Colina (bioquímica)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Colina (bioquímica)
Alerta sobre risco à saúde
Choline-skeletal.png
Nome IUPAC (2-Hidroxietil)trimetilamónio
Identificadores
Número CAS 62-49-7
PubChem 305
ChemSpider 299
MeSH Choline
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C5H14NO+
Massa molar 104.17 g/mol
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

A colina é um composto orgânico, classificado como um nutriente essencial solúvel em água[1] [2] e usualmente agrupado dentro do complexo de vitamina B. Esta amina natural é encontrada nos lípidos que fazem as membranas celulares e no neurotransmissor acetilcolina. Doses deste micronutriente de cerca de 425-550 miligramas diárias, para adultos, foram estabelecidas pelo Food and Nutrition Board of the Institute of Medicine of the National Academy of Sciences.

História[editar | editar código-fonte]

A colina foi descoberta por Andreas Strecker em 1864 e sintetizado quimicamente em 1866. Em 1998 a colina foi classificada como em nutriente essencial pelo Food and Nutrition Board of the Institute of Medicine (U.S.A.).

Imagens adicionais[editar | editar código-fonte]

Referências