Concerto para Dois Violinos (Bach)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Concerto para Dois Violinos ou Concerto para Duplo Violino (BWV 1043) é talvez uma das obras mais famosas e reconhecidas de Johann Sebastian Bach e é considerada uma das obras-primas do Barroco. Bach compôs em Leipzig entre 1730 e 1731, provavelmente para ser interpretado pelo Collegium Musicum Leipzig. Mais tarde, em 1739, em Leipzig, ele criou um arranjo para dois cravos, transposta em C menor (BWV 1062).[1]

O concerto é caracterizado pela relação entre os dois solistas de violino, que é mais perceptível no movimento mais famoso, o expressivo Largo ma non tanto. Nesse movimento, a orquestra de cordas se limita a tocar acordes para deixar todo o protagonismo do palco para os solistas.

O concerto é constituído por três movimentos:

1- Vivace

2- Largo ma non tanto

3- Allegro

Concerto para Dois Violinos em D minor, BWV 1043


Interpretada pela Orquestra de Câmara do Advento com David Parry e Roxana Pavel Goldstein (violinos)

Problemas para escutar estes arquivos? Veja a ajuda.


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Steinberg, M. The Concerto: A Listener's Guide, p. 17-19, Oxford (1998) ISBN 0-19-513931-3

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]