Corno de Ouro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde agosto de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Vista do Corno de Ouro desde o Café Pierre Loti, em Eyüp

O Corno de Ouro ou Chifre de Ouro (em turco: Haliç, em grego: Χρυσοκερας, transl.: Khrysokeras ou Chrysoceras) é um estuário que divide o lado europeu da cidade de Istambul.

Com o Mar de Mármara, o Corno de Ouro forma uma península com um profundo porto natural. Este lugar foi originalmente colonizado por gregos na cidade de Bizâncio. O Império Bizantino teve seu quartel-general naval lá.

Na época do Império Romano, quando a cidade já tinha sido renomeada para Constantinopla, foram construídas muralhas ao longo da costa para proteger a cidade de ataques navais. Na entrada do Corno de Ouro havia uma barreira flutuante, de Constantinopla à Torre de Gálata (também conhecida como "Torre de Cristo", nos textos antigos) no lado norte, para evitar que navios indesejados entrassem no porto.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Corno de Ouro
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.