Cordilheira Heritage

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cordilheira Heritage
Localização da Cordilheira Heritage na Antártica Ocidental
Continente Antártica
Região Terra de Marie Byrd
Parte de Montanhas Ellsworth
Fronteiras Cordilheira Sentinela
Comprimento 160 km (99 mi)
Largura 48 km (30 mi)

A Cordilheira Heritage é uma importante cordilheira de montanhas, 160 km (99 mi) de comprimento e 48 km (30 mi) de largura, situada na direção sul de Geleira Minnesota, formando a metade sul das Montanhas Ellsworth na Antártica. A Cordilheira é complexa, consistindo de serranias dispersas e picos de altura moderada, escarpas, colinas e nunataks e as várias unidades de apoio se estabeleceram fora dela, pelas numerosas geleiras intermediárias.[1]

A porção norte da cordilheira foi provavelmente a primeira avistada por Lincoln Ellsworth no curso de seu vôo transantártico de 23 de novembro de 1935. Em 14 de dezembro de 1959, a cordilheira do sul foi vista pela primeira vez em vôo de reconhecimento da Estação Byrd, feito por Edward C. Thiel, J.C. Craddock e E.S. Robinson. A equipe aterrissou em uma geleira no Pico Pipe em 26 de dezembro na parte noroeste da cordilheira.[1] [2]

Durante a temporada de 1962-63 e 1963-64, as expedições da Universidade de Minnesota fizeram levantamentos geológicos e cartográficos da cordilheira. A cordilheira inteira foi mapeada pelo USGS (Serviço Geológico dos Estados Unidos) de fotos aéreas tiradas pela Marinha dos Estados Unidos, 1961-66.[1]

Foi então nomeada pelo US-ACAN (Comitê Consultivo para Nomes Antárticos) por causa de unidades topográficas dentro da cordilheira terem recebido nomes relacionados ao tema do patrimônio americano.[1] 79° 45′ S 083° 00′ W

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d Heritage Range Geographic Names Information System, U.S. Geological Survey. Página visitada em Nov. 11, 2004.
  2. Gerald F. Webers, et al., Geology and Paleontology of the Ellsworth Mountains, West Antarctica (Geological Society of America, 1992), p. xi