Copa do Mundo FIFA de 1938

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Copa do Mundo de 1938)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Copa do Mundo FIFA de 1938
Coupe du Monde 1938
WorldCup1938poster.jpg
Cartaz promocional da Copa do Mundo FIFA de 1938
Dados
Participantes 15 (de 4 confederações)
Organização FIFA
Anfitrião  França
Período 4 de junho19 de junho
Gol(o)s 84
Jogos 18
Média 4,67 gol(o)s por partida
Campeão Reino de Itália Itália (2º título)
Vice-campeão Hungria Hungria
3º colocado Brasil Brasil
4º colocado Flag of Sweden.svg Suécia
Melhor marcador Brasil Leônidas da Silva (7 gols)
Melhor ataque Hungria Hungria (15 gols)
Maior goleada
(diferença)
Suécia Flag of Sweden.svg 8-0 Flag of Cuba.svg Cuba
Stade du Forte CarréAntibes
12 de junho, quartas-de-final
Público 369 720
Média 20 540 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
(FIFA)
Brasil Leônidas da Silva
Melhor goleiro Tchecoslováquia František Plánička
◄◄ Reino de Itália Itália 1934 Soccerball.svg Brasil 1950 Brasil ►►

A Copa do Mundo FIFA de 1938 foi a terceira Copa do Mundo disputada e foi sediada na França entre 4 e 19 de junho. A Itália manteve o título e foi bicampeão, derrotando a Hungria por 4x2 na final.

Eleição da sede[editar | editar código-fonte]

A França foi escolhida como sede pela FIFA em Berlim a 13 de agosto de 1936, derrotando Argentina e Alemanha na primeira rodada de votações. A decisão causou afronta na América do Sul, que acreditava que as sedes seriam alternadas entre os dois continentes; em vez disso, foi o segundo torneio consecutivo a ser jogado na Europa. Esta foi a última Copa do Mundo antes do início da Segunda Guerra Mundial.

Eliminatórias[editar | editar código-fonte]

Artigo principal: Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 1938 Por causa da raiva da decisão de se ter um segunda Copa consecutiva na Europa, nem Uruguai nem Argentina entraram para a competição, enquanto a Espanha foi a primeira seleção a ser impedida de competir por causa de uma guerra.

Foi a primeira vez em que o anfitrião (França) e o então campeão (Itália) se classificaram automaticamente. Aos então campeões era-lhes dado classificação automática até a Copa de 2006.

Das 14 vagas restantes, onze eram para a Europa, duas para as Américas e uma para a Ásia. Como resultado, somente três seleções não-europeias participaram: Brasil, Cuba e Índias Orientais Neerlandesas. Este é o menor número de equipes de fora do continente anfitrião a competir em um Copa do Mundo FIFA.

A Áustria se classificou para a Copa, mas depois das eliminatórias serem finalizadas, a Anschluss uniu a Áustria com a Alemanha. Subsequentemente, a seleção desistiu do torneio, com alguns jogadores austríacos na equipe alemã (excluindo o famoso austríaco Matthias Sindelar, que se recusou a a jogar na equipe unificada)[1] A Letônia ficou em segundo no grupo da Áustria nas eliminatórias, mas não foi convidada a participar do torneio; em vez disso, a vaga da Áustria ficou vazia e a Suécia, que seria o primeiro adversário da Áustria, progrediu diretamente para as quartas-de-final por omissão.

Este torneio viu a primeira, e até 2014 a única, participação de Cuba e Índias Orientais Neerlandesas (agora Indonésia). Também viu a estreia em Copas de Polônia e Noruega. Polônia e Países Baixos não reapareceriam no torneio até 1974, enquanto a Noruega não se classificaria para uma Copa do Mundo até 1994. A Alemanha unificada não apareceria de novo até 1994.

Formato[editar | editar código-fonte]

O formato eliminatório de 1934 foi mantido. Se uma partida permanecer empatada depois dos 90 minutos, mais 30 minutos de prorrogação seriam jogados. Se o placar permanecesse igual, um jogo desempate era realizado. Foi a última Copa do Mundo a ter este formato eliminatório.

Sumário[editar | editar código-fonte]

Seleções e seus respectivos resultados.

