Congratulations

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

"Congratulations" foi a canção que representou o Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1968 que teve lugar em 6 de abril de 1968, em Londres. Foi interpretada em inglês por Cliff Richard. Na noite do festival, foi a 12.º a canção a ser interpretada, depois da canção italiana "Marianne" e antes da canção norueguesa "Stress", interpretada por Odd Børre. Ver em: Diggiloo. net Terminou a competição em segundo lugar, com 28 pontos, a seguir à canção espanhola "La, La, La", cantada por Massiel. Ver em Diggiloo. net. A canção tornou-se popular no Reino Unido e por toda a Europa Ocidental. No Reino Unido e noutros países chegou ao primeiro lugar do top de vendas em abril de 1968, onde esteve durante duas semanas. No próprio dia do festival, a canção era a favorita para vencer e a imprensa britânica e europeia interrogou-se porque motivo ficou a canção em segundo lugar e não em primeiro, como quase todos esperavam. Durante a votação, a canção durante a votação até ao penúltimo júri, altura em que a Alemanha deu seis pontos à Espanha e apenas dois ao Reino Unido, pondo a canção espanhola com apenas um ponto de vantagem. A situação não se alterou, visto que o júri jugoslavo não forneceu qualquer ponto a qualquer das duas canções 1 . Terminou em segundo lugar, dando o primeiro lugar à canção espanhola, com apenas um ponto de vantagem.

Em 2008, inserindo-se nas teorias da conspiração, um documentário de Montse Fernandez Vila (um espanhol) defendeu que vitória da Espanha se deveu à compra de votos por parte da televisão pública espanhola TVE (que andou a comprar votos pela Europa em troca de compra de programas) apoiava o regime fascista de Franco.2 O certo é que a canção "Congratulations" é ainda muito popular e foi escolhida para dar o título ao programa para celebrar os 50 anos do Festival Eurovisão da Canção intitulado Congratulations: 50 Anos do Festival Eurovisão da Canção.

A canção de George Harrison "It's Johnny's Birthday" retirada do álbum All Things Must Pass foi baseada nesta canção.

No ano seguinte, em 1969, o Reino Unido fez-se representar por "Boom Bang-a-Bang", interpretada por Lulu.

Autores[editar | editar código-fonte]

A canção tinha letra e música de Bill Martin, Phil Coulter ( a dupla responsável de "Puppet on a String" de Sandie Show e foi orquestrada por Norrie Paramor. Ver em: [1]

Letra[editar | editar código-fonte]

A canção é alegre, com Cliff Richard celebrando com todos a sua felicidade e como ele gostaria que todos compreendessem a sua felicidade naquele momento. Letra da canção.

Versões[editar | editar código-fonte]

Cliff Richard também gravou esta canção noutros idiomas:

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. The Eurovision Song Contest - The Official History. O'Connor, John Kennedy. Carlton Books 2007 ISBN 978-1844429943
  2. Artigo no Daily Telegraph sobre a alegada compra de votos pela TVE

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
"Lady Madonna" by The Beatles
Canções nº1 do top britânico de singles
(Cliff Richard version)

10 de abril de 1968 durante duas semanas
Sucedido por
"What a Wonderful World"/"Cabaret" by Louis Armstrong
Precedido por
"Puppet on a String" por Sandie Show
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção
1968
Sucedido por
"Boom Bang-a-Bang por Lulu
Portal A Wikipédia possui o
Portal da Música


Reino Unido "Congratulations", canção do Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1968.