Corycium

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCorycium
Corycium orobanchoides

Corycium orobanchoides
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Subfamília: Orchidoideae
Tribo: Diseae
Subtribo: Coryciinae
Género: Corycium
Sw. 1800
Espécie-tipo
Satyrium orobanchoides
L.f. 1782
Distribuição geográfica
Corycium distribution map.png
Espécies
15 espécies, ver quadro abaixo
Sinónimos
Não tem

Corycium é um género botânico pertencente à família das orquídeas, ou Orchidaceae. Foi proposto em 1800 por Olof Peter Swartz que escolheu este nome do grego, korys, elmo, em referência ao formato apresentado pelas flores da maioria de suas espécies. Trata-se de um dos dos cinco gêneros pertencentes à subtribo Coryciinae, da qual é o gênero tipo. É composto por quinze espécies terrestres, algumas endêmicas, que conforme a espécie habitam em ambientes diversos, em áreas do sul e centro-leste da África do Sul, uma espécie em Malawi e no sul da Tanzânia, normalmente aparecendo em colônias de vinte a trinta indivíduos. A floração de algumas espécies é estimulada por incêndios ocasionais.[1]

São plantas de raízes com pequenos tubérculos ovoides, das quais nascem caules delicados ou robustos que medem até pouco mais de meio metro de altura, com folhas agrupadas em seu segmento inferior. A inflorescência é terminal com pequenas flores carnosas densamente agrupadas, de cores diversas. A sépala dorsal fica disposta junto às pétalas formando um conjunto. A coluna é formada por complicada estrutura torcida e contém duas polínias. As flores secretam óleo, recolhido por abelhas rediviva, da família Melittidae, que nesta atividade polinizam as flores ao levarem as polínias em sua pernas.[2]

É um gênero proximamente relacionado a Pterygodium, sendo que análises moleculares recentes parecem indicar que o último possivelmente está inserido em Corycium.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. R. Govaerts, D. Holland Baptista, M.A. Campacci, P.Cribb (K.) (2009). World Checklist of Orchidaceae. The Board of Trustees of the Royal Botanic Gardens, Kew. Published on the Internet (em inglês)
  2. a b Kurzweil, H. & Linder, P.: (2001) Phylogenetics of Orchidoideae. In A. M. Pridgeon, P. J. Cribb, M. W. Chase, and F. N. Rasmussen eds., Genera Orchidacearum, vol. 2, Orchidoideae part 1. Oxford University Press, Oxford, UK ISBN 0198507100.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre orquídeas (família Orchidaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.