Alemanha, França, Itália, Checoslováquia, Hungria, Cuba e Brasil foram sorteadas como cabeças-de-chave em Paris, em 5 de março.[2] Cinco das sete partidas da primeira rodada tiveram prorrogação; duas ainda foram para o jogo desempate. Em um jogo desempate, Cuba avançou para a fase seguinte à custas da Romênia. No outro jogo desempate, a Alemanha liderava o placar por 1x0 no primeiro jogo quando a Suíça empatou, e no segundo jogo, a seleção germânica liderava por 2x0 quando sofreu a virada para 2x4. Esta derrota, que se deu em frente a uma torcida hostil que arremessava garrafas em Paris, foi colocada na conta do treinador alemão Sepp Herberger em uma atitude derrotista dos cinco jogadores austríacos que ele foi forçado a convocar; um jornalista alemão comentou mais tarde que "alemães e austríacos preferiam jogar um contra o outro até mesmo estando no mesmo time".[3] Esta continua sendo, até 2014, a única vez que em uma Copa do Mundo que a Alemanha não passou da primeira fase, uma vez que a seleção não participou das Copas de 1930 e 1950.

A Suécia avançou diretamente às quartas-de-final como resultado da desistência da Áustria, e conseguiram derrotar Cuba por 8x0. A anfitriã França foi batida pela campeã Itália e a Suíça foi eliminada pela Hungria. A Checoslováquia levou o Brasil à prorrogação em uma partida notoriamente agressiva em Bordeaux antes de sucumbirem em um jogo desempate; os sul-americanos se mostraram muito fortes para os esgotados checoslovacos (Oldřich Nejedlý e František Plánička sofreram fraturas no primeiro jogo) e ganharam por 2x1. Esta foi a última partida a ser refeita em um Copa do Mundo, com todos os vencedores destas partidas desempate caindo na fase seguinte.

A Hungria destruiu a Suécia em uma das semifinais por 5x1, enquanto Itália e Brasil se encontravam pela primeira vez em uma das rivalidades mais importantes da Copa do Mundo. Os brasileiros descansaram sua estrela Leônidas confiantes de que iriam se classificar para a final, mas os italianos venceram por 2x1. Brasil venceu a Suécia por 4x2 na disputa pelo terceiro lugar.

A final teve lugar no Estádio Olímpico de Colombes, em Paris. A Itália de Vittorio Pozzo abriu o placar cedo, mas a Hungria empatou em dois minutos. Os italianos passaram a frente de novo logo em seguida e, no final do primeiro tempo, estava liderando por 3x1 no placar. A Hungria não recuou no jogo. Com o placar de 4x2 favorecendo os italianos, a Itália se tornou a primeira seleção a conseguir defender seu título e tornou-se bicampeã da Copa do Mundo.

Graças à Segunda Guerra Mundial, a Copa do Mundo não seria disputada por 12 anos, até 1950. Como resultado, a Itália ficou como campeã pelo recorde de 16 anos, de 1934 a 1950. O vice-presidente italiano da FIFA, Ottorino Barassi, escondeu o troféu em uma caixa de sapato sob sua cama durante a Segunda Grande Guerra, salvando-o assim de cair nas mãos das tropas de ocupação.[4]

Sub-sedes[editar | editar código-fonte]

Dez cidades receberam os jogos:

Copa do Mundo FIFA de 1938 (França)
Copa do Mundo FIFA de 1938 (França)
Antibes Bordeaux Le Havre Lille
Stade du Fort Carré Parc Lescure Stade Municipal Stade Victor Boucquey
Capacidade: 7,000 Capacidade: 34,694 Capacidade: 22,000 Capacidade: 15,000
Stade du Fort Carré, Antibes, France.jpg Panorama Chaban-Delmas.jpg Stade municipal du Havre - Wedstrijd Nederland-Tsjechoslowakije, WK 1938.jpg LilleOM-1937.jpg
Paris Reims Estrasburgo
Parc des Princes Estádio Olímpico de Colombes Vélodrome Municipal Stade de la Meinau
Capacidade: 48,712 Capacidade: 60,000 Capacidade: 21,684 Capacidade: 30,000
Paris-Parc-des-Princes.jpg Stade Yves du Manoir Colombes7.jpg Stade Auguste-Delaune 2 Tribünen.JPG Stade de la Meinau fassade2.JPG
Lyon Marselha Toulouse
Stade de Gerland Stade Vélodrome Stade Chapou
Capacidade: 40,500 Capacidade: 48,000 Capacidade: 35,472
Stade-Gerland-RWC2007.JPG Vue du virage Depé.jpg StadiumToulouse3.JPG

Somente o Stade de Gerland, em Lyon não recebeu jogos, devido à desistência da Áustria.

