Copa do Brasil de Futebol de 2011

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Copa do Brasil de Futebol de 2011
Copa do Brasil de 2011
Brasil.
Dados
Participantes 64
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 16 de fevereiro8 de junho
Gol(o)s 315
Jogos 111
Média 2,84 gol(o)s por partida
Campeão Rio de Janeiro Vasco da Gama (1º título)
Vice-campeão Paraná Coritiba
Melhor marcador 5 gols:
Maior goleada
(diferença)
Atlético Mineiro Minas Gerais 8 – 1 Maranhão IAPE
Arena do JacaréSete Lagoas
2 de março, primeira fase
Público 920 099[i]
Média 8 289,2 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
(CBF)
BrasilBRA Felipe (Vasco da Gama)
◄◄ Brasil 2010 Soccerball.svg 2012 Brasil ►►

A Copa do Brasil de 2011 foi a 23ª edição dessa competição brasileira de futebol organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Foi disputada por 64 times, classificados através dos campeonatos estaduais (54 vagas) e do Ranking da CBF (10 vagas). O vencedor foi o Club de Regatas Vasco da Gama, que conquistou esse título pela primeira vez.

O regulamento previa a ordem de prioridades entre os campeonatos estaduais e o ranking histórico da CBF nas primeiras e segundas fases. A partir das oitavas-de-final, a CBF fez sorteios para determinar a ordem dos jogos.

Os clubes envolvidos com a Copa Libertadores da América de 2011 não participaram do torneio, devido ao conflito de datas com a competição continental assim como o campeão da Taça Sulamericana. Por essa razão, o campeão nunca disputa a próxima edição da Copa do Brasil, uma vez que é classificado para disputar a Copa Libertadores do próximo ano.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Estaduais e seletivas[editar | editar código-fonte]

As 54 vagas destinadas aos clubes mais bem colocados em seus campeonatos estaduais foram divididas entre as 27 federações de acordo com os pontos de seus clubes no ranking da CBF. Os cinco primeiros colocados (São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná) tiveram direito a três vagas; os classificados entre o 6º e 22º lugar tiveram direito a duas vagas; e os cinco últimos colocados (Acre, Rondônia, Tocantins, Amapá e Roraima) tiveram direito a apenas uma vaga.

Normalmente, as equipes mais bem classificadas nos campeonatos estaduais ficam com as vagas daquela federação. Porém, algumas federações realizam torneios especiais, como a Taça Minas Gerais, a Copa Rio, a Copa Federação Gaúcha de Futebol, a Copa Fares Lopes no Ceará, para classificarem um representante para a Copa do Brasil.

