Conde de Burlington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O título Conde de Burlington foi criado duas vezes, primeiro no Pariato da Inglaterra e depois no Pariato do Reino Unido. A primeira criação foi para Richard Boyle, 2° Conde de Cork, em 20 de Maio de 1664. Ele tinha sido anteriormente titulado Barão Clifford de Lanesborough (4 de Novembro de 1644), também no Pariato da Inglaterra. A segunda criação foi para Lord George Augustus Henry Cavendish (com o título subsidiário Barão Cavendish de Keighley), em 10 de Setembro de 1831.

Barões Clifford de Lanesborough (1644)[editar | editar código-fonte]

Condes de Burlington (e Cork) (1664)[editar | editar código-fonte]

O terceiro conde teve apenas duas filhas, fazendo com que a primeira criação do Condado de Burlington e da Baronia de Clifford de Lanesborough fossem extintas em 1753 (o Condado de Cork, contudo, passou para John Boyle, 5° Conde de Orrery e para seus descendentes). Entretanto, sua segunda filha, Lady Charlotte Elizabeth Boyle, desposou William Cavendish, 4° Duque de Devonshire. O condado foi criado novamente para o filho deles, Lord George Augustus Henry Cavendish.

Condes de Burlington, segunda criação (1831)[editar | editar código-fonte]

Veja Duque de Devonshire para mais Condes de Burlington.

O segundo conde era neto do primeiro e primo e herdeiro presuntivo do 6° Duque de Devonshire, cujo título ele sucedeu em 1858. "Conde de Burlington", desde então, tornou-se um título de cortesia para o filho mais velho do filho mais velho (Marquês de Hartington) do Duque de Devonshire.

Ver também[editar | editar código-fonte]