Correlativo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde março de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Em gramática, correlativos são palavras que são separadas em uma sentença, mas funcionam juntas, formando uma única função.

Em português, exemplos são nem-nem, tão-que (ela é tão bonita que todos olham para ela), se-então (se isso é verdade, então aquilo é mentira), aquilo-que, entre muitos outros.

A tabela abaixo não mostra as flexões (feminino, masculino, singular, plural), deixando a palavra no masculino singular.

Tabela de correlativos
interrogativo demonstrativo quantificador
proximal medial distal existencial eletivo universal negativo alternativo-positivo
determinante qual
que
este esse aquele algum qualquer
seja qual for
todo
cada
todos
nenhum um outro
algum outro
pronome humano quem este esse aquele alguém quem quer
qualquer um
seja quem for
todos
todo mundo
todas as pessoas
ninguém um outro
outra pessoa
algum outro
não humano que isto
este
isso
esse
aquilo
aquele
algo qualquer coisa
seja o que for
tudo nada outra coisa
dual qual este esse aquele um
algum
qualquer um dos dois
ou um ou outro
ambos nenhum dos dois
nem um nem outro
muitos algum
um
qualquer
seja qual for
cada
todos
nenhum
proadvérbio lugar onde aqui
ali
algures em qualquer lugar
seja onde for
em todo lugar nenhures alhures
origem donde daqui
de cá
daí dali
de lá
dalgures seja donde for de todo lugar de nenhures de alhures
destino aonde a algures seja aonde for a todo lugar a nenhures a alhures
tempo quando agora então uma vez seja quando for todas as vezes
sempre
nunca outra vez
modo como assim
destarte
desse modo
dessarte
daquele modo de algum modo de qualquer modo
seja como for
de todo modo de modo nenhum de outro modo
razão por que
para que
por isto por isso portanto   seja por que for
seja para que for