Convocações[editar | editar código-fonte]

Para uma lista dos convocados da Copa do Mundo FIFA de 1938, veja Convocações para a Copa do Mundo FIFA de 1938.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Primeira rodada Quartas-de-final Semifinais Final
                           
5 de junho – Marselha            
 Reino de Itália Itália (pro.)  2
12 de junho – Paris
 Flag of Norway.svg Noruega  1  
 Reino de Itália Itália  3
5 de junho – Paris
   Bandeira da França França  1  
 Bandeira da França França  3
16 de junho – Marselha
 Flag of Belgium (civil).svg Bélgica  1  
 Reino de Itália Itália  2
5 de junho – Estrasburgo
   Brasil Brasil  1  
 Brasil Brasil (pro.)  6
12 de junho – Bordeaux
(desempatada em 14 de junho)
 Flag of Poland.svg Polónia  5  
 Brasil Brasil  1 (2)
5 de junho – Le Havre
   Flag of Czechoslovakia.svg Tchecoslováquia  1 (1)  
 Flag of Czechoslovakia.svg Tchecoslováquia (pro.)  3
19 de junho – Paris
 Países Baixos Países Baixos  0  
 Reino de Itália Itália  4
5 de junho – Reims
   Hungria Hungria  2
 Hungria Hungria  6
12 de junho – Lille
 Flag of the Netherlands.svg Índias Orientais Neerlandesas  0  
 Hungria Hungria  2
4 de junho – Paris
(desempatado em 9 de junho)
   Flag of Switzerland.svg Suíça  0  
 Flag of Switzerland.svg Suíça  1 (4)
16 de junho – Paris
 Alemanha Nazi Alemanha  1 (2)  
 Hungria Hungria  5
5 de junho – Lyon
   Flag of Sweden.svg Suécia  1   Terceiro lugar
 Flag of Sweden.svg Suécia  w/o
12 de junho – Antibes 19 de junho – Bordeaux
 Flag of Austria.svg Áustria[5]  —  
 Flag of Sweden.svg Suécia  8  Brasil Brasil  4
5 de junho – Toulouse
(desempatada em 9 de junho)
   Flag of Cuba.svg Cuba  0    Flag of Sweden.svg Suécia  2
 Flag of Cuba.svg Cuba  3 (2)
 Flag of Romania.svg Romênia  3 (1)  

Primeira rodada[editar | editar código-fonte]

4 de junho Suíça Civil Ensign of Switzerland.svg 1–1 (pro.) Alemanha Nazi Alemanha Parc des Princes, Paris
17:00 (WEST)
Abegglen Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' Relatório Gauchel Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29' Público: 27 162
Árbitro: BélgicaBEL John Langenus

5 de junho Hungria Hungria 6–0 Flag of the Netherlands.svg Índias Orientais Neerlandesas Vélodrome Municipal, Reims
17:00 (WEST)
Kohut Gol marcado aos 14 minutos de jogo 14'
Toldi Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16'
Sárosi Gol marcado aos 25 minutos de jogo 25' Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Zsengellér Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30' Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67'
Relatório Público: 9 000
Árbitro: FrançaFRA Roger Conrié

Suécia Flag of Sweden.svg w/o[5] Flag of Austria.svg Áustria Stade de Gerland, Lyon


5 de junho Cuba Flag of Cuba.svg 3–3 (pro.) Flag of Romania.svg Romênia Stade Chapou, Toulouse
17:00 (WEST)
Socorro Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44' Gol marcado aos 103 minutos de jogo 103'
Magriñá Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69'
Relatório Bindea Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35'
Barátky Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Dobay Gol marcado aos 105 minutos de jogo 105'
Público: 7 000
Árbitro: ItáliaITA Giuseppe Scarpi

5 de junho França Bandeira da França 3–1 Flag of Belgium (civil).svg Bélgica Estado Olímpico de Colombes, Paris
17:00 (WEST)
Veinante Gol marcado aos 1 minutos de jogo 1'
Nicolas Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16' Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69'
Relatório Isemborghs Gol marcado aos 38 minutos de jogo 38' Público: 30 454
Árbitro: SuíçaSUI Hans Wüthrich

5 de junho Itália Reino de Itália 2–1 (pro.) Flag of Norway.svg Noruega Stade Vélodrome, Marselha
17:00 (WEST)
Ferraris Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2'
Piola Gol marcado aos 94 minutos de jogo 94'
Relatório Brustad Gol marcado aos 83 minutos de jogo 83' Público: 19 000
Árbitro: AlemanhaALE Alois Beranek[6]

