Congresso Universal de Esperanto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Esperanto flag
Tópico sobre Esperanto
Esse artigo faz parte da série em desenvolvimento Esperanto
Gramática
Esperanto | Gramática | Alfabeto | Ortografia | Vocabulário | Correlativos | Preposições | Advérbios | Conjunções | Afixos | Pronomes | Signuno
História
História | Zamenhof | "Unua Libro" | Declaração de Boulogne | "Fundamento" | Manifesto de Praga | Discursos de Zamenhof
Cultura
Cultura | Esperantistas | Esperantujo | Cinema | Internacia Televido | La Espero | Bibliotecas | Literatura | Música | Falantes nativos | Cultura pop | Publicações | Símbolos | Dia de Zamenhof| Internacia Junulara Kongreso
Organizações e serviços
Amikeca Reto | Academia de Esperanto | Kurso de Esperanto | Pasporta Servo | TEJO | UEA
Críticas
Esperantido | Valor propedêutico | Reformas | Iĉismo | Esperanto X Ido | Interlingua | Novial
Wikimedia
Portal | Vikipedio | Vikivortaro | Vikicitaro | Vikifonto | Vikilibroj | Vikikomunejo | Vikispecoj
editar
Postal do IV Congresso, 1908

O Congresso Universal de Esperanto (em esperanto Universala Kongreso de Esperanto) tem a maior tradição entre as convenções internacionais de esperanto, ocorrendo quase que regularmente há mais de cem anos.

Os congressos têm se realizado anualmente, desde 1905, exceto durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. Até 1912, em Cracóvia, tinham o nome de "Congresso Internacional". A partir do ano seguinte, em Berna, a série passou a se chamar "Congresso Universal". A UEA, Associação Mundial de Esperanto, organiza esses congressos desde os anos 20. O Brasil recebeu o evento em duas ocasiões: em 1981 (Brasília) e 2002 (Fortaleza).

A média de participantes nesses congressos anuais é de cerca de 2000 (desde a Segunda Guerra Mundial, o número varia entre 800 e 6000 pessoas, dependendo do local). O número médio de países ali representados é de cerca de 60. Algumas organizações especializadas também aproveitam o evento para realizar suas reuniões anuais.

Apesar do nome tradicional de "Congresso", a série pode ser considerada um grande festival de cultura internacional, pois além de palestras e reuniões de trabalho, é uma semana intensa de espetáculos teatrais, música e apresentação da cultura local. Normalmente ocorrem na última semana de julho ou na primeira semana de agosto, começando e terminando em um sábado (em um total de 8 dias de evento).

Congresso realizados e já planejados[editar | editar código-fonte]

Países que já receberam um Congresso Mundial de Esperanto, entre 1905 e 2012.