UF Clube Forma de Classificação
Acre. Acre Rio Branco Campeão do Estadual 2010
Alagoas. Alagoas Murici Campeão do Estadual 2010
ASA Vice-campeão do Estadual 2010
Amapá. Amapá Trem Campeão do Estadual 2010
Amazonas. Amazonas Penarol Campeão do Estadual 2010
Fast Clube Vice-campeão do Estadual 2010
Bahia. Bahia Vitória Campeão do Estadual 2010
Bahia Vice-campeão do Estadual 2010
Ceará. Ceará Fortaleza Campeão do Estadual 2010
Horizonte Campeão da Copa Fares Lopes de 2010
Distrito Federal. Distrito Federal Ceilândia Campeão do Metropolitano 2010
Brasiliense Vice-campeão do Metropolitano 2010
Espírito Santo. Espírito Santo Rio Branco-ES Campeão do Estadual 2010
Vitória-ES Campeão da Copa Espírito Santo 2010
Goiás. Goiás Atlético Goianiense Campeão do Estadual 2010
Santa Helena Vice-campeão do Estadual 2010
Maranhão. Maranhão Sampaio Corrêa Campeão do Estadual 2010
IAPE Campeão da Copa União 2010
Mato Grosso. Mato Grosso União Rondonópolis Campeão do Estadual 2010
Cuiabá [2] Campeão da Copa Governador do Mato Grosso de 2010
Mato Grosso do Sul. Mato Grosso do Sul Comercial-MS Campeão do Estadual 2010
Naviraiense Vice-campeão do Estadual 2010
Minas Gerais. Minas Gerais Atlético Mineiro Campeão do Estadual 2010
Ipatinga Vice-campeão do Estadual 2010
Uberaba Campeão da Taça Minas Gerais 2010
Pará. Pará Paysandu Campeão do Estadual 2010
Águia de Marabá Vice-campeão do Estadual 2010
Paraíba. Paraíba Treze Campeão do Estadual 2010
Botafogo-PB Campeão da Copa Paraíba 2010
Paraná Paraná Coritiba Campeão do Estadual 2010
Atlético Paranaense Vice-campeão do Estadual 2010
Iraty 3º colocado do Estadual 2010
Pernambuco. Pernambuco Sport Campeão do Estadual 2010
Náutico Vice-campeão do Estadual 2010
Piauí. Piauí Comercial-PI Campeão do Estadual 2010
Barras Vice-campeão do Estadual 2010
Rio de Janeiro. Rio de Janeiro Botafogo Campeão do Estadual 2010
Flamengo Vice-campeão do Estadual 2010
Bangu Vice-campeão da Copa Rio 2010
Rio Grande do Norte. Rio Grande do Norte ABC Campeão do Estadual 2010
Coríntians de Caicó Vice-campeão do Estadual 2010
Rio Grande do Sul. Rio Grande do Sul Caxias 3º colocado do Estadual 2010
São José-RS 4º colocado do Estadual 2010
Ypiranga de Erechim Vice-campeão da Copa FGF 2009
Rondônia. Rondônia Vilhena Campeão do Estadual 2010
Roraima. Roraima Baré Campeão do Estadual 2010
São Paulo. São Paulo Santo André Vice-campeão do Estadual 2010
Grêmio Prudente 3º colocado do Estadual 2010
Paulista Campeão da Copa Paulista 2010
Santa Catarina. Santa Catarina Avaí Campeão do Estadual 2010
Brusque Campeão da Copa Santa Catarina 2010
Sergipe. Sergipe River Plate-SE Campeão do Estadual 2010
São Domingos Campeão da Copa Governo de Sergipe 2010
Tocantins. Tocantins Gurupi Campeão do Estadual 2010

Ranking[editar | editar código-fonte]

Com a definição dos 54 representantes das federações estaduais, 10 clubes são apurados pelo Ranking da CBF

Ranking atualizado em 5 de dezembro de 2010

Pos. Clube UF Pontos
Vasco da Gama Rio de Janeiro RJ 2.086
São Paulo São Paulo SP 2.049
Palmeiras São Paulo SP 2.012
13º Goiás Goiás GO 1.523
14º Guarani São Paulo SP 1.516
17º Portuguesa São Paulo SP 1.405
22º Santa Cruz Pernambuco PE 1.140
23º Paraná Paraná PR 1.080
24º Ceará Ceará CE 1.055
25º Ponte Preta São Paulo SP 1.047

Sistema de disputa[editar | editar código-fonte]

A disputa se dá no sistema eliminatório simples ("mata-mata"), com as 64 equipes divididas em chaves de dois, decidindo em jogos de ida e volta. Aquele que conseguir mais pontos passa para a fase seguinte, onde o sistema se repete até a final. Nas duas primeiras fases, se o time visitante vencer por diferença maior ou igual a dois gols no jogo de ida estará automaticamente classificado para a fase seguinte.

Em caso de empate de pontos, os critérios de desempate são:

  1. Saldo de gols
  2. Número de gols marcados como visitante (não conta quando os dois jogos do confronto são disputados no mesmo estádio)

Persistindo o empate, a decisão acontece atráves da disputa por pênaltis ao final do jogo de volta.

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Na primeira e segunda fases, o time melhor qualificado no ranking nacional joga a primeira partida como visitante. Caso este time vença a partida por 2 ou mais gols de diferença, estará automaticamente classificado para a próxima fase.

A partir das oitavas-de-final, a ordem dos jogos será definida por sorteio e a partida de volta é obrigatória.

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto.

