Colin Powell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde março de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Colin Powell
Colin Powell
65º Secretário de Estado dos Estados Unidos
Período de governo 20 de janeiro de 2001
a26 de janeiro de 2005
Presidente George W. Bush
Antecessor(a) Madeleine Albright
Sucessor(a) Condoleezza Rice
Vida
Nascimento 5 de Abril de 1937 (77 anos)
Nova Iorque
Dados pessoais
Cônjuge Alma Johnson
Partido Republicano
Profissão Militar, Estadista

Colin Luther Powell (Bronx, Nova Iorque, 5 de abril de 1937) é um militar da reserva estadunidense e foi o 65º Secretário de Estado dos Estados Unidos durante o governo do presidente George W. Bush, entre 20 de janeiro de 2001 até 26 de janeiro de 2005.

Filho de uma família de imigrantes jamaicanos, cumpriu duas comissões de serviço na Guerra do Vietnam, em 1962-1963 e em 1968-1969. E em reconhecimento pelos serviços prestados foram-lhe atribuídas várias medalhas e condecorações.

Em 1972 assumiu o seu primeiro cargo de natureza política, fazendo parte da equipa de funcionários da Casa Branca, e tornou-se depois assistente de Frank Carlucci. Posteriormente, desempenhou diversas funções de comando no Pentágono.

Em 1987 passou a fazer parte do Conselho Nacional de Segurança dos Estados Unidos e tornou-se assessor do presidente para os assuntos de segurança nacional. No fim desse ano, Ronald Reagan nomeou-o sucessor de Carlucci.

Em 1990, o presidente George Bush nomeou Powell para o cargo de chefe do Estado-Maior Conjunto (isto é, das várias Armas), o mais alto posto militar do país.

Powell planeou a invasão norte-americana do Panamá em Dezembro de 1989, destinada a derrubar e capturar o ditador Manuel Noriega, e a operação Tempestade no Deserto durante a Guerra do Golfo (Agosto de 1990-Março de 1991).

Retirou-se da vida militar em 1993. Depois disso, tem-se dedicado a escrever, a fazer conferências e a contactos políticos. É frequentemente apontado como futuro candidato à Presidência, seja como independente, seja com o apoio do Partido Republicano, no qual, em todo o caso, não se encontra filiado.

Depois de retirar-se do Exército, o secretário Powell escreveu a sua autobiografía "My American Journey", livro que se publicou em 1995 e que teve um grande êxito de vendas.

A 20 de Janeiro de 2001, torna-se Secretário de Estado dos Estados Unidos e um elemento chave no governo de George W. Bush na luta contra o terrorismo, especialmente após os atentados de 11 de Setembro de 2001.

A 19 de Outubro de 2008 ( a 15 dias das eleições Presidenciais), Powell confirma publicamente o seu apoio à candidatura de Obama, à Casa Branca.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Madeleine Albright
Secretário de Estado dos Estados Unidos
20012005
Sucedido por
Condoleezza Rice
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Colin Powell


Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Colin Powell