Completas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As Completas (do grego, πλήρης) também Oração da Noite, (ou Orações ao Fim do Dia) é o serviço da final da Igreja (ou Ofício) do dia na tradição cristã das horas canônicas. As Completas, palavra em português é derivado de 'completorium' em Latim, como as Completas é a conclusão da jornada de trabalho. A palavra foi usada pela primeira vez, neste sentido, sobre o início do século 6 por São Bento em sua Regra (Benedicti Regula; seguir, RB), nos capítulos 16, 17, 18 e 42, e ele ainda usa o verbo complere significar Completas: "Omnes ergo em compleant unum positi"("Todos têm reunido em um só lugar, diga-se Completas"); "et exuentes um completorio"("e, depois de sair do Completas ...") (RB, Cap. 42.). Nas Igrejas, Católica, Ortodoxa, Anglicana, Luterana e de outras denominações cristãs, com tradições litúrgicas prescrevem os serviços das Completas. Completas tende a ser um exercício contemplativo, que enfatiza a paz espiritual. Em muitos mosteiros é o costume de começar o "Grande Silêncio", após as Completas, durante os quais toda a comunidade, incluindo os conversos, observa o silêncio durante toda a noite até que o culto da manhã no dia seguinte. São rezadas à noite, geralmente antes de dormir, mesmo que já tenha passado da meia-noite.

Esquema da celebração de Completas[editar | editar código-fonte]

  • Invocação inicial: Deus, vinde em nosso auxílio… e Glória.
  • Leitura breve, retirada da Bíblia.
  • Responsório breve, que responde à leitura.
  • Oração conclusiva.
  • Despedida.

Referências[editar | editar código-fonte]

Instrução Geral da Liturgia das Horas, Coimbra: Secretariado Nacional de Liturgia, 2000.


Liturgia das Horas
Invitatório Ofício de Leitura Laudes Hora intermédia Vésperas Completas