Conde (Bahia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde fevereiro de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Conde

Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 10 de Agosto
Fundação 1935 (80 anos)
Gentílico condense
Lema a capital da linha verde
Prefeito(a) Marly Leal (Marly Madeirol) (PTN)
(2013–2016)
Localização
Localização de Conde
Localização de Conde na Bahia
Conde está localizado em: Brasil
Conde
Localização de Conde no Brasil
11° 48' 50" S 37° 36' 39" O11° 48' 50" S 37° 36' 39" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Nordeste Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Entre Rios IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Esplanada, Jandaíra e Rio Real
Distância até a capital 187 km
Características geográficas
Área 964,637 km² [2]
População 25 714 hab. IBGE/2013[3]
Densidade 26,66 hab./km²
Altitude 12 m
Clima Úmido a subúmido e úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,560 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 86 555,929 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 774,95 IBGE/2008[5]
Página oficial

Conde é um município brasileiro do estado da Bahia. Localiza-se a uma latitude 11º48'49" sul e a uma longitude 37º36'38" oeste, estando a uma altitude de 12 metros. Sua população estimada em 2013 era de 25 724 habitantes. Possui uma área de 954,452 km².

Turismo[editar | editar código-fonte]

Conde concentra diversas atrações que fazem a alegria de nativos e visitantes. Dentre elas estão as diversas praias, rios, cachoeiras, dunas e construções históricas. Depois de ter acesso a esta lista, o turista já não sabe mais qual atrativo do município irá visitar primeiro.

Escorregar nas areias finas do Cavalo Russo, uma duna com aproximadamente 30 metros de altura, é uma brincadeira que encanta pessoas de todas as idades. Utilizando uma prancha, o praticante deve subir até topo da duna, respirar um pouco de ar puro e descer a toda velocidade até encontrar, no final do areal, as águas frias e calmas do rio Piranji.

Dentre as praias, há um destaque maior para a dos Artistas (também conhecida como Corre-Nu) por ficar mais próxima do famoso Sitio do Conde, além de esbanjar um mar de ondas fracas e águas cristalinas, envolto pela natureza. Lá, o turista encontrará barracas e quiosques, que vendem água de coco, cerveja gelada e deliciosos tira-gostos de frutos do mar.

O Sítio do Conde é um dos pontos mais procurados por concentrar a maioria das pousadas locais e uma grande infraestrutura turística. Ele fica a 6km da sede do Conde e a 9km da Linha Verde, com acesso totalmente asfaltado.

Por se tratar de uma antiga vila de pescadores, o ambiente deste lugarejo mistura uma rusticidade e sofisticação que encanta o visitante.

Praias[editar | editar código-fonte]


Prefeitos[editar | editar código-fonte]

  1. Hermógenes Gomes do Nascimento
  2. Perides Rodrigues Ferreira.
  3. João Bezerra (nomeado)
  4. Pedro Francisco de Castro.
  5. José Vieira Lins (Zeca Lins).
  6. Luiz Vieira de Castro.
  7. Celso Mendes de Lima.
  8. Geraldo Mendes Lins.
  9. Eduardo Cavalcante Lins.
  10. Walter de Carvalho Baptista.
  11. João Pinto de Castro.
  12. Manoel de Araújo Moreira.
  13. José Vieira Leite de Castro.
  14. Eliezer Mendes de Vasconcelos.
  15. Hélio Francisco dos Santos.
  16. Carlos Henrique Moreira da Silva.
  17. Hélio Francisco dos Santos.
  18. Paulo Almeida de Oliveira.
  19. Paulo Almeida de Oliveira.
  20. Antônio Eliud Souza Castro.
  21. Marly Leal de Oliveira.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2013 Censo Populacional 2013 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (01 de julho de 2013). Visitado em 30 de outubro de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 2 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.