Coma induzido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Star of life caution.svg
Advertência: A Wikipédia não é consultório médico nem farmácia.
Se necessita de ajuda, consulte um profissional de saúde.
As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento.

O coma induzido, ou coma barbitúrico é um coma temporário provocado por uma dose controlada de droga barbitúrica. É usado para proteger o cérebro durante grandes neurocirurgias e como última linha de tratamento em certos casos de estado epiléptico que não respondem a outros tratamentos.

Os compostos barbitúricos reduzem a taxa de metabolismo do tecido cerebral, assim como o fluxo sanguíneo cerebral. Com essas reduções, os vasos sanguíneos do cérebro se estreitam, diminuindo o volume ocupado pelo cérebro, e portanto, a pressão intracraniana. Acredita-se que com o inchaço aliviado, a pressão diminui e alguma ou toda lesão cerebral possa ser evitada. Muitos estudos comprovam essa teoria, mostrando redução da mortalidade no tratamento de hipertensão intracraniana refratária com o coma induzido.1 2 3

Cerca de 55% da utilização de oxigênio e glicose do cérebro é destinada para sua atividade elétrica e o resto para todas outras atividades, como metabolismo. Isso é reconhecido por dispositivos como o eletroencefalograma, que mede a atividade elétrica cerebral. Quando barbitúricos são dados para pacientes com cérebro danificado para induzir o coma, eles agem reduzindo a atividade elétrica, o que teoricamente reduz a demanda de oxigênio e metabólica. Uma vez que há melhora no estado geral do paciente, as drogas são reduzidas gradualmente o paciente retoma a consciência.

O coma induzido é utilizado no tratamento da raiva, através do Protocolo de Milwaukee.

Fonte: Hospitais Portugueses

Referências

  1. (Julho 2000) "Use of barbiturates in the control of intracranial hypertension" (em ingles). Journal of Neurotrauma 17 (6-7): 527-31. DOI:10.1089/neu.2000.17.527.
  2. Lee, MW; Deppe SA, Sipperly ME, Barrette RR, Thompson DR.. (Junho 2001). "The efficacy of barbiturate coma in the management of uncontrolled intracranial hypertension following neurosurgical trauma" (em ingles). Journal of Neurotrauma 11 (3): 325–31. DOI:10.1089/neu.2000.17.527.
  3. Nordby, HK; Nesbakken R. (1984). "The effect of high dose barbiturate decompression after severe head injury: A controlled clinical trial" (em ingles). Acta Neurochirurgica 72 (3-4): 157-66. DOI:10.1007/BF01406868. PMID 6382945.