Concreto celular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Concreto celular é um tipo de concreto produzido através da mistura de cimento, cal e areia (componentes comuns da argamassa) com pó de (alumínio, agente expansor),se expande formando células de ar. O resultado é um material de construção leve que pode ser usado em vedações verticais, como alternativa para reduzir a geração de entulho e o desperdício de material em geral e para um desempenho melhor com relação a conforto acústico e conforto térmico. Na verdade, é uma argamassa a qual são introduzidas micro-bolhas de ar, através de espuma líquida que são geradas por um equipamento próprio gerador de espuma. As densidades variam de 450 a 1800 kg/m³. Devido ser aerado(não e poroso), sua aplicação não é aconselhável em concretos estruturais.

Geralmente é usado em enchimentos e regularização de lajes. Nos casos de enchimentos, onde não haverá acesso de pessoas ou qualquer esforço mecânico poderá ser utilizado o concreto celular até a densidade de 1100 kg/m³. Densidades de 1200 a 1800 kg/m³ já possuem alguma resistência mecânica (2,0 a 7,0 MPas), o suficiente para o suporte de pessoas e objetos, normalmente utilizado para regularização de lajes, sem incrementar muita sobrecarga nas estruturas. Poderá ser utilizado, também, em paredes estruturais, proteção para impermeabilização, câmaras frigoríficas, etc, sendo um excelente isolante térmico e acústico.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.