concerne ao problema de seguir somente uma conversação quando muitas outras conversações estão ocorrendo ao nosso redor.

Ele fez um teste e lançou duas mensagens auditivas às orelhas esquerda e direita de alguns participantes, pedindo para que eles prestassem atenção a apenas uma. Colin Cherry percebeu, então, que muito pouca informação sobre a mensagem secundária foi obtida pelos participantes: as características físicas foram detectadas, mas as características semânticas não. Cherry concluiu, conseqüentemente, que a informação auditiva secundária recebe muito pouco processamento e que nós usamos diferenças físicas entre mensagens para selecionar a que nós preferimos.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]