Comunicação não verbal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Comunicação não-verbal)
Ir para: navegação, pesquisa

Comunicação não-verbal é a comunicação que não é feita com sinais verbais, que não é feita com a fala nem com a escrita. Diferentemente da comunicação inconsciente, que pode ser verbal ou não-verbal. Compreende a expressão do pensamento por meio de elementos comunicativos sem o uso de palavras, como: placas, figuras, gestos, objetos, cores, ou seja, utiliza-se de simbologias textuais.

Comunicação através de símbolos gráficos[editar | editar código-fonte]

Os principais tipos de linguagens distribuídos em um pequeno e breve diagrama.

O uso da simbologia é uma forma de comunicação não verbal, por exemplo: sinalização, logotipos, ícones, são símbolos gráficos constituídos basicamente de formas, cores e tipografia. Um semáforo; uma mímica; um apito ou os cartões amarelo e vermelho em um jogo; sinalizações; ícones de tablets, computadores e telefones celulares; placas nas portas dos banheiros ou de trânsito...; tudo isso compreende o uso de comunicações não verbalizadas. É uma forma de linguagem muito utilizada em charges, cartoons e anúncios publicitários.

Por meio da combinação destes elementos gráficos é possível exprimir ideias e conceitos numa linguagem figurativa ou abstrata. O grau de conhecimento de cada pessoa é que determina qual a sua capacidade de interpretação entre a linguagem não verbal para uma linguagem verbalizada, falamos do uso dos símbolos (linguagem não verbal) e seus significados (linguagem verbal). As cores mais utilizadas neste processo são àquelas de maior contraste cromático, tais como: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, branco e preto, tanto isoladamente como combinadas entre si. Um exemplo, é o uso de amarelo e preto para comunicações na área de segurança rodoviária.

Cada vez mais a comunicação não-verbal está sendo valorizada, como o uso de cores, formas e gestos. A tecnologia se utiliza de imagens estilizadas, chamadas de ícones e os sinais corporais são muito utilizados para complementar a fala ou estabelecer a comunicação entre duas pessoas que não falam mesma língua ou até mesmo por pessoas impossibilitadas de falar como linguagem alternativa. Um exemplo de comunicação não verbal crescente é o uso de emotions e vem se popularizando muito em redes sociais modernas, como o Facebook e o WhatsApp.

Comunicação gestual ou Não verbal[editar | editar código-fonte]

É ela a responsável pela primeira impressão de uma pessoa. O investigador americano Mehrabian fez uma estimativa da proporção verbal/não verbal do comportamento e concluiu que 55% da mensagem é transmitida via linguagem corporal. Ainda segundo o mesmo estudo, a voz é responsável por 38% e as palavras apenas por 7%.

Expressões Faciais[editar | editar código-fonte]

As expressões faciais são reveladoras das emoções e o seu estudo está inserido no campo da cinésica. Desde o trabalho pioneiro de Charles Darwin, cujo livro publicado em 1872, As Expressões das Emoções no Homem e nos Animais[1] . Atualmente há muitos portais que tratam da análise das expressões faciais e suas relações com as emoções[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Darwin, C. (2000). As Expressões das Emoções nos Homens e nos Animais. Cia das Letras: São Paulo.
  2. Portal da Comunicação Não Verbal

Ver também[editar | editar código-fonte]