Congada de Catalão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Apresentação da Congada de Catalão durante o encerramento do XIII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, em São Jorge (Alto Paraíso de Goiás). Foto de Marcello Casal Jr/ABr - 27/07/2013

Congada de Catalão é uma festa brasileira celebrada desde 1876.

Essa data é marcada por um documento que existe, no qual a igreja salesia faz a proposta da troca da Igreja do Rosário (atualmente denominada Velha Matriz) por um terreno no Centro da cidade. Não se sabe ao certo o que houve para o negócio não ter dado certo, mas por esse documento que os dirigentes da congada de Catalão se baseiam para realizar a festa.

Talvez, a festa de Nossa Senhora do Rosário seja até mais antiga. Mais nova, porém, não deve ser. Velhos congueiros, com Antônio Clara, com 85 anos, lembra de seu pai contar sobre a celebração da congada.

Em 2007, 20 grupos de congado, que variam entre 20 e 380 participantes, que saíram às ruas catalanas, sempre no segundo domingo de outubro (independente da data no calendário) para fazer a festa.

O jornalista e congadeiro Robson Macedo tem um livro que explica a origem de uma tradição afro-brasileiro. Patrocinado pela Petrobras, o livro traz detalhes sobre o evento.

As homenagens à nossa senhora do rosário surgiram com o escravo Chico rei, que misturou catolicismo com ritos afros para agradecer sua alforria.

Por volta de 1820, chegaram a Vila do Catalão, os escravos semi-libertos, para o trabalho nas lavouras de café. De acordo com as tradições, o escravo não carregava com ele somente os instrumentos de trabalho, mas também suas crenças, seus usos e seus costumes; surgindo daí o louvor à Nossa Senhora do Rosário. Comemoração essa, que incluía a parte religiosa (mistura de catolicismo e ritos afros). Por esse motivo é que temos as danças dos congos (região do Congo) e moçambique (região de Moçambique). Essa manifestação religiosa é cultivada até hoje, sendo a maior que já se tem notícia, no território nacional. A festa é realizada na última sexta-feira de setembro, ao 2º domingo de outubro, quando seus dançadores saem à rua com suas vestimentas coloridas, alegrando a cidade com seus entoados cantos, sempre agradecendo a nossa padroeira pelos benefícios adquiridos. A Congada é constituída por 17 ternos registrados, 1 ainda será efetivado e outro da cidade de Goiânia, que todo ano participa da festa, fazendo das Congadas de Catalão, uma das maiores manifestações culturais que se tem notícia.