  1ª fase 2ª fase Oitavas-de-final Quartas-de-final Semifinais Finais
                                                         
 Rio de Janeiro Flamengo 3 -  
 Alagoas Murici 0 -  
   Rio de Janeiro Flamengo 3 -  
   Ceará Fortaleza 0 -  
 Ceará Fortaleza 0 4
 Amazonas Fast Clube 2 1  
   Rio de Janeiro Flamengo 1 3  
   Ceará Horizonte 1 0  
 São Paulo Guarani (gf) 4 0  
 Mato Grosso União Rondonópolis 4 0  
   São Paulo Guarani 1 2
   Ceará Horizonte (gf) 1 2  
 Alagoas ASA 1 3
 Ceará Horizonte 3 3  
   Rio de Janeiro Flamengo 1 2  
   Ceará Ceará 2 2  
 Minas Gerais Atlético Mineiro 3 8  
 Maranhão IAPE 2 1  
   Minas Gerais Atlético Mineiro 1 0
   São Paulo Grêmio Prudente 2 0  
 São Paulo Grêmio Prudente 1 3
 Paraná Iraty 3 0  
   São Paulo Grêmio Prudente 1 1
   Ceará Ceará 2 2  
 Ceará Ceará 2 -  
 Mato Grosso Cuiabá 0 -  
   Ceará Ceará 0 2
   Distrito Federal (Brasil) Brasiliense 0 1  
 Distrito Federal (Brasil) Brasiliense 1 2
 Pará Águia de Marabá 1 0  
   Ceará Ceará 0 0  
   Paraná Coritiba 0 1  
 Bahia Vitória 1 0  
 Paraíba Botafogo-PB 3 0  
   Paraíba Botafogo-PB 0 1  
   Rio Grande do Sul Caxias 1 3  
 Rio Grande do Sul Caxias 5 -
 Distrito Federal (Brasil) Ceilândia 0 -  
   Rio Grande do Sul Caxias 0 0  
   Paraná Coritiba 4 1  
 Paraná Coritiba 1 2  
 Rio Grande do Sul Ypiranga de Erechim 0 0  
   Paraná Coritiba 2 3
   Goiás Atlético Goianiense 1 1  
 Goiás Atlético Goianiense 2 1
 Santa Catarina Brusque 3 0  
   Paraná Coritiba 6 0
   São Paulo Palmeiras 0 2  
 São Paulo Palmeiras 2 5  
 Piauí Comercial-PI 1 1  
   São Paulo Palmeiras 4 -
   Minas Gerais Uberaba 0 -  
 Minas Gerais Uberaba 3 -
 Goiás Santa Helena 1 -  
   São Paulo Palmeiras 2 1
   São Paulo Santo André 1 0  
 Pernambuco Sport 0 2  
 Maranhão Sampaio Corrêa (gf) 0 2  
   Maranhão Sampaio Corrêa 3 0
   São Paulo Santo André (gf) 2 1  
 São Paulo Santo André 2 1
 Mato Grosso do Sul Naviraiense 1 0  
   Paraná Coritiba 0 3
     Rio de Janeiro Vasco da Gama (gf) 1 2
 Rio de Janeiro Vasco da Gama 6 -
 Mato Grosso do Sul Comercial-MS 1 -  
   Rio de Janeiro Vasco da Gama 0 2  
   Rio Grande do Norte ABC 0 1  
 Rio Grande do Norte ABC 1 2
 Piauí Barras 1 1  
   Rio de Janeiro Vasco da Gama 3 0  
   Pernambuco Náutico 0 0  
 São Paulo Portuguesa 1 1  
 Rio de Janeiro Bangu 3 0  
   Rio de Janeiro Bangu 0 -
   Pernambuco Náutico 2 -  
 Pernambuco Náutico 1 6
 Amapá Trem 2 0  
   Rio de Janeiro Vasco da Gama (gf) 2 1  
   Paraná Atlético Paranaense 2 1  
 Paraná Atlético Paranaense 1 3  
 Acre Rio Branco 2 1  
   Paraná Atlético Paranaense 2 -
   São Paulo Paulista 0 -  
 São Paulo Paulista 0 3
 Rio Grande do Sul São José-RS 1 0  
   Paraná Atlético Paranaense 1 5
   Bahia Bahia 1 0  
 Bahia Bahia 0 5  
 Sergipe São Domingos 0 1  
   Bahia Bahia 0 2
   Pará Paysandu 0 1  
 Pará Paysandu 3 2
 Amazonas Penarol 2 2  
   Rio de Janeiro Vasco da Gama 1 2
 Santa Catarina Avaí 1 0  
 Rio de Janeiro Botafogo (pen) 0 1 (4)  
 Sergipe River Plate-SE 1 0 (1)  
   Rio de Janeiro Botafogo 2 3  
   Paraná Paraná 1 0  
 Paraná Paraná 1 3
 Tocantins Gurupi 1 0  
   Rio de Janeiro Botafogo 2 1  
   Santa Catarina Avaí (gf) 2 1  
 Santa Catarina Avaí 3 -  
 Rondônia Vilhena 0 -  
   Santa Catarina Avaí 1 4
   Minas Gerais Ipatinga 1 1  
 Minas Gerais Ipatinga 1 3
 Espírito Santo (estado) Rio Branco-ES 0 0  
   Santa Catarina Avaí 0 3
   São Paulo São Paulo 1 1  
 São Paulo São Paulo 3 -  
 Paraíba Treze 0 -  
   São Paulo São Paulo 0 2
   Pernambuco Santa Cruz 1 0  
 Pernambuco Santa Cruz 4 -
 Rio Grande do Norte Coríntians de Caicó 1 -  
   São Paulo São Paulo 1 1
   Goiás Goiás 0 0  
 Goiás Goiás 4 -  
 Espírito Santo (estado) Vitória-ES 1 -  
   Goiás Goiás 3 -
   São Paulo Ponte Preta 0 -  
 São Paulo Ponte Preta 1 -
 Roraima Baré ¹ 0 -  

