Corpus Hermeticum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hermes Trismegisto. in Viridarium chymicum, de D. Stolcius von Stolcenbeerg, 1624

O conjunto de textos denominado Corpus Hermeticum (também chamado de Hermetica) escrito entre 100 e 300 d.C. no Egito, resulta de um complexo sincretismo religioso, de múltiplas influências (inclusive egípcias). Ocorreu no período da Pax Romana (Paz Romana), que colocou o Egito em contato com o restante do Império. Escrito na primeira pessoa por Thoth ou Hermes Trismegisto, contando as coisas que lhe revelou seu contato com o nous, espécie de divindade absoluta. Durante os séculos seguintes, atribuiu-se erroneamente a esses textos uma exagerada antiguidade, situando-o na época das grandes pirâmides. Tal atributo lhe valeu uma leitura reverente e atenta que teve importante influência na ciência do Renascimento, quando quase tudo o que fora escrito na Antiguidade era lido como revelação fundamental.

Novos textos[editar | editar código-fonte]

Recentes traduções de textos encontrados na biblioteca de Nag Hammadi (Códice VI) contêm ao menos três escritos inéditos pertencentes ao Corpus Hermeticum:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]