Constituição material

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Constituição material, em direito, é o conjunto de regras, escritas ou não, que definem a estrutura das relações de poder de um país e o sistema de garantias dos seus cidadãos.

Não precisa ser necessariamente escrita, assim como seu conteúdo pode estar disperso em diversos documentos. É modificável por processos e formalidades ordinárias e por vezes independetemente de qualquer processo legislativo formal (através de novos costumes e entendimentos jurisprudenciais).

Diferencia-se da constituição formal, que é necessariamente escrita.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • MORAES, Alexandre de. Direito constituicional. 10ª ed. São Paulo: Atlas, 2001.
Ícone de esboço Este artigo sobre direito é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.