5 de junho Brasil Brasil 6–5 (pro.) Flag of Poland.svg Polónia Stade de la Meinau, Estrasburgo
17:30 (WEST)
Leônidas Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18' Gol marcado aos 93 minutos de jogo 93' Gol marcado aos 104 minutos de jogo 104'
Romeu Gol marcado aos 25 minutos de jogo 25'
Perácio Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44' Gol marcado aos 71 minutos de jogo 71'
Relatório Scherfke Gol marcado aos 23 minutos de jogo 23' (pen.)
Wilimowski Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53' Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59' Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Gol marcado aos 118 minutos de jogo 118'
Público: 13 452
Árbitro: SuéciaSUE Ivan Eklind

5 de junho Tchecoslováquia Flag of Czechoslovakia.svg 3–0 (pro.) Países Baixos Países Baixos Stade Municipal, Le Havre
18:30 (WEST)
Košťálek Gol marcado aos 93 minutos de jogo 93'
Nejedlý Gol marcado aos 111 minutos de jogo 111'[7]
Zeman Gol marcado aos 118 minutos de jogo 118'[8]
Relatório Público: 11 000
Árbitro: FrançaFRA Lucien Leclerq

Jogos desempate[editar | editar código-fonte]

9 de junho Alemanha Alemanha Nazi 2–4 Flag of Switzerland.svg Suíça Parc des Princes, Paris
18:00 (WEST)
Hahnemann Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8'
Lörtscher Gol marcado aos 22 minutos de jogo 22' (g.c.)
Relatório Walaschek Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42'
Bickel Gol marcado aos 64 minutos de jogo 64'
Abegglen Gol marcado aos 75 minutos de jogo 75' Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78'
Público: 20 265
Árbitro: SuéciaSUE Ivan Eklind

9 de junho Cuba Flag of Cuba.svg 2–1 Flag of Romania.svg Romênia Stade Chapou, Toulouse
18:00 (WEST)
Socorro Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51'
Fernández Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57'
Relatório Dobay Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35' Público: 8 000
Árbitro: AlemanhaALE Alfred Birlem

Quartas-de-final[editar | editar código-fonte]

12 de junho Suíça Civil Ensign of Switzerland.svg 0–2 Hungria Hungria Stade Victor Boucquey, Lille
17:00 (WEST)
Relatório Sárosi Gol marcado aos 40 minutos de jogo 40'
Zsengellér Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89'[9]
Público: 14 000
Árbitro: ItáliaITA Rinaldo Barlassina

12 de junho Suécia Flag of Sweden.svg 8–0 Flag of Cuba.svg Cuba Stade du Fort Carré, Antibes
17:00 (WEST)
H. Andersson Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9' Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'[10] Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90'
Wetterström Gol marcado aos 32 minutos de jogo 32'[11] Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37' Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44'
Keller Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'[12]
Nyberg Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'[13]
Relatório Público: 6 846
Árbitro: TchecoslováquiaCHE Augustin Krist

12 de junho França Bandeira da França 1–3 Reino de Itália Itália Estádio Olímpico de Colombes, Paris
17:00 (WEST)
Heisserer Gol marcado aos 10 minutos de jogo 10' Relatório Colaussi Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9'
Piola Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51' Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72'
Público: 58 455
Árbitro: BélgicaBEL Louis Baert

12 de junho Brasil Brasil 1–1 (pro.) Flag of Czechoslovakia.svg Tchecoslováquia Parc Lescure, Bordeaux
17:00 (WEST)
Leônidas Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30' Relatório Nejedlý Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65' (pen.) Público: 22 021
Árbitro: HungriaHUN Pal von Hertzka

Jogo desempate[editar | editar código-fonte]

14 de junho Brasil Brasil 2–1 Flag of Czechoslovakia.svg Tchecoslováquia Parc Lescure, Bordeaux
18:00 (WEST)
Leônidas Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57'
Roberto Gol marcado aos 62 minutos de jogo 62'[14]
Relatório Kopecký Gol marcado aos 25 minutos de jogo 25' Público: 18 141
Árbitro: FrançaFRA Georges Capdeville

Semifinais[editar | editar código-fonte]

16 de junho Hungria Hungria 5–1 Flag of Sweden.svg Suécia Parc des Princes, Paris
18:00 (WEST)
Jacobsson Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19' (g.c.)
Titkos Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37'
Zsengellér Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39' Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Sárosi Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Relatório Nyberg Gol marcado aos 1 minutos de jogo 1' Público: 14 800
Árbitro: FrançaFRA Lucien Leclerq

16 de junho Itália Reino de Itália 2–1 Brasil Brasil Stade Vélodrome, Marselha
18:00 (WEST)
Colaussi Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51'
Meazza Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60' (pen.)
Relatório Romeu Gol marcado aos 87 minutos de jogo 87' Público: 33 000
Árbitro: SuíçaSUI Hans Wüthrich

