Comendador Levy Gasparian

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Comendador Levy Gasparian
"Levy"
Bandeira de Comendador Levy Gasparian
Brasão de Comendador Levy Gasparian
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 30 de junho de 1991 (22 anos)
Gentílico gaspariense
Prefeito(a) Cláudio Mannarino (PMDB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Comendador Levy Gasparian
Localização de Comendador Levy Gasparian no Rio de Janeiro
Comendador Levy Gasparian está localizado em: Brasil
Comendador Levy Gasparian
Localização de Comendador Levy Gasparian no Brasil
22° 01' 44" S 43° 12' 18" O22° 01' 44" S 43° 12' 18" O
Unidade federativa  Rio de Janeiro
Mesorregião Centro Fluminense IBGE/2008 [1]
Microrregião Três Rios IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Belmiro Braga (MG), Chiador (MG), Paraíba do Sul, Santana do Deserto (MG), Simão Pereira (MG) e Três Rios.
Distância até a capital 160 km
Características geográficas
Área 107,266 km² [2]
População 8 183 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 76,29 hab./km²
Altitude 355 m
Clima Tropical de Altitude Cwa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,753 (51º) – alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 142 872,162 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 16 309,61 IBGE/2008[5]
Página oficial

Comendador Levy Gasparian é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro. Localiza-se a uma latitude 22º01'43" sul e a uma longitude 43º12'18" oeste, estando a uma altitude de 315 metros. Sua população estimada em 2008 era de 8.760 habitantes.

Possui uma área de 107,58 km².

História[editar | editar código-fonte]

A região do atual Município de Comendador Levy Gasparian foi desbravada nos últimos anos do século XVII e os primeiros do século XVIII pelo bandeirante paulista Garcia Rodrigues Paes, quando este comandou aa abertura do Caminho Novo entre o Rio de Janeiro e as Minas Gerais. Em recompensa pelos serviços prestados nesta empreitada, Garcia Rodrigues Paes recebeu larga extensão de terras entre os rios Paraíba do Sul e Paraibuna, onde fundou, dentre outras, uma fazenda com o nome de Paraibuna.

Em 1805, o Capitão Cristovão Rodrigues de Andrade adquiriu as terras da fazenda do Paraibuna de descendentes de Garcia Rodrigues Paes, iniciando o plantio de grandes roças de cana-de-açúcar e construindo o primeiro engenho da região.

Mais tarde, foi aberta a fazenda de Serraria, que pertenceu a Hilário Joaquim de Andrade, barão do Piabanha. Apesar de ter sido criada em parte desmembrada da fazenda de Paraibuna, a fazenda Serraria destacava-se pela sua grande extensão e grande quantidade de pés de café nela plantados. Em 1861, Hilário Joaquim de Andrade doou toda a extensão de terras necessárias a passagem da Estrada União e Indústria pelas suas terras, bem como a área necessária para a construção da Estação de Mudas de Serraria, que deu origem ao atual centro da cidade de Comendador Levy Gasparian.

No ano de 1884, foi criado o distrito de Mont Serrat, pertencente ao município de Paraíba do Sul. Em 1938, o distrito de Mont Serrat foi anexado ao recém criado município de Três Rios. Posteriormente, Mont Serrat foi extinto, passando a fazer parte do distrito de Afonso Arinos, criado em 1943.

Pelo desenvolvimento alcançado pelo povoado de Serraria, foi este elevada a categoria de distrito no ano de 1955. O nome foi alterado em 1963 em homenagem ao Comendador Levy Gasparian, empresário de origem armênia que, em 1953, havia instalado no distrito um vasto parque industrial fabril.

No final da década de 1980 foi criada a Comissão Pró-Emancipação de Comendador Levy Gasparian, que no ano de 1991 obteve a sua autonomia, anexando também o distrito de Afonso Arinos.

Vultos históricos[editar | editar código-fonte]

Hilário Joaquim de Andrade, barão do Piabanha. Fundador do povoado de Serraria, atual centro da cidade de Comendador Levy Gasparian. Nasceu em 1796, em Paraíba do Sul, RJ. Faleceu em 1865, na fazenda de Serraria em Comendador Levy Gasparian. Vereador a primeira Câmara Municipal de Paraíba do Sul, em 1833. Deputado a primeira legislatura da Assembleia Provincial do Rio de Janeiro, em 1835. Comendador da Imperial Ordem de Cristo e Dignitário da Ordem da Rosa. Coronel da Imperial Guarda de Honra de D. Pedro I. Capitão de Milícias da Freguesia de S. Pedro e S. Paulo da Paraíba do Sul. Durante a epidemia de cólera de 1855, fez construir com os seus próprios recursos dois hospitais para atendimento da população pobre.

