Constelação de satélites

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde julho de 2013). Ajude e colabore com a tradução.
A constelação de satélites do Sistema de posicionamento global, com 24 satélites distribuídos em seis planos orbitais.

O termo constelação de satélites, em sua definição formal, significa: "um grupo de satélites similares que orbitam a Terra de forma sincronizada e otimizada",[1] trabalhando de forma orquestrada para atingir um objetivo comum.

Esse tipo de "constelação", portanto, pode ser considerado como um conjunto de satélites coordenados e orquestrados por estações em terra, operando em conjunto sob um controle compartilhado, de maneira sincronizada, de forma que cada satélite da constelação complemente a área de cobertura dos demais, sem que um interfira na cobertura do outro de forma indesejada.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Existe um grande número de constelações de satélites atendendo necessidades específicas de cada missão. Geralmente, as constelações são projetadas de tal forma que os satélites têm órbitas similares em termos de excentricidade e inclinação, de tal forma que qualquer perturbação, afeta cada satélite aproximadamente da mesma forma.

Dessa maneira, as características da órbita podem ser usadas para classificar essas constelações atribuindo-lhes nomes. Uma classe de geometria orbital que se tornou popular para elas é a Walker Delta Pattern constellation. Essa classe tem uma notação associada que foi proposta por John Walker.[2]

Por exemplo: a constelação do sistema de navegação Galileo tem a seguinte classificação: "Walker Delta 56°:27/3/1", significando: 27 satélites em 3 planos, inclinados a 56 graus, espalhados nos 360 graus ao longo do equador.[3] [4]

Exemplos de constelações de satélites[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Stanley Q. Kidder e Thomas H. Vonder Haar. A SATELLITE CONSTELLATION TO OBSERVE THE SPECTRAL RADIANCE SHELL OF EARTH. Colorado State University - Cooperative Institute for Research in the Atmosphere. Página visitada em 10/07/2013.
  2. J. G. Walker, Satellite constellations, Journal of the British Interplanetary Society, vol. 37, pp. 559-571, 1984
  3. A. H. Ballard, Rosette Constellations of Earth Satellites, IEEE Transactions on Aerospace and Electronic Systems, Vol 16 No. 5, Sep. 1980.
  4. J. G. Walker, Comments on "Rosette constellations of earth satellites", IEEE Transactions on Aerospace and Electronic Systems, vol. 18 no. 4, pp. 723-724, November 1982.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre satélites é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.