Conflitos sino-vietnamita (1979-1990)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Conflitos fronteiriços sino-vietnamita
Parte da(o) Guerras na Indochina
Data 1979–1990
Local Fronteiras do Vietnã e da China
Desfecho Ataques foram repelidos da China
Mudanças
territoriais
A China capturou algumas partes das fronteiras do Vietnã, mas finalmente se retirou gradativamente
Combatentes
Flag of the People's Republic of China.svg China Flag of Vietname Vietnam
Principais líderes
Flag of the People's Republic of China.svg Yang Dezhi

Flag of the People's Republic of China.svg Xu Shiyou

Vietname Văn Tiến Dũng

Os conflitos sino-vietnamita de 1979-1990 foram uma série de conflitos de fronteira entre a República Popular da China e o Vietnã após a Guerra sino-vietnamita de 1979.

Quando as tropas chinesas se retiraram do Vietnã em março de 1979, a China anunciou que não queria levar "um centímetro quadrado do território do Vietnã".1 Na verdade, as tropas chinesas ocuparam 60 km ²,2 do território controlado pelo Vietnã antes do início das hostilidades. Em alguns lugares, como a área ao redor do Nghi Huu Quan na província de Lang Son, tropas chinesas ocuparam territórios sem valor militar, mas com um importante valor simbólico. Em outra parte, tropas chinesas ocupam posições estratégicas como um trampolim para atacar novamente o Vietnã .3

A ocupação chinesa da fronteira vietnamita marca o início de uma série de batalhas entre as duas partes para assumir o controle a região. As disputas de fronteira entre o Vietnã e a China continuaram até 1988, atingindo o pico nos anos 1984 e 1985.4 No início de 1990 com a retirada vietnamita do Camboja e o colapso da União Soviética, as relações entre os dois países retomaram gradualmente ao normal. A China se retirou progressivamente das posições controladas pelo Vietnã antes da eclosão do conflito..

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Nayan Chanda, "End of the Battle but Not of the War", Far Eastern Economic Review, 16 March 1979, p10. Chanda quoted Chinese officials on announcement of retreat on 5 March 1979
  2. Edward C. O’Dowd, p 91
  3. François Joyaux, p 242
  4. François Joyaux, p242