Garcia Rodrigues Pais. Bandeirante paulista que comandou a abertura, entre 1698 e 1704, do Caminho Novo de Minas, o qual deu origem ao povoamento da região de Levy Gasparian. Fundou o arraial de Paraibuna, atual Mont Serrat.

Lauriano Rodrigues de Andrade. Nasceu em 1843 em Serraria, antigo nome de Comendador Levy Gasparian. Faleceu em 1910, no Rio de Janeiro. Coronel da Guarda Nacional. Músico, compositor e jornalista.

Mariana Cândida de Oliveira Belo. Esposa de Francisco de Lima e Silva, regente do Império, e mãe do Marechal Luís Alves de Lima e Silva, Duque de Caxias, Patrono do Exército Brasileiro. Nasceu em Paraibuna, atual Mont Serrat[carece de fontes?].

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município está localizado a poucos quilômetros da cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, e a 10 minutos de Três Rios. É cortada pela BR-040 que liga a capital Rio de Janeiro a Belo Horizonte.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Subdivide-se nos distritos de Comendador Levy Gasparian (sede) e Afonso Arinos (2ºdistrito), que se subdividem em bairros.

Bairros[editar | editar código-fonte]

  1. Afonso Arinos
  2. Centro
  3. Fábrica
  4. Fernandes Pinheiro
  5. Fonseca de Almeida
  6. Gulf
  7. Monte Serrat
  8. Paraibuna
  9. Serraria
  10. Grotão

Economia[editar | editar código-fonte]

Na economia, destaca-se a forte presença da instalação de indústrias, com ênfase para a indústria têxtil, da área de jeans. Entretanto, o município se ressente do baixo nível de preparo profissional da grande massa de sua população economicamente ativa.

Política[editar | editar código-fonte]

A câmara de vereadores tem nove componentes. Comendador Levy Gasparian não é comarca independente, sendo os processos judiciais julgados no Fórum de Três Rios.

Turismo e Lazer[editar | editar código-fonte]

Além das baladas juvenis que sempre foram sua grande sua marca registrada, Levy Gasparian também é o local de encontro dos amantes das serestas, bolero e samba canção. Uma gincana anual é realizada perto das festividades juninas, dividindo os municípios em 3 equipes: Experimenta, Garra e Zoeira.

A Eco Levy, é um evento anual com uma exposição ecologicamente e shows de artistas populares.

  • Santuário de Nossa Senhora de Monte Serrat

Tendo em seu entorno o Museu Rodoviário de Paraibuna, o rio Paraibuna e a Pedra do Paraibuna, foi construído no século XVIII.

  • Museu Rodoviário de Paraibuna

Instalado no corpo central de uma das doze estações de mudas, data do tempo em que as diligências faziam o percurso Petrópolis - Juiz de Fora. O Museu apresenta, através de roteiro cronológico, a origem, a evolução dos caminhos e estradas, assim como dos transportes e meios de locomoção terrestre. Possui em seu acervo cerâmicas arqueológicas, objetos e documentos históricos, fotos, mapas e exemplares de máquinas.

Esportes[editar | editar código-fonte]

  • Futsal:O Campeonato Municipal de Futsal é disputado anualmente no primeiro semestre desde 1998, com disputas intensas entre os times locais.
  • Futebol: O Cotonificio FC foi durante as decadas de 60, 70 e 80 o maior time amador do então distrito de Três Rios, mas no início dos anos 90 foi extinto. Atualmente os times de futebol amador da cidade que mais disputam competições regionais são o tradicional EC Serrariense de 1929, o Juventude FC, o Boca Barrense FC, o FC Mont Serrat e o Gargalhada.
  • Volei: A grande maioria das competições realizadas são no feminino onde há grande rivalidade entre bairros e também entre as escolas.
  • Olimpíadas Escolares / JEM: Sua primeira edição foi em 2004. É uma competição entre as escolas e colégio do município onde são disputados esportes como futsal, voley, tenis de mesa, handbol e basquete.

Notas

Erro de citação: O elemento <ref> definido em <references> tem o atributo de grupo "nota", que não aparece no texto anterior.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  • VASCONCELOS, José Roberto. Contribuição à História Econômica de Levy Gasparian, Edição do Autor, 2000.


Bairros de Comendador Levy Gasparian
Afonso ArinosCentroFábricaFernandes PinheiroFonseca de AlmeidaGulfMonte SerratParaibunaSerraria
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.