ConeCrewDiretoria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de ConeCrew Diretoria)
Ir para: navegação, pesquisa
ConeCrewDiretoria
Informação geral
Origem Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
País  Brasil
Gênero(s) Rap
Período em atividade 2006 - presente
Gravadora(s) Independente
Afiliação(ões) Marcelo D2, Shawlin, Quinto Andar, Don L, Marcelo Yuka
Influência(s) Ray Charles, Racionais MC's Sabotage (cantor), Chorão, Charlie Brown Jr.Gabriel o Pensador, Planet Hemp, 2Pac, The Notorious B.I.G., Chorão, Charlie Brown Jr., Bone Thugs-n-Harmony, Tim Maia, , Motown, Bob Marley, Damian Marley, Alborosie[1]
Página oficial www.conecrew.com
Integrantes Ari (Adriano)
Batoré (Rafael)
Cert (André)
Maomé (Pedro)
Papatinho (Tiago)
Rany Money (Rany Gabriel)

Cone Crew Diretoria é um grupo de rap do Rio de Janeiro, Brasil, atualmente composto pelo beatmaker Papatinho e pelos MCs Cert, Rany Money, Batoré, Maomé e Ari. Já foram escolhidos pelo júri do concurso musical promovido pelo jornal O Globo.

História[editar | editar código-fonte]

O grupo surgiu em 2006, quando Papatinho (Tiago) viu potencial nas rimas que Cert (André) havia composto, que antes de tudo fazia uma parceria cantando na banda C.O.N.E a banda de Ari (Adriano), e resolveu tentar ajudar criando batidas. A princípio, já foi formalizado um acordo: Cert só faria rimas, enquanto Papatinho responsabilizaria-se pelas batidas. Assim, a dupla original gravou os primeiros sons do grupo que até então não tinha um nome definido. A sigla C.O.N.E tem o significado interno vindo da abreviação "Com Os Neurônios Evaporando (ou evoluindo). Certo dia, na residência de Cert e encontravam-se Cert, Papatinho e Rany Money (Rany Gabriel ). Este último mostrou letras que tinha recém escrito; Papatinho logo visualizou capacidade no amigo e o chamou pra gravar juntamente com Cert. Após a música estar gravada  — que recebeu o nome de "Skunk Funky"  — era nítido que os três músicos compartilhavam a mesma filosofia.

Na sequência Maomé (Pedro) também se interessou em começar a escrever e entrou no grupo, que finalmente foi batizado como ConeCrewDiretoria. Enquanto estava redigindo letras, uma equipe médica a bordo de uma ambulância parou na casa de Maomé e o internou a força por 100 dias: na clinica Maomé escreveu as músicas "Detido Por Ser Livre" e "Combatido". Depois de ser liberto, Maomé começou a participar de batalhas de MC's, tendo um vice-campeonato e um título (2008) na Liga dos MC's. Ademais, venceu por oito vezes a Batalha do Conhecimento.[2] [3] Em 2007, o grupo lançou um demo tape de estreia, chamado Ataque Lírico, que contava com as faixas gravadas pela equipe até então.[4] Posteriormente, Batoré (Rafael) e Ari (Adriano) entraram no grupo e foram lançados dois videoclipes, de "Fênix" e "Lá Pa Lapa", em 2008 e 2009, respectivamente. No final de 2010, já finalizado seu primeiro álbum oficial, a Cone lançou o single "Chama Os Mulekes", o primeiro do álbum Com os Neurônios Evoluindo. O álbum, lançado em 22 de março de 2011, conta com participações de Marcelo D2, Don L. e Shawlin. A ConeCrew gravou mais dois videoclipes em 2012, "EuVoluindo" e "Chama Os Mulekes", lançado em 4 de abril de 2012.Em 2014 o grupo lançou o novo CD Bonde da Madrugada Part1. Mas não oficialmente a banda surgiu antes somente com Cert,Ari e Rany que se encontravam na pista de skate local, e se denominavam nesta época somente como CREW (grupo em ingles)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cone Crew celebra sucesso, defende maconha e diz já poder pagar motel Terra (19 de setembro de 2012). Página visitada em 29 de setembro de 2012.
  2. Central Hip-Hop - 2010 - Bocada Forte - Nós Trabalhamos Pelo Hip-Hop Brasileiro centralhiphop.uol.com.br. Página visitada em 30 de dezembro de 2010.
  3. Um só caminho… » Site da organização Um só caminho… www.umsocaminho.com.br. Página visitada em 30 de dezembro de 2010.
  4. ConeCrewDiretoria « Rap Rock’n Roll Psicodelia Hardcore e Ragga raprockpsicocoreragga.wordpress.com. Página visitada em 30 de dezembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]