Comac C919

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Current event marker.svg
Este artigo ou seção contém informações sobre uma aeronave futura.
As informações neste artigo podem mudar com freqüência. Por favor, não adicione dados especulativos e lembre-se de colocar referências e fontes confiáveis ​​para atestar as informações citadas.
Plane icon.svg



COMAC C919
New Zealand PW-51.svg
Maquete do COMAC C919 no Show Aéreo de Paris
Descrição
Tipo Avião comercial
Fabricante China Commercial Aircraft
Primeiro voo Previsto* para 2015
Capacidade de
passageiros
160-180 passageiros

O Comac C919 é um modelo de avião de 168-190 lugares de fuselagem estreita, presentemente em fase de desenvolvimento pela COMAC.[1] Quando operar será o maior avião comercial projetado e construído na China desde o extinto Shanghai Y-10. Seu primeiro voo está previsto para ocorrer em 2015, com entregas programadas para 2018. O C919 faz parte da meta da COMAC a longo prazo para alcançar a Airbus e a Boeing e competir contra o Airbus A320 e o Boeing 737 MAX.[2] [3]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A construção da aeronave começou em 2 de setembro de 2009.[4] Irá ser equipada com motor e instrumentos de voo fabricados no exterior. Contudo, a China expressou sua esperança de que, no futuro, um motor fabricado no país seja projetado para o C919.

Pedidos[editar | editar código-fonte]

No Zhuhai Airshow 2010, a COMAC anunciou ter obtido um total de 55 pedidos do C919 para 6 companhias aéreas: as companhias aéreas que compraram a aeronave foram a China Eastern Airlines, Air China, Hainan Airlines, China Southern Airlines, CDB Leasing Company e a Serviços GE Capital Aviation. Em 2014, também o China Merchants Bank se juntou às encomendas[3] .

Referências