Número Ano Cidade País Número de
participantes
99°. 2014 Buenos Aires Argentina  
98°. 2013 Reikjavik Islândia  
97°. 2012 Hanói Vietnã  
96°. 2011 Copenhague Dinamarca 1458
95°. 2010 Havana Cuba 1002
94°. 2009 Białystok Polônia 1860
93°. 2008 Roterdã Países Baixos 1845
92°. 2007 Yokohama Japão 1901
91°. 2006 Florença Itália 2209
90°. 2005 Vilnius Lituânia 2235
89°. 2004 Pequim China 2031
88°. 2003 Gotemburgo Suécia 1791
87°. 2002 Fortaleza Brasil 1484
86°. 2001 Zagreb Croácia 1691
85°. 2000 Tel Aviv Israel 1212
84°. 1999 Berlim Alemanha 2712
83°. 1998 Montpellier França 3133
82°. 1997 Adelaide Austrália 1224
81°. 1996 Praga República Tcheca 2972
80°. 1995 Tampere Finlândia 2443
79°. 1994 Seul Coreia do Sul 1776
78°. 1993 Valência Espanha 1863
77°. 1992 Viena Áustria 3033
76°. 1991 Bergen Noruega 2400
75°. 1990 Havana Cuba 1617
74°. 1989 Brighton Reino Unido 2280
73°. 1988 Roterdã Países Baixos 2321
72°. 1987 Varsóvia Polônia 5946
71°. 1986 Beijing China 2482
70°. 1985 Augsburg Alemanha 2311
69°. 1984 Vancouver Canadá 802
68°. 1983 Budapeste Hungria 4834
67°. 1982 Antuérpia Bélgica 1899
66°. 1981 Brasília Brasil 1749
65°. 1980 Estocolmo Suécia 1807
64°. 1979 Lucerna Suíça 1630
63°. 1978 Varna Bulgária 4414
62°. 1977 Reykjavík Islândia 1199
61°. 1976 Atenas Grécia 1266
60°. 1975 Copenhaga Dinamarca 1227
59°. 1974 Hamburgo Alemanha 1651
58°. 1973 Belgrado Iugoslávia 1638
57°. 1972 Portland Estados Unidos 923
56°. 1971 Londres Reino Unido 2071
55°. 1970 Viena Áustria 1987
54°. 1969 Helsinki Finlândia 1857
53°. 1968 Madrid Espanha 1769
52°. 1967 Roterdã Países Baixos 1265
51°. 1966 Budapeste Hungria 3975
50°. 1965 Tóquio Japão 1710
49°. 1964 Haia Países Baixos 2512
48°. 1963 Sofia Bulgária 3472
47°. 1962 Copenhaga Dinamarca 1550
46°. 1961 Harrogate Reino Unido 1646
45°. 1960 Bruxelas Bélgica 1930
44°. 1959 Varsóvia Polônia 3256
43°. 1958 Mogúncia Alemanha 2021
42°. 1957 Marselha França 1468
41°. 1956 Copenhaga Dinamarca 2200
40°. 1955 Bolonha Itália 1687
39°. 1954 Haarlem Países Baixos 2353
38°. 1953 Zagreb Iugoslávia 1760
37°. 1952 Oslo Noruega 1614
36°. 1951 Munique Alemanha 2040
35°. 1950 Paris França 2325
34°. 1949 Bournemouth Reino Unido 1534
33°. 1948 Malmö Suécia 1761
32°. 1947 Berna Suíça 1370
Segunda Guerra Mundial
31°. 1939 Berna Suíça 765
30°. 1938 Londres Reino Unido 1602
29°. 1937 Varsóvia Polônia 1120
28°. 1936 Viena Áustria 854
27°. 1935 Roma Itália 1442
26°. 1934 Estocolmo Suécia 2042
25°. 1933 Colônia Alemanha 950
24°. 1932 Paris França 1650
23°. 1931 Cracóvia Polônia 900
22°. 1930 Oxford Reino Unido 1211
21°. 1929 Budapeste Hungria 1200
20°. 1928 Antuérpia Bélgica 1494
19°. 1927 Gdańsk Polônia 905
18°. Edimburgo Escócia 960
17°. 1925 Genebra Suíça 953
16°. 1924 Viena Áustria 3400
15°. 1923 Nuremberga Alemanha 4963
14°. 1922 Helsínquia Finlândia 850
13°. 1921 Praga Tchecoslováquia 2561
12°. 1920 Haia Países Baixos 408
Primeira Guerra Mundial
11°. 1915 São Francisco Estados Unidos 163
10°. 1914 Paris França cancelado devido
à Primeira Guerra Mundial
9°. 1913 Berna Suíça 1203
8°. 1912 Cracóvia Polônia 1000
7°. 1911 Antuérpia Bélgica 1800
6°. 1910 Washington Estados Unidos 357
5°. 1909 Barcelona Espanha 1500
4°. 1908 Dresden Alemanha 1500
3°. 1907 Cambridge Reino Unido 1317
2°. 1906 Genebra Suíça 1200
1°. 1905 Bolonha-sobre-o-Mar França 688

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]