Disputa do 3º lugar[editar | editar código-fonte]

19 de junho Suécia Flag of Sweden.svg 2–4 Brasil Brasil Parc Lescure, Bordeaux
17:00 (WEST)
Jonasson Gol marcado aos 28 minutos de jogo 28'
Nyberg Gol marcado aos 38 minutos de jogo 38'
Relatório Romeu Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44'
Leônidas Gol marcado aos 63 minutos de jogo 63' Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Perácio Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
Público: 12 000
Árbitro: BélgicaBEL John Langenus

Final[editar | editar código-fonte]

Artigo principal: Final da Copa do Mundo FIFA de 1938
19 de junho Hungria Hungria 2–4 Reino de Itália Itália Estádio Olímpico de Colombes, Paris
17:00 (WEST)
Titkos Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8'
Sárosi Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
Relatório Colaussi Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6' Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35'
Piola Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16' Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82'[15]
Público: 45 124
Árbitro: FrançaFRA Georges Capdeville

Vencedor[editar | editar código-fonte]

Campeão da Copa do Mundo FIFA de 1938
Itália
Itália
Segundo título

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

3 gols
2 gols
1 gol
Gols contra

Ranking retrospectivo da FIFA[editar | editar código-fonte]

Em 1986, a FIFA publicou um relatório que ranqueava todas as equipes de cada Copa do Mundo até então, incluindo a de 1986, baseada no progresso na competição, resultados gerais e qualidade do adversário.[16] [17] O ranking do torneio de 1938 foi o seguinte:

C Equipe J V E D GF GC SG Pts.
1 Reino de Itália Itália 4 4 0 0 11 5 +6 8
2 Hungria Hungria 4 3 0 1 15 5 +10 6
3 Brasil Brasil 4 2 1 1 12 10 +2 5
4 Flag of Sweden.svg Suécia 3 1 0 2 11 9 +2 2
Eliminados nas quartas-de-final
5 Flag of Czechoslovakia.svg Tchecoslováquia 2 1 1 0 4 1 +3 3
6 Bandeira da França França 2 1 0 1 4 4 0 2
7 Flag of Switzerland.svg Suíça 2 0 1 1 1 3 −2 1
8 Flag of Cuba.svg Cuba 2 0 1 1 3 11 −8 1
Eliminados nas oitavas-de-final
9 Flag of Romania.svg Romênia 1 0 1 0 3 3 0 1
10 Alemanha Nazi Alemanha 1 0 1 0 1 1 0 1
11 Flag of Poland.svg Polónia 1 0 0 1 5 6 −1 0
12 Flag of Norway.svg Noruega 1 0 0 1 1 2 −1 0
13 Flag of Belgium (civil).svg Bélgica 1 0 0 1 1 3 −2 0
14 Países Baixos Países Baixos 1 0 0 1 0 3 −3 0
15 Flag of the Netherlands.svg Índias Orientais Neerlandesas 1 0 0 1 0 6 −6 0

Referências

  1. Ashdown, John (2014-04-22). World Cup: 25 stunning moments … No11: Austria's Wunderteam. theguardian.com. Página visitada em 2014-06-29.
  2. "History of the World Cup Final Draw" (PDF). Retrieved 2012-03-26.
  3. Hesse-Lichtenberger, Ulrich. Tor!: The Story of German Football. London: WSC Books, 2003. p. 85.
  4. Jules Rimet Cup. FIFAWorldCup.com. Página visitada em 14 June 2014. Cópia arquivada em 20 March 2007.
  5. a b A Suécia foi premiada com uma desistência já que a Áustria estava incapacitada de competir por causa da Anschluss austríaca em março de 1938.
  6. Na verdade, era da Áustria, mas representou a Federação Alemã de Futebol por causa da Anschluss.
  7. RSSSF creditou este gol aos 118 minutos.
  8. RSSSF credita este gol aos 111 minutos.
  9. RSSSF credita este gol aos 90 minutos.
  10. RSSSF credita este gol aos 61 minutos.
  11. RSSSF credita este gol aos 22 minutos.
  12. RSSSF credita este gol aos 60 minutos.
  13. RSSSF credita este gol 89 minutos.
  14. A FIFA inicialmente creditou este gol a Leônidas, mas trocou para Roberto in 2006. Arquivado em novembro 16, 2006 no Wayback Machine
  15. RSSSF credita este gol aos 85 minutos.
  16. página 45
  17. "FIFA World Cup: Milestones, facts & figures. Statistical Kit 7". FIFA. 26 de março de 2013. Arquivado do original em 21 de maio de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]