Condado de Kexholm

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
brasão
Províncias do Império Sueco ao redor do Golfo da Finlândia no século XVII.

O Condado de Kexholm (em sueco: Kexholms län, em finlandês: Käkisalmen lääni) foi um condado do Império Sueco de 1617 a 1721, quando sua parte sul foi cedida ao Império Russo pelo Tratado de Nystad.

O condado foi cedido a Suécia pela Rússia junto com o ducado da Íngria pelo Tratado de Stolbovo em 1617. O condado estendia-se desde as paróquias de Lieksa ao norte e Hyrsylä a Leste. Ao sul, o condado fazia divisa com o Condado de Viborg e Nyslott.

Depois da Grande Guerra do Norte, em 1721, partes do sul do condado foram cedidas a Rússia e o território remanescente foi reconstituído no Condado de Savolax e Kymmenegård (em sueco: Savolax och Kymmenegårds län, em finlandês: Savonlinnan ja Kymenkartanon lääni), juntamente com o que sobrou do Condado de Viborg e Nyslott. Em 1743, após um novo conflito, outra parte do sul foi cedida à Rússia pelo Tratado de Åbo. Juntos, os territórios cedidos tornaram-se parte do Governorado de Vyborg, que também ficou conhecido como Velha Finlândia.

Após a vitória russa na Guerra Finlandesa em 1809, o Reino da Suécia cedeu todo o seu território na Finlândia à Rússia pelo Tratado de Hamina, onde veio constituir um grão-ducado separado. Em 1812, a Rússia incorporou o Governorado de Vyborg ao novo Grão-Ducado da Finlândia.

A capital do condado era Kexholm (em finlandês: Käkisalmi, careliano: Karjala), que hoje é Priozersk.