Cortar, copiar e colar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde agosto de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Cortar, copiar e colar (do inglês cut, copy and paste) compõem um paradigma na Interação homem-computador expresso em procedimentos usados para transferência de conteúdo (texto, dados, arquivos, objetos) de uma origem para um destino.

Um determinado conteúdo pode ser cortado, copiado e colado de locais distintos em um mesmo documento, entre documentos diferentes, ou mesmo entre aplicações diferentes, dependendo apenas da compatibilidade de formato existente entre elas.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O paradigma de "cortar e colar" foi popularizado pela Apple Computer partir de 1981 com a interface Lisa e 1984, com o lançamento do Macintosh. A Apple associou a funcionalidade a combinações de teclas, consistindo de uma tecla especial pressionada simultaneamente a uma letra: X (para cortar), C (para copiar), e V (para colar). A escolha das letras está associada a um critério ergonômico, assim as teclas encontradas na parte esquerda inferior de um teclado padrão QWERTY foram escolhidas. Adicionando-se a estas a tecla Z, para desfazer a operação tem-se:

  • X para recortar
  • C para copiar
  • V para colar
  • Z para desfazer

Cortar e colar[editar | editar código-fonte]

Cortar e colar é o processo de selecionar um conteúdo, retirá-lo de seu local de origem e reposicioná-lo em um novo local. Vários modos foram criados ao longo da evolução das interfaces de computador para a realização deste procedimento, como teclas de atalho, menus ou barra de ferramentas.

Basicamente o procedimento ocorre dentro das seguintes etapas:

  1. O usuário seleciona o conteúdo (texto, gráfico, objeto) a ser movido, o que pode ser feito através do movimento de um mouse ou pressionando a tecla Shift enquanto se desloca o cursor de texto com uma das teclas de direção (setas).
  2. Em seguida, o usuário "corta" o conteúdo com ajuda de teclas de atalho, menus ou barra de ferramentas. O conteúdo cortado imediatamente desaparece de seu local original.
  3. Tecnicamente, o conteúdo cortado é deslocado para um local denominado Área de transferência. Normalmente esse local fica oculto, e armazena apenas um item cortado por vez. Há, porém, avanços atuais aumentando a capacidade de armazenamento da Área de transferência e oferecendo suporte ao gerenciamento e visualização do conteúdo armazenado.
  4. Com o mouse ou teclado, o usuário seleciona um ponto de inserção.
  5. O usuário então cola no ponto de inserção o conteúdo armazenado na Área de transferência. (O conteúdo permanece armazenado e poderá ser reutilizado).

Teclas de atalho mais comuns[editar | editar código-fonte]

Sistema operativo Cortar Copiar Colar
Windows/GNOME/KDE Control-X Control-C Control-V
Apple Inc. Command-X Command-C Command-V
BeOS Alt-X Alt-C Alt-V

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.