Coridora bandada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCoridora bandada
Photo: Birger A

Photo: Birger A
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Siluriformes
Família: Callichthyidae
Género: Scleromystax
Espécie: S. barbatus
Nome binomial
Scleromystax barbatus
Quoy & Gaimard, 1824

A coridora bandada, Scleromystax barbatus, é um peixe subtropical dulcícola pertencente a família Callichthyidae. É nativo das bacias hidrográficas costeiras da América do Sul, do Rio de Janeiro a Santa Catarina, no Brasil.[1]

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Originalmente descrito como Callichthys barbatus por Jean René Constant Quoy & Joseph Paul Gaimard em 1824, foi transferido para o gênero Corydoras como Corydoras barbatus, um nome pelo que ainda é conhecida na indústria aquarística. A espécie foi transferida para o gênero Scleromystax em 2003.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Esta espécie pode atingir um comprimento de 9,8 cm e tem um pronunciado dimorfismo sexual: as nadadeiras dorsal e peitorais dos machos quase atingem o pedúnculo caudal e fortes arcadas dentárias ocupam uma larga área dos lados da boca, em machos adultos.

Habitat e ecologia[editar | editar código-fonte]

A coridora bandada vive em clima subtropical em água com pH 6,0–8,0, dureza 2–25 dGH e temperatura ótima de 28 °C).[1] Come vermes, crustáceos bênticos, insetos, e plantas. Os ovos são depositados em vegetação densa e os adultos não cuidam deles. Em cativeiro, quando o esperma é libertado, a fêmea desce para o fundo do tanque, apoia-se numa das nadadeiras peitorais e usa a outra para fazer movimentos em leque; nessa altura, os ovos são libertados para dentro da "cesta pélvica", onde são fertilizados.

No aquário[editar | editar código-fonte]

Esta espécie tem importância comercial na indústria aquarista. Apesar de pacíficas, elas crescem mais que as outras Corydoras o que as torna desadequadas para aquários pequenos.[2]

Referências

  1. a b FishBase Scleromystax barbatus acessada em Janeiro de 2009 (em inglês)
  2. Axelrod, Herbert R.. Exotic Tropical Fishes. [S.l.]: T.F.H. Publications, 1996. ISBN 0-87666-543-1.
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Coridora bandada