Confederação Espírita Pan-Americana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Confederação Espírita Pan-Americana (CEPA) é uma instituição espírita de caráter confederativo e associativo, formada por pessoas físicas e por instituições legalmente constituídas, na América, na Europa e na Oceania.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundada em 5 de outubro de 1946, durante o primeiro Congresso Espírita Pan-Americano, realizado na cidade de Buenos Aires, Argentina.

A iniciativa da fundação da CEPA se deu por parte de um grupo de líderes espíritas argentinos, entre eles, Humberto Mariotti e Manuel Porteiro, preocupados com a organização do movimento espírita no Continente Americano. Tal preocupação era justificada diante de acontecimentos históricos como a Guerra Civil Espanhola e a Segunda Guerra Mundial, que afetaram as atividades do Espiritismo na França, seu país de origem, na Espanha e em todos os países da Europa, o que como conseqüência culminou no desaparecimento da Confederação Espírita Internacional, com sede em Paris, e dos principais periódicos espíritas de língua espanhola, pois antes a Espanha fornecia normalmente revistas, livros e material doutrinário para as instituições e comunidades espíritas da América Latina.

Diante dessas dificuldades, e da proposta da Confederação Espírita Argentina da criação de uma Confederação Espírita da América, para organizar o movimento espírita no continente, realizou-se em Buenos Aires, Argentina, o I Congresso Espírita Pan-americano, contando com representantes da Argentina, Brasil, Chile, Cuba, Equador, Estados Unidos, Honduras, México, Porto Rico e Uruguai.

O Congresso tomou a decisão de fundar a Confederação Espírita Pan-americana, cujo estatuto adotou a integração do Espiritismo Latino-americano, dentro de um programa mínimo de objetivos comuns, e o estabelecimento de Congressos Periódicos que seriam realizados de três em três anos, com o objetivo de apreciar todas as ações desenvolvidas durante o período da gestão anterior, examinar as questões relacionadas com o corpo da Doutrina Espírita, e a organização do Movimento Espírita, bem como, a revisão dos estatutos, quando se fizer necessário.

A CEPA defende posicionamentos considerados polêmicos por alguns setores do movimento espírita, como a desvinculação entre a doutrina e o cristianismo, a desqualificação de religião para doutrina espírita, a atualização permanentemente do espiritismo diante das demandas do mundo contemporâneo e a sua difusão sob um caráter livre-pensador, progressista e universalista.

Lista de presidentes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]