Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mergefrom 2.svg
O artigo ou secção Avaliação Trienal da CAPES deverá ser fundido aqui. (desde abril de 2014)
Se discorda, discuta sobre esta fusão aqui.
O ex-ministro da Educação (2005-2012), Fernando Haddad e o presidente da CAPES, Jorge Almeida Guimarães, durante a entrega do Prêmio Capes de Teses. Foto:Wilson Dias/Abr.
Sede da CAPES em Brasília.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é uma agência de fomento à pesquisa brasileira que atua na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todos os estados do país.

A característica distintiva, em relação às outras agências federais de fomento, como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), e às estaduais, está na Avaliação Trienal que ela efetua de todos os cursos de pós-graduação do País. É a única entidade que tem tradição de determinar o descredenciamento (na prática, o fechamento) dos cursos que apresentam nota baixa ou deficiente.

A avaliação dos cursos de pós-graduação foi introduzida em 1976, pelo então diretor-geral (na época, o cargo máximo da agência, que depois se tornou fundação), o educador Cláudio de Moura Castro. O filósofo Renato Janine Ribeiro foi diretor de avaliação de 2004 até 2008.[carece de fontes?] Conforme verificado em 2012, a diretoria está sendo ocupada pelo físico Livio Amaral.[1]

Em julho de 2007, foi sancionada a Lei 11.502 que atribuiu à Capes também o papel de estimular a formação de professores para a educação básica.[2]

Desde 2000, contribui para o desenvolvimento da pesquisa brasileira por meio do Portal .periodicos. da qual participam gratuitamente as seguintes instituições:

  • Instituições federais de ensino superior
  • Instituições de pesquisa com pós-graduação avaliada pela CAPES
  • Instituições públicas de ensino superior estaduais e municipais com pós-graduação avaliada com nota 4 (quatro) pela CAPES
  • Instituições privadas de ensino superior com pelo menos um doutorado com avaliação trienal 5 (cinco) ou superior pela CAPES

Outras instituições podem aderir ao Portal na categoria "pagantes", com acesso restrito às coleções contratadas.

Em 2009 passou a transmitir um canal de vídeo pela internet, a Capes WebTV,[3] que passou a partir de 2010 a ser transmitido em aparelhos de televisão afixados dentro de universidades brasileiras[4] . O canal ainda não é transmitido na televisão doméstica.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

A estrutura organizacional da CAPES é composta por:[5]

  • Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CT-ES)
  • Conselho Técnico-Científico da Educação Básica (CT-EB)
  • Conselho Superior
  • Diretoria Executiva
    • Presidência: ocupada pelo o bioquimico Jorge Almeida Guimarães desde 2004
      • Chefia de gabinete
      • Secretaria executiva de órgãos colegiados
      • Auditoria interna
      • Procuradoria federal
    • Diretoria de Gestão (DGES)
    • Diretoria de Programas e Bolsas no País (DPB)
    • Diretoria de Avaliação (DAV)
    • Diretoria de Relações Internacionais (DRI)
    • Diretoria de Educação Básica Presencial (DEB)
    • Diretoria de Educação a Distância (DED)

Cooperação internacional[editar | editar código-fonte]

O objetivo da cooperação internacional é desenvolver as atividades da pós-graduação brasileira no contexto mundial e busca apoiar as pesquisas realizadas por brasileiros, com o intuito de obter a excelência da pós-graduação nacional. A cooperação internacional é realizada por meio de acordos bilaterais ou parcerias universitárias bilaterais.[6]

A CAPES mantém um acordo de cooperação internacional multinacional e acordos bilaterais com os países:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]