¹ - O Baré foi eliminado da competição pelo STJD em 3 de março pela escalação irregular de todos os seus jogadores.

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa do Brasil de Futebol de 2011
Rio de Janeiro
VASCO DA GAMA
Campeão
(1º título)

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 23 de maio de 2011

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Esses são os dez maiores públicos da Copa do Brasil 2011:[3]

Público[i] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada
1 46.681 Pernambuco Santa Cruz 1–0 São Paulo São Paulo Arruda 30 de março 2ª fase
2 34.544 São Paulo São Paulo 1–0 Goiás Goiás Morumbi 27 de abril Oitavas-de-final
3 33.614 São Paulo Palmeiras 1–0 São Paulo Santo André Pacaembu 21 de abril Oitavas-de-final
4 31.516 Paraná Coritiba 3–2 Rio de Janeiro Vasco da Gama Couto Pereira 8 de junho Final
5 31.179 Ceará Ceará 2–1 Distrito Federal (Brasil) Brasiliense Castelão 30 de março 2ª fase
6 28.870 Paraná Coritiba 6–0 São Paulo Palmeiras Couto Pereira 5 de maio Quartas-de-final
7 28.526 Goiás Goiás 0–1 São Paulo São Paulo Serra Dourada 20 de abril Oitavas-de-final
8 27.317 Paraná Coritiba 1–0 Ceará Ceará Couto Pereira 25 de maio Semifinal
9 21.206 Rio de Janeiro Vasco da Gama 1–1 Paraná Atlético Paranaense São Januário 12 de maio Quartas-de-final
10 21.089 Ceará Fortaleza 0–3 Rio de Janeiro Flamengo Castelão 16 de março 2ª fase
  • i. ^ Considera-se apenas o público pagante

Referências

  1. Copa do Brasil de 2011 - Estatísticas (em português). CBF. Página visitada em 9 de outubro de 2011.
  2. Cuiabá derruba o Operário, é campeão da Copa MT e vai para Copa do Brasil (em português). Só Notícias (24 de Novembro de 2010). Página visitada em 10 de junho de 2011.
  3. Copa do Brasil 2011 (em português). CBF. Página visitada em 24 de maio de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]