Conan (revista em quadrinhos)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Conan (revista em quadrinhos)
Conanbuscema (2).jpg

Conan no traço do quadrinista John Buscema
Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Dark Horse Comics
Primeira aparição Nos Estados Unidos: Conan the Barbarian #1 (1970)
Criado por Robert E. Howard
Roy Thomas
Barry Windsor-Smith
Características do personagem
Alter ego Conan
Terra natal Ciméria
Afiliações Sonja
Ocupação Guerreiro da Era Hiboriana
Habilidades Mestre com a espada, artista marcial, conhecimentos e experiência de lutas contra o sobrenatural
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Conan, o bárbaro, personagem de literatura criado por Robert E. Howard, foi primeiro adaptado para os quadrinhos pela Marvel Comics, por iniciativa de Roy Thomas e que tornaria conhecido dos leitores o artista britânico então iniciante Barry Windsor-Smith. A série inicial foi Conan the Barbarian, que surgiu em 1970. Desde 2003, os quadrinhos de Conan são publicados pela Dark Horse Comics.

Marvel Comics[editar | editar código-fonte]

Marvel Comics apresentou Conan como herói de quadrinhos em 1970, na revista Conan the Barbarian. O inesperado e grande sucesso da revista levou a que fosse lançado Savage Sword of Conan (Espada selvagem de Conan) em 1974. Com temas e desenhos mais adultos e publicada em formato magazine (formato maior que os quadrinhos tradicionais, usado em revistas como Veja) e em preto e branco para não se submeter as regras do Comics Code Authority[1] [2] , era escrita por Roy Thomas e na maioria das edições trazia os desenhos de John Buscema ou Alfredo Alcala.

Nessa época Conan apareceu também em tira de jornal, de 4 de setembro de 1978 a 12 de abril de 1981. As tiras eram escritas e desenhadas inicialmente por Roy Thomas e John Buscema e depois seria continuada por inúmeros artistas da Marvel.

Outros títulos de Conan eram: Savage Tales (1971 – 1975, cinco edições), Giant-Size Conan (1974–1975), King Conan/Conan the King (1980–1989, lançada no Brasil como "Conan Rei"), Conan the Adventurer (1994 – 1995, lançado no Brasil em 1995 como Conan, o Aventureiro), Conan (1995 – 1996) e Conan the Savage (1995 – 1996).

Dark Horse[editar | editar código-fonte]

A editora americana Dark Horse Comics começou a pubicar os quadrinhos de Conan em 2003.

A primeira série "Conan" foi escrita por Kurt Busiek, com desenhos de Tim Truman e Cary Nord. Foi seguida de uma segunda série, "Conan the Cimmerian". Essas séries são uma adaptação livre, vagamente baseada nos trabalhos de Robert E. Howard e na cronologia de Dale Rippke, sem conexão com a maior parte das histórias da Marvel.

Dark Horse Comics publicou compilações coloridas digitalmente das histórias da Marvel Comics dos anos de 1970, da revista Conan the Barbarian, no formato de graphic novel. Além dos roteiros de Roy Thomas, a coletânea inclui os desenhos de Barry Windsor-Smith, John Buscema, Ernie Chan e outros.

Equipe de criação[editar | editar código-fonte]

  • Kurt Busiek (autor 2003–2006) e Cary Nord (desenhista 2003+)
  • Tim Truman (autor 2006+) e Cary Nord (desenhista 2003+)

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 2004 Prêmio Will Eisner
Melhor revista em quadrinhos: Conan #0: The Legend
  • 2004 Prêmio Eagle
Melhor lançamento: Conan

Titulos[editar | editar código-fonte]

Títulos de revistas[editar | editar código-fonte]

Títulos Editora Revista Período Notas
Conan Marvel #1 - 11. 1995 – 1996
Conan Dark Horse #0 - 50 2003 - 2008.
Conan the Adventurer Marvel #1 - 14. 1994 – 1995.
Conan the Barbarian Marvel #1 - 275. 1970 – 1993
Annual #1 1975
Conan the Cimmerian Dark Horse #0 - Maio 2008
Conan the King Marvel
Conan the Savage Marvel #1 - 10. 1995 – 1996
Giant-Size Conan Marvel #1 - 5 1974–1975
Manual do Universo Conan Marvel #1 Jan. 1986.
King Conan Marvel
Savage Sword of Conan the Barbarian Marvel #1 - 235 1974–1995
Annual #1 1975
Savage Tales Marvel #1 - 5. 1971–1975
  • Tiras (4 de setembro de 1978-12 de abril de 1981)

Minisséries[editar | editar código-fonte]

Título Editora Revistas Datas Notas
Conan: Book of Thoth Dark Horse #1 - 4 2006
Conan and the Daughters of Midora Dark Horse #1 2004
Conan and the Demons of Khitai Dark Horse #1 - 4 2005–2006
Conan and the Jewels of Gwahlur Dark Horse #1 - 3 2005
Conan and the Midnight God Dark Horse #1 - 5 2005
Conan and the Songs of the Dead Dark Horse #1 - 5 2006

Republicações[editar | editar código-fonte]

  • Robert E Howard's Conan: The Frost Giant's Daughter

Adaptações[editar | editar código-fonte]

História Companhia Séries Revistas Notas
The Frost Giant's Daughter Marvel Conan the Barbarian #16
  • Coletânea em
    • Conan The Barbarian Volume 4.
    • The Chronicles of Conan Volume 2: Rogues in the House and Other Stories.
Savage Sword of Conan #1
  • Coletânea em The Savage Sword of Conan Volume 3.
Dark Horse Conan #2
  • Republicado em Robert E. Howard's Conan: The Frost Giant's Daughter.
  • Coletânea em Conan Volume 1: The Frost Giant's Daughter and Other Stories.
The God in the Bowl Marvel Conan the Barbarian #7
  • Coletânea em The Chronicles of Conan Volume 1: The Tower of the Elephant and Other Stories
Dark Horse Conan #10 & #11.
  • Coletânea em Conan Volume 2: The God in the Bowl And Other Stories.
The Tower of the Elephant Dark Horse Conan #20 - #22.
The Hall of the Dead Dark Horse Conan #29 - 31.
Rogues in the House Dark Horse Conan #41 - 44.
The Hand of Nergal Dark Horse Conan #47 - 50.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

O personagem Conan estreou no Brasil trazido pela Minami & Cunha Editores (M&C Editores). No ano seguinte foi publicado por 2 editoras: Roval (que também publicava Kull, chamado de Koll, O Conquistador) e Graúna (que não possuia licença da Marvel e o publicou assim mesmo sob o nome de Hartan, O Selvagem), com uma única edição.[3] Em 1976 passou a ser publicado pela Editora Bloch, mas se tornaria também um grande sucesso no país quando passou para a Editora Abril na década de 1980. A partir daí foram lançadas várias revistas com o herói, principalmente "A Espada Selvagem de Conan", versão da cultuada revista americana, publicada em tamanho grande e quadrinhos adultos em preto e branco. As primeiras publicações foram na revista "mix" Superaventuras Marvel, em formatinho e colorida[4] .

A Espada Selvagem de Conan da Editora Abril teve exemplares lançados até dezembro de 2001[5] .

Em fevereiro de 2002, "Conan, O Bárbaro" começou a ser publicada pela Mythos Editora[6] .

Em março de 2002, a Mythos acusou a Editora Opera Graphica de plagiar Conan quando a mesma lançou Brakan - O Bárbaro Vingador de Mozart Couto. O editor Franco de Rosa da Opera Graphica afirmou que o personagem era uma homenagem ao cimério e disse que possuía autorização da Conan Properties para publicá-lo no formato de tiras.

O personagem Brakan foi criado para ser públicado pela Press Editorial em 1986. Mozart Couto chegou a apresentar a história para a Editora Abril na intenção de incluí-la na revista "A Espada Selvagem de Conan"[7] .

Em junho de 2010, "Conan, o Bárbaro" foi cancelada no número 76[8]

O editor Fernando Bertacchini disse que, apesar do cancelamento do título, arcos de histórias de Conan seriam publicadas em edições encadernadas[9] .

Revistas que publicaram HQs de Conan no Brasil[editar | editar código-fonte]

  • Conan, O Bárbaro 1 ao 3 (Editora Minami e Cunha 1972).
  • Conan, O Bárbaro/Selvagem 1 ao 3 (Editora Roval 1973).
  • Hartan, O Selvagem, única edição (Editora Graúna 1973) lançamento pirata sem pagamentos de direitos para Marvel, por isso o nome de Hartan.
  • Conan, O Bárbaro - 1 ao 6 (Editora Bloch 1976).

Editora Abril - Lançou centenas de publicações de 1982 a 2002 dentre as principais estão:

  • A Espada Selvagem de Conan 1 a 205 (republicada do 1 ao 57),
  • Conan, O Bárbaro 1 a 59,
  • Conan Especial 1 a 5,
  • Conan Rei 1 a 24 e Rei Conan 1 a 8,
  • Conan Saga 1 a 17,
  • Conan em Cores 1 a 13 (sendo o nº13 Rei Kull),
  • Conan, O Aventureiro 1 a 5,
  • Quadrinizações dos filmes "Conan, o Bárbaro" e "Conan, o Destruidor",
  • Almanaque de Conan 1 a 3,
  • Conan VS Rúnico,
  • Graphic Marvel 12 e 15,
  • Revista Poster 2

Além dos lançamentos regulares, a Abril lançou dezenas de histórias do cimério em outras publicações como:

Atualmente Conan é publicado no Brasil pela editora Mythos em "Conan, o Bárbaro", formato magazine semelhante à extinta Espada Selvagem de Conan, publicou "Conan, o Cimério" entre os número 1 e 50, além de especiais e mini-séries, como:

  • Os Demônios de Kithai 1 a 4,
  • As Filhas de Midora,
  • As Jóias de Gwahlur,
  • Conan, o Cimério Volume 1 (republicação das primeiras histórias de "Conan, o Cimério"),
  • A Cidadela dos Condenados,
  • Os Hinos dos Mortos 1 a 5.

Referências

  1. Sérgio Codespoti (08/10/08). Quando a nomenclatura faz a diferença (em português) Universo HQ. Visitado em 16/05/2010.
  2. Sérgio Codespoti (15/07/2009). Dominic Fortune retorna às suas origens (em português) Universo HQ. Visitado em 17/05/2010.
  3. Heitor Pitombo. (Junho de 2007) "Marvel - 40 Anos de Brasil" (em português). Revista Crash 5: 21. Editora Escala. ISSN 19808739.
  4. Ricardo Malta Barbeira. Superaventuras Marvel #1 Universo HQ.
  5. Sidney Gusman (05/12/2001). Mythos passa a publicar as aventuras de Conan Universo HQ.
  6. LANÇAMENTOS DE FEVEREIRO de 2002 Univero HQ.
  7. Sidney Gusman (08/03/2002). Opera Graphica é acusada pela Mythos de plagiar Conan Universo HQ.
  8. LANÇAMENTOS DE JUNHO DE 2010 Universo HQ.
  9. Marcelo Naranjo (25/05/2010). Mythos cancela revista Conan, o Bárbaro Universo HQ.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]