Conradus Leontorius

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Conradus Leontorius
(1465-1511)
Nacionalidade  Alemanha- Suíça
Data de nascimento 1465
Local de nascimento Suábia,  Alemanha
Data de falecimento 1511
Local de falecimento Engenthal, perto de Basileia, Suíça
Ocupação Abade beneditino, cisterciense e humanista suíço-alemão.

Conrado de Leonberg (1465-1511) (Konrad von Löwenberg)(* Suábia, 1465Engenthal, perto de Basileia, 1511) foi um monge beneditino, cisterciense e humanista suíço-alemão.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Fez seus votos no monastério cisterciense de Maulbronn, no distrito de Neckar, que desfrutava de sua era de ouro, ao contrário dos outros monastérios cistercienses daquela época. Em 1490, tornou-se secretário do geral da Ordem. Quando os humanistas alemães começaram a retomar o estudo dos clássicos latinos e gregos, como Conrad deplorava o latim bárbaro em que os filósofos e teólogos alemães estavam expondo a doutrina dos seus grandes mestres, ele tomou a iniciativa de restaurar a latinidade clássica da Era de Cícero. De maneira que, através de seus exemplos verbais, estimulou o estudo do grego, sentindo-se atraído particularmente pelo erudito hebraico Johannes Reuchlin, o qual inspirou Conrad com seu entusiasmo pelo estudo do hebraico. Como seu amigo e professor, Conrad se convenceu da necessidade de estudar o hebraico para entender completamente a Sagrada Escritura e tornou-se um dos grandes eruditos em hebraico de sua época. Manteve farta correspondência com os melhores escritores da literatura sacra e profana, e era muito estimado pelos literatos da sua época. Durante algum tempo, desempenhou a função de leitor de prova na renomada oficina tipográfica de Johannes Amerbach (1440-1513), na Basileia. Além de ser autor de inúmeros poemas em latim, orações, e epístolas, ele publicou, entre 1506-08, a Bíblia Latina com a "Postilla" e as "Moralitates" do franciscano de Oxford Nicolau de Lyra (1270-1349), junto com a "Additiones" de Paulus Burgensis (1350-1435) e a "Replicæ" de Mathias Thoring (1390-1469).

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Textus biblie cu[m] glossa ordinaria Nicolai de lyra postilla moralitatibus eiusdem Pauli Burge[n]sis additio[n]ibus Matthie Thoring replicis ... Addita quibus sunt nuperrime vltra dilige[n]tissimam & castigatissima[m] eme[n]dationes & lima[m] historie no[n] inuenuste: et figurate littere capitis cuiuslibet exordioque totam rem descripta[m] clarius qu[ae] possit aperiunt.
  • Repertorium alphabeticum sententiarum prestantium, & scitu dignarum, ueteris & noui testamenti contentiuum: decerptarum ex glossa ordinaria, glossa interlineari : Postilla literali & morali Nicolai Lyrani ... ac questione quodlibetica; eiusdem utrum Messias deus & homo existens, & in lege promissus, uenerit; an adhuc uenturus a iudaeis uere expectetur; libello responsali obinctionibus cuiusdam iudei contra evangelium Matthei : item ex Pauli Episcopi Burgensis Iudaismum repudiantis additionibus an postillam; praeterae ex Matthiae Thoring, correctorio sive replicis[1]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.