Copacabana (1947)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Copacabana
 Estados Unidos
1947 • p&b • 92 min 
Direção Alfred E. Green
Roteiro História:
László Vadnay
Allen Boretz
Howard Harris
Filme:
László Vadnay
Elenco Groucho Marx
Carmen Miranda
Género comédia, musical
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Copacabana é um filme de comédia musical dirigido por Alfred E. Green e estrelado por Groucho Marx e Carmen Miranda.

Este é o primeiro filme de Carmen Miranda depois da saída da 20th Century Fox onde estava sob contrato desde 1940. A cantora teria refilmado cenas em que estava de cabelos loiros por outros escuros, para distribuição na América do Sul.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em Nova York, Lionel Q. Devereaux (Groucho Marx) e sua namorada Carmen Novarro (Carmen Miranda) têm 24 horas para pagar uma conta de hotel. Lionel, posando como agente teatral, convence o produtor Steve Hunt (Steve Cochran) a levar Carmen para um teste no Club Copacabana. Quando o produtor pergunta se ele não tem outros artistas sob contrato, ele diz que vai trazer Fifi, vinda de Paris, ou seja, a mesma Carmen Novarro em papel duplo. O produtor contrata ambas as cantoras. Fifi faz muito sucesso e um produtor de Hollywood tenta contrata-la. Da confusão surgida entre as duas cantoras gira a história, até que Lionel inventa uma briga e diz que encontrou Fifi morta no rio. Durante o interrogatório, Lionel confessa que inventou Fifi. Quando Carmen aparece, descobre-se que ela e Fifi eram a mesma pessoa. Um produtor de Hollywood interessa-se em contratar a cantora e fazer da história um filme, do qual Lionel receberá todos os créditos. O filme começa com uma música sobre o Club Copacabana.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Groucho Marx — Lionel Q. Deveraux
  • Carmen Miranda — Carmen Novarro / Mademoiselle Fifi
  • Steve Cochran — Steve Hunt
  • Andy Russell — Ele mesmo
  • Gloria Jean — Anne Stuart
  • Abel Green — Ele mesmo (colunista)
  • Louis Sobol — Ele mesmo (colunista)
  • Earl Wilson — Ele mesmo (colunista)
  • Ralph Sandford — Liggett, agente
  • DeCastro Sisters — Elas mesmas

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

  • Estúdio: United Artists
  • Distribuição: United Artists
  • Direção: Alfred E. Green
  • Roteiro: László Vadnay
  • Produção: Walter Batchelor, Sam Coslow e David Hersh
  • Música: Edward Ward
  • Fotografia: Edward Cronjager
  • Figurino: Bert Glennon
  • Edição: Philip Cahn

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme foi lançado nos Estados Unidos em 30 de maio de 1947.[2]

Disponibilidade[editar | editar código-fonte]

Em 2003 o filme foi lançado em DVD pela Republic Pictures através da Artisan Entertainment Inc. Em 2013, a Olive Films divulgou um novo DVD e Blu-ray do filme.[3]

Números musicais[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Copacabana (1947). Cinemateca Brasileira. Página visitada em 21 de março de 2014.
  2. Copacabana, Film That Tells of Night-Club Shenanigans, Is New Bill at the Broadway -- Groacho Marx Chief Interest. The New York Times. Página visitada em 21 de março de 2014.
  3. Copacabana [Blu-ray (1947)]. Amazon. Página visitada em 26 de março de 2014.