Corpo da Gendarmaria do Estado da Cidade do Vaticano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Corpo da Gendarmaria do
Estado da Cidade do Vaticano
País Vaticano
Subordinação Governo do Estado da cidade do Vaticano
Missão Gendarmaria
Criação 12 de fevereiro de 1971
Aniversários 29 de setembro
Patrono São Miguel Arcanjo
Lema Fides et Virtus
Fiel e Virtuosa
Cores Azul e preto
Logística
Efetivo 130 homens
Comando
Comandante Inspetor Geral Domenico Giani
Subcomandante Vice-inspetor Raoul Bonarelli
Sede
Internet Página oficial (em italiano)
Um quepi do Corpo da Gendarmara do Vaticano.

O Corpo da Gendarmaria do Estado da Cidade do Vaticano[1] (em italiano: Corpo della Gendarmeria dello Stato della Città del Vaticano) é a gendarmaria, ou polícia e força de segurança da Cidade do Vaticano, responsável pela segurança, ordem pública, controle fronteiriço, controle de tráfego, investigação criminal e outras funções policiais naquele Estado. Um pequeno destacamento de oficiais do Corpo acompanha o Papa durante suas viagens para lhe fornecer segurança pessoal. A Gendarmaria tem 130 funcionários,[2] e faz parte do Departamento de Serviços de Defesa Civil e Segurança (que também inclui os Bombeiros do Vaticano), e é um órgão que pertence ao governo do Estado da Cidade do Vaticano.[3]

É chefiado por um inspetor-geral, cargo atualmente ocupado por Domenico Giani, que substituiu o veterano Camillo Cibin em junho de 2006.

De 1991 a 2002 a força policial do Vaticano era conhecida como Corpo di Vigilanza dello Stato della Città del Vaticano ("Corpo de Vigilância do Estado da Cidade do Vaticano"), e de 1970 a 1991 como Escritório Central de Segurança. A entidade substituiu o antigo Corpo della Gendarmeria ("Corpo da Gendarmaria"), fundado pelo Papa Pio VII em 1816 como uma unidade das Forças Armadas do Vaticano até que o Papa Paulo VI reduzisse a presença militar na Santa Sé apenas à Guarda Suíça Pontifícia.[2]

Até 1970, o Corpo della Gendarmeria vestia uniformes cerimoniais elaborados, remanescentes do século XVIII; atualmente vestem uniformes policiais tradicionais, em azul-escuro.

Para se qualificar como um gendarme, o indivíduo deve ter entre 20 e 25 anos de idade, ter a cidadania italiana, e pelo menos dois anos de treinamento em algum tipo de polícia italiana.

Interação com outros organismos locais[editar | editar código-fonte]

A segurança na Cidade do Vaticano também é fornecida por um serviço separado, a Guarda Suíça Pontífice, uma unidade militar da Santa Sé, e não do Estado da Cidade do Vaticano. A Guarda Suíça é responsável pela segurança do Papa, bem como dos edifícios papais e de seus dignitários, porém não do Vaticano em si.

Referências

  1. Discurso do Papa Bento XVI no encontro com o Corpo da Gendarmaria do Estado da Cidade do Vaticano. Site oficial da Santa Sé, 31 de dezembro de 2005 (visitado em 21-5-2010).
  2. a b Gendarme Corps. Gabinete do Presidente do Estado da Cidade do Vaticano (2007). Página visitada em 15-10-2007.
  3. Gabinete do Presidente do Estado da Cidade do Vaticano (2007). Administrations and Central Offices. Página visitada em 15-10-2007.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Polícia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.