Conservatório de São Petersburgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Conservatório de São Petersburgo (em russo: Санкт-Петербургская государственная консерватория имени Н.А. Римского-Корсакова) é uma escola musical em São Petersburgo. Em 2004 o conservatório consistia em 275 professores e 1.400 estudantes.

História[editar | editar código-fonte]

O conservatório foi fundado em 1862 pelo pianista e compositor russo Anton Rubinstein, que trabalhou como diretor até 1867, sendo sucedido por Nikolai Zaremba. Rimsky-Korsakov ingressou no conservatório em 1871. Em 1887, Rubinstein retornou para o conservatório, demitindo alguns professores, removendo estudantes, examinando curriculos. Em 1891 ele retirou toda a demanda de cotas raciais.

O conservatório baseia-se ao lado do velho Teatro do Bolshoi em São Peterburgo. Como o nome da cidade mudou no século XX, o conservatório foi renomeado para Conservatório de Petrogrado (Петроградская консерватория) e novamente para Conservatório de Leningrado (Ленинградская консерватория).

Diretores[editar | editar código-fonte]

Professores notáveis[editar | editar código-fonte]

  • Leopold Auer (violino)
  • Leonid Korchmar (condução)
  • Teodor Leszetycki (piano)
  • Ilya Musin (condução)
  • Cesare Pugni (violino, contraponto, composição)
  • Nikolai Rimsky-Korsakov (composição, orquestração)
  • Anton Rubinstein (piano, história da literatura do piano)
  • Nikolai Tcherepnin (condução)
  • Anna Yesipova (piano)
  • Alexander Ossovsky (musicologia)
  • Sergei Slonimsky (composição)
  • Anatoli Ivanov (percussão)

Alunos notáveis[editar | editar código-fonte]