Compagnie générale transatlantique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Compagnie générale transatlantique (CGT, apelidada Transat) foi uma companhia marítima francesa. Ela se fundiu em 1975 à Compagnie des Messageries Maritimes (MM) para criar a Compagnie générale maritime, CMA CGM. Também chamada de French Line, ela assegurou o transporte transatlântico de passageiros com navios como o Normandie ou o France.

Zarpagem de Saint-Nazaire do transatlântico Louisiane para Vera Cruz, inauguração da linha transatlântica para o México.

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Os presidentes da companhia foram:[1]

  • Compagnie générale transatlantique
    • Émile Pereire 1861-1868
    • Mathieu Dolfus 1869-1871
    • Edouard Vandal 1871-1875
    • Eugène Péreire 1875-1904
    • Jules Charles-Roux 1904-1918
    • De Pellerin de Latouche 1918-1920
    • John Dal Piaz 1920-1928
    • André Homberg 1928-1931
    • Raoul Dautry 1931-1932
    • Marcel Olivier 1932-1939
    • Henri Cangardel 1940-1944
    • Jean Marie 1944-1961
    • Gustave Anduze-Faris 1961-1963
    • Pierre Renaud 1963-1964
    • Edmond Lanier 1964-1974

Referencias[editar | editar código-fonte]

  1. Lista dos presidentes