Coloração negativa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Micrografia eletrônica de tecido vegetal (orgânico) sem (em cima) e com coloração com OsO4.

Coloração negativa é um método estabelecido, frequentemente usado em microscopia diagnóstica, para contrastar um espécime fino (de baixa espessura) com um fluido opticamente opaco.

Para microscopia de campo claro, a coloração negativa é normalmente realizada uando-se um fluido pigmentado preto tal como a negrosina. O espécime, tal como uma cultura de bactérias em líquido é espalhado sobre uma lâmina de vidro, é misturada com o coante negativo e deixa-se secar. Quando visto com o microscópio as células bacterianas, e talvez seus esporos, aparecem brilhantes contra o o fundo escuro circundante. Um método alternativo tem sido desenvolvido usando-se uma caneta para marcação de tinta à prova d'água comum para fornecer o corante negativo.1

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. S. Woeste and P. Demchick (1991). Appl Environ Microbiol. 57(6): 1858-1859 http://aem.asm.org/cgi/content/abstract/57/6/1858