Come to Life

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Come to Life
Álbum de estúdio de Natalie Imbruglia
Lançamento Itália 2 de Outubro de 2009
Gravação 2007-2009
Gênero(s) Pop, rock, britpop, indie
Gravadora(s) Island Records
Produção Ben Hillier
Cronologia de Natalie Imbruglia
Último
Último
Glorious: The Singles 1997-2007
(2007)
Próximo
Próximo

Come to Life é o quarto álbum de estúdio da cantora australiana Natalie Imbruglia, lançado em 2009.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Cancelamentos[editar | editar código-fonte]

Natalie lançaria o álbum inicialmente no ano de 2007, mas o lançamento foi cancelado pela Sony BMG, que optou por publicar antes a coletânea Glorious: The Singles 1997-2007, com os principais singles da cantora. A coletânea incluiu também algumas faixas inéditas de Natalie, gravadas inicialmente para este álbum.

Após isto, a data de lançamento do álbum foi anunciada para o começo de 2008, tendo como primeiro single a música "Scars". No entanto, o lançamento foi novamente adiado, em razão do fim do casamento de Natalie com o músico australiano Daniel Johns[1] , em Janeiro de 2008, e do posterior término do contrato com a sua gravadora. Postergado, a princípio para Junho do mesmo ano, o álbum acabou sendo adiado pela cantora para 2009, a fim de produzir novas faixas para o disco.

Confirmação[editar | editar código-fonte]

O anúncio oficial do lançamento de Come To Life foi feito em 30 de março de 2009 pelo site oficial da cantora[2] , mas o lançamento acabou sendo adiado mais uma vez, para o segundo semestre de 2009.

Em 31 de julho de 2009, o site de Natalie confirmou a data de lançamento para 5 de outubro no Reino Unido e 12 de outubro na Europa, pela gravadora Island Records. O álbum foi produzido por Ben Hillier, com colaborações de Chris Martin, vocalista da banda Coldplay, e Brian Eno.

Em entrevista ao jornal Herald Sun, Martin chegou a afirmar que estava um pouco arrependido por dar a canção "Fun" à Imbruglia, pois para ele, a faixa seria "a melhor música do Coldplay de todos os tempos"[3] .

Divulgação[editar | editar código-fonte]

A primeira amostra oficial deste trabalho, o videoclipe da canção "Wild About It", foi disponibilizado na internet em 3 de agosto de 2009.

O primeiro single "Want" foi lançado oficialmente em 28 de Setembro de 2009 no Reino Unido, mas devido ao baixo apoio das rádios britânicas ao single, o lançamento do álbum no país foi suspenso. Na Europa, Come To Life foi lançado primeiramente na Itália, em 02 de Outubro de 2009. Posteriormente, o álbum foi lançado em todo o continente europeu, na Austrália e na Ásia.

No Reino Unido, o álbum seria lançado com o segundo single "Scars" em 2010. No entanto, um novo fracasso de divulgação levou ao cancelamento do single e do álbum, enquanto Natalie decidiu concentrar-se em sua participação como jurada na edição australiana do programa The X Factor. Em 2011, o álbum foi disponibilizado para venda no país, sem qualquer promoção.

Opiniões da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg link

O álbum recebeu a melhor avaliação, dentre os trabalhos da cantora, pelo site AllMusic Guide, que deu 4 estrelas ao disco. Stephen Thomas Erlewine afirmou que o disco "se beneficia de letras pop consistentes, conseguindo evocar o auge da época de 'Torn', sendo ao mesmo tempo moderno".

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "My God"
  2. "Lukas"
  3. "Fun"
  4. "Twenty"
  5. "Scars"
  6. "Want"
  7. "WYUT"
  8. "Cameo"
  9. "All The Roses"
  10. "Wild About It"
  11. "Flirting" (faixa-bônus da edição japonesa)

Paradas[editar | editar código-fonte]

Parada (2009) Posição
ARIA Top 100 Albums[4] 67
ARIA Top 20 Australian Albums[5] 18
Italian Albums Chart[6] 34
Russian Albums Chart[7] 25
Swiss Albums Chart[8] 70

Referências