Copa América de 1995

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
XXXVII Copa América
Uruguai 1995
Dados
Participantes 12
Organização CONMEBOL
Anfitrião Uruguai
Período 5 de julho23 de julho
Gol(o)s 69
Jogos 26
Média 2,65 gol(o)s por partida
Campeão Flag of Uruguay.svg Uruguai (14º título)
Vice-campeão Brasil Brasil
3º colocado Flag of Colombia.svg Colômbia
Melhor marcador 4 gols:
Melhor ataque (fase inicial) 6 gols:
Melhor defesa (fase inicial) Brasil Brasil – Nenhum gol
Maior goleada
(diferença)
Argentina Flag of Argentina.svg 4 – 0 Flag of Chile.svg Chile
Estádio Parque ArtigasPaysandú
11 de julho
Premiações
Melhor jogador
(CONMEBOL)
UruguaiURU Enzo Francescoli
◄◄ Equador Equador 1993 Soccerball.svg Bolívia 1997 Bolívia ►►

A 37a edição da Copa América de futebol foi disputada em 1995, no Uruguai, durante os dias 5 de julho e 23 de julho daquele ano. A competição contou com a presença de 12 seleções (as dez da CONMEBOL, mais México e EUA).

O torneio foi vencido pela seleção anfitriã, que foi campeã do torneio pela 14a vez, ao vencer o Brasil na final, nas cobranças de penaltis por 5 a 3, após um empate por 1 a 1 no tempo normal.

Seleções Participantes[editar | editar código-fonte]

As 12 seleções seguem abaixo:


Estádios[editar | editar código-fonte]

A competição foi realizada em quatro cidades diferentes. A relação dos estádios e das cidades está abaixo:

Cidade Estádio Lotação Jogos realizados
Maldonado Estádio Campus Municipal 22.000 Três partidas do grupo A, uma partida das semi-finais e a decisão do terceiro lugar.
Montevidéu Estádio Centenário 60.000 Três partidas do grupo A, duas partidas das quartas-de-final, uma partida das semi-finais e a final.
Paysandú Estádio Parque Artigas 25.000 As seis jogos do grupo C e uma partida das quartas-de-final.
Rivera Estádio Atilio Paiva Olivera 30.000 As seis partidas do Grupo B e uma partida das quartas-de-final.

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Nesta parte da competição, as doze seleções participantes da competição foram divididas em três grupos de quatro. Classificam-se os dois primeiros de cada grupo e os dois melhores terceiros lugares para as quartas de final. Caso duas equipes terminem empatadas em números de pontos, são aplicados os seguintes critérios de desempate, pela ordem:

  • Maior saldo de gols.
  • Maior quantidade de gols marcados.
  • Confronto direto entre as seleções empatadas.

Abaixo seguem a classificação e os resultados.

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
Flag of Uruguay.svg Uruguai 7 3 2 1 0 6 2 4
Flag of Paraguay.svg Paraguai 6 3 2 0 1 5 4 1
Flag of Mexico.svg México 4 3 1 1 1 5 4 1
Flag of Venezuela.svg Venezuela 0 3 0 0 3 4 10 -6

Partidas realizadas:

5 de julho:

6 de julho:

9 de julho:

12 de julho:

13 de julho:

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
Brasil Brasil 9 3 3 0 0 6 0 6
Flag of Colombia.svg Colômbia 4 3 1 1 1 2 4 -2
Flag of Ecuador.svg Equador 3 3 1 0 2 2 3 -1
Flag of Peru.svg Peru 1 3 0 1 2 2 5 -3

Partidas realizadas:

7 de julho:

10 de julho:

13 de julho:

Nota: A Seleção Brasileira ficou concentrada na cidade de Santana do Livramento, que fica no interior do Rio Grande do Sul, por fazer fronteira com a cidade uruguaia de Rivera, sede dos jogos da sua chave. Dois tetracampeões marcaram gols pela primeira vez na seleção nesse torneio: Ronaldão fez o gol da vitória de 1x0 sobre o Equador. Leonardo abriu o placar contra a Colômbia. Neste jogo, o meia Juninho Paulista marcou um gol olímpico, contando com a colaboração do polêmico René Higuita.

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
Flag of the United States.svg Estados Unidos 6 3 2 0 1 5 2 3
Flag of Argentina.svg Argentina 6 3 2 0 1 6 4 2
Flag of Bolivia.svg Bolívia 4 3 1 1 1 4 4 0
Flag of Chile.svg Chile 1 3 0 1 2 3 8 -5

Partidas realizadas:

8 de julho:

11 de julho:

14 de julho:

Quartas de Final[editar | editar código-fonte]

16 de julho:

17 de julho:

Semifinais[editar | editar código-fonte]

19 de julho:

20 de julho:

Decisão do Terceiro Lugar[editar | editar código-fonte]

22 de julho:

Final[editar | editar código-fonte]

23 de julho de 1995 Flag of Uruguay.svg Uruguai 1 – 1 Brasil Brasil Estadio Centenário, Montevidéu

Bengoechea Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51' Túlio Maravilha Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30' Público: 60,000
Árbitro: Arturo Brizio Carter (México)
Pênaltis
Francescoli Yes check.svg 1:1 Yes check.svg Roberto Carlos
Bengoechea Yes check.svg 2:2 Yes check.svg Zinho
Herrera Yes check.svg 3:2 X mark.svg Túlio Maravilha
Gutiérrez Yes check.svg 4:3 Yes check.svg Dunga
Martínez Yes check.svg 5:3
Campeão da Copa América:

Flag of Uruguay.svg URUGUAI (14a vez)

Goleadores[editar | editar código-fonte]

Classificação Final[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]