Concílio de Hertford

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O chamado Concílio de Hertford, foi, na realidade sínodo da Igreja cristã na Inglaterra, realizado em 673,1 convocado pelo Arcebispo da Cantuária Teodoro de Tarso, na cidade de Herford.

Ele é considerado como o ponto que marcou definitivamente a provícia da Cantuária, como a unidade da igreja cristã na inglaterra, e a organização desta como tal para os bispos ingleses .2 .

Além de Teodoro, havia quatro outros bispos presentes: Leuthere de Wessex, Putta de Rochester, Bifus de East Anglia e Winfrith de Mércia. Um quinto bispo, [[Wilfrid de Nortúmbria], enviou representantes, diante da impossibilidade de comparecer. Algumas mudanças organizacionais foram acordadas, incluindo a subdivisão da Mércia.3

O Conselho confirmou a adoção do rito católico romano, e suas práticas, abolindo o celta4 (ver sínodo de Whitby), e decidiu contra o divórcio na maioria dos casos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cyril Heath (1971), The First Unity, The Story of the Synod of Hertford, A.